4.11.04

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

Caros companheiros Vitorianos, para quem ainda não viu, aqui vai a ORDEM DE TRABALHOS da próxima ASSEMBLEIA GERAL DO VITÓRIA, marcada para o próximo dia 11 Novembro, pelas 20,30 horas no Pavilhão Multiusos de GUIMARÃES.

1 - Leitura e aprovação da acta da sessão anterior.
2 - Alteração do artigo 112º dos Estatutos relativo à composição do Conselho Vitoriano.
3 - Votação de uma proposta da direcção para a composição do Conselho Vitoriano.
4 - Dar conhecimento da conclusão da auditoria às contas do clube, realizada pela "Deloite & Touche".
5 - Apreciar, discutir e votar os seguintes documentos:
a) Relatório e contas do ano 2002, bem como respectivo parecer do Conselho Fiscal.
b) Relatório e contas do primeiro semestre de 2003, bem como respectivo parecer do Conselho Fiscal.
c) Relatório e contas de 2003/2004, bem como o respectivo parecer do Conselho Fiscal.
6 - Apreciar, discutir e votar o orçamento 2004/2005.

Ainda vamos ter algum tempo para "opinar" sobre este assunto que, reputo, muito importante para o presente e futuro do VITÓRIA.
No entanto e, desde já, dou o pontapé de saída.
Espero que os sócios compareçam em grande número e possam, de uma forma livre e independente, apresentar os seus pontos de vista sobre os vários assuntos em discussão.
Os insultos e assobiadelas guardem-nos, por favor, para os adversários que nos aparecerem dentro das quatro linhas e, pontualmente, para os árbitros.
Sou dos que sempre entendi que é na diversidade de opiniões que surgem as melhores ideias e, por isso, é na pluralidade de opiniões dos sócios que a unidade do VITÓRIA sairá reforçada.
Assim desejo que a mesma Assembleia decorra com a urbanidade e respeito entre os sócios que o nome do VITÓRIA obriga.
O Presidente e restantes membros que compôem a Mesa da Assembleia Geral têm aqui papel fundamental. Espero que o façam com a independência e isenção que o nome do VITÓRIA impõe. Os sócios, estou convencido, cumprirão a sua parte.
Para Assembleias com capangas, sócios com 1/4 de hora de filiação e coisas do género já tivemos que chegue.....
Por último queria expressar aqui, na qualidade de sócio do VITÓRIA mas também de Vimaranense (sou-o com muito orgulho), um agradecimento pelo facto da Assembleia decorrer no Pavilhão Multiusos de Guimarães (verdadeiro ex-libris no que diz respeito a infraestruturas da nossa cidade).
É que antes de sermos Vitorianos, e somos com muito orgulho, somos Vimaraneneses.
Por outro lado, aquele espaço comporta todas as condições para que o evento decorra de forma a enobrecer e dignificar o nome do NOSSO VITÓRIA.
Saudações Vitorianas.

publicada por CASCAVEL @ 16:24  

5 Comentários:

  • Às 05 novembro, 2004 20:20 , Blogger Pedro Barbosa disse...

    Meu caro Carlos Carneiro (indevidamente auto-intitulado de Cascavel), pensei que este assunto fosse apenas aflorado na próxima semana, mas dado a sua jogada de antecipação reveladora da sua ansiedade, tenho obviamente que chamar a atenção para dois pontos que me parecem pertinentes:
    1º - O meu caro aplaude o facto de a magna assembleia do ENORME se realizar no Pavilhão Multiusos. Contudo, não partilho da sua opinião, tenho a firme convicção que este tipo de reuniões devem-se realizar nas instalações do clube, devendo apenas recorrer-se a instalações de outros caso o clube não tivesse capacidade fisica para albergar este tipo de eventos. Ou o Sr. utiliza a casa dos outros para as suas discussões familiares? Ou esta mudança de local para a realização da assembleia traz agua no bico? O Sr. conhece alguma razão plausivel para isso?
    2º - Se bem repararam meu caros contributors, a assembleia convocada trata-se de uma assembleia geral extraordinaria. Ora, os pontos da ordem de trabalhos previstos no aviso convocatório, nomeadamente a apresentação de relatorios e contas bem como orçamento, tem obrigatoriamente, segundo os estatutos do clube de se realizar numa assembleia ordinária.
    Os mais incautos perguntaram, mas afinal qual a diferença? Eu vos digo: É que convocando-se uma assembleia geral ordinaria, a mesma teria de conter obrigatoriamente, segundo os estatutos do clube, um ponto na ordem de trabalhos que se intitula de 30 minutos para discussão de assuntos do interesse do clube. Já as assembleias gerais extraordinárias não exigem a colocação deste ponto na ordem de trabalhos.
    Como todos sabem, esse ponto dos 30 minutos para discussão de assuntos de interesse do clube é usado para que os sócios possam debater ou questionar a direcção acerca de matérias estranhas à ordem de trabalhos.
    Assim sendo, no rigor das coisas, a proxima assembleia do vitoria não se poderá colocar questões à Direcção como: ter um treinador em part-time numa equipa que deveria ser altamente profissional; porque não tomou uma posição em relação aos incidentes de Braga; o que se passa com a organização do jogos que esta cada vez pior; em relação às claques; o que se passou nas viagens à Alemanha e à Madeira; os jogadores que prometeu e nenhum chegou; etc. etc. etc.
    Porque é que não se utilizou o mesmo método que era usado no passado, convocando duas assembleias para o mesmo dia, uma ordinária e outra extraordinária, assim respeitando os estatutos do clube e permintindo aos sócios intervir em todos os assuntos que entendessem convenientes.
    Pois, mas agora é que estamos na época da gestão séria, transparente e credível! rrsrsrs...
    Viva o VITÓRIA

     
  • Às 06 novembro, 2004 11:59 , Blogger Gregório Freixo disse...

    Quanto à questão do local da Assembleia, parece-me claramente um fait divers sem importância.
    Já no que toca à questão da AG ser ordinária/extraordinária, queria dizer o seguinte:
    acho que aqueles que agora se vêm insurgir contra tais minudências e que no passado apoiaram dirigentes vitorianos que promoveram a ocorrência de actos indignos em Assembleias Gerais (tais como a presença de capangas nas mesmas) deveriam ter mais bom senso...
    De resto, SEI que a actual classe dirigente do Vitória, que sempre se bateu pela transparência neste tipo de coisas, obviamente não deixará de dar os tais 30 minutos ou mais para que se discutam assuntos de interesse do clube.
    Quem conheça a estirpe de alguns dos actuais dirigentes do Vitória sabe que a ideia de convovar uma AG extraordinária com o intuito de calar os contestatários é simplesmente absurda.
    Quem o afirma, por isso, ou está completamente "por fora", ou está de má fé.

     
  • Às 06 novembro, 2004 15:28 , Blogger CASCAVEL disse...

    Meu caro P. BARBOSA,
    Ainda bem que não tive que ser eu a responder "ponto por ponto" ao que tu, de uma forma maquiavélica, incendiária e desonesta, dizes no teu comentário.
    O Nosso Capitão respondeu-Te com a precisão e seriedade de racíocinio que lhe é peculiar.
    Quanto ao tempo da outra "Senhora" (aquela que ultimamente nem aparecia!) por amor de Deus......
    Por outro lado, não és da opinião que o Multiusos também é a nossa casa. Eu considero-a como tal. É que, como disse no meu post, tenho muito orgulho em ser Vimaranense e, para mim, VITÓRIA e GUIMARÃES, andam sempre de mão dada. São todas, nas palavras do "Xutos e Pontapés", "a minha casinha".
    Sabes P. Barbosa, já estive presente em mutas Assembleias do VITÓRIA em que ao opiniões veiculas, quer pelos membros dos orgãos sociais quer pelos sócios, não eram audíveis.
    Vi, inclusiivamente, numa dessas Assembleias um seu membro a "correr" de um lado para o outro, de dedo em riste, a contar o número de sócios que votavam a favor e contra uma determinada proposta. Lembras-Te?
    E tudo isto não constitue deficientes condições para a realização da mesma? Responda quem quiser.....
    Finalmente, queria reformular os votos para que a Assembleia Geral decorra com urbanidade e respeito que o nome do VITÓRIA impoem.
    Saudações Vitorianas.

     
  • Às 08 novembro, 2004 11:57 , Blogger Pedro Mendes disse...

    Continua a haver muita incoerencia por parte de algumas velhas glórias do nosso Vitória aqui representadas no nosso blog!
    Relembro uma certa frase aqui escrita: "desejar os insucessos do clube visando assim conseguir outros objectivos".
    Não me parece o melhor caminho, para o BEM do Vitória!
    Vou à Assembleia, mas vou com receio!
    Receio das "patacoadas" que concerteza vou ouvir. Ainda bem que assim vai ser. Era isto que eu sonhava para o Vitória! Porque falando bem ou mal, todos os sócios têem esse direito.
    É que o Multiusos, ao contrário do Pavilhão do Vitória, e que muitas vezes se usou isso nos tempos da "velha senhora" para "calar" os sócios, é um pavilhão com condições acusticas, onde as opiniões de todos, serão ouvidas por todos! Quanto aos trinta minutos, tenho a certeza que as pessoas que lideram o meu clube agora, têem sentido democrático(no fim falamos!!!), ao contrário do que acontecia antes!

    Saudações Vitorianas

     
  • Às 08 novembro, 2004 16:41 , Blogger ABREU disse...

    Meus amigos,
    Eu sinceramente não entendo porque estamos constantemente, a classicar a classe dirigente anterior de falta de seriedade e a conotar a actual como o exemplo de tranparência e seriedade.
    Se recuarmos no tempo verificamos que a actual classe dirigente do vsc pertenceu a antigas direcções.
    O que me preocupa é estarmos constantemente a olhar para o passado.
    O vitória tem de ser gerido no presente com olhos no futuro.
    Uma gestão intelegente é aquela que aproveita o melhor do que foi feito e corrige os erros que exitem.
    Assim, acredito que o nosso vitória será verdadeiramente grande.

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page