8.11.04

Sondagem

Meus caros contributors e vitorianos em geral, chegou a hora de proceder neste blog a uma iniciativa com vista a auscultar a opinião de todos relativamente ao assunto Treinador do Vitória.
A pergunta à qual todos deverão responder é a seguinte: Deverá o Sr. Prof. de ginástica treinador em part-time continuar a ocupar as funções de treinador do Vitória, ou pelo contrário deverá demitir-se ou ser demitido?
Peço-vos que, independentemente da resposta afirmativa ou negativa a questão colocada, expliquem as razões para a vossa tomada de posição, ou seja, quais os argumentos que na vossa opinião sustentam a saida ou a permanência do treinador.
Assumam-se...
Viva o VITÓRIA

publicada por Pedro Barbosa @ 11:48  

15 Comentários:

  • Às 08 novembro, 2004 16:18 , Blogger João Tomás disse...

    Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

     
  • Às 08 novembro, 2004 17:50 , Blogger Gregório Freixo disse...

    Quanto o comentário de cima, por favor leiam o meu post acerca do assunto.
    Quanto ao desafio lançado pelo virtuoso pachorrento, a minha resposta é: deve ficar. Ainda é demasiado cedo para se tirar conclusões definitivas acerca do seu trabalho.
    Esta minha posição, como é óbvio, não me impede de criticar, como já aqui fiz, as suas erradas opções, que têm sido várias...

     
  • Às 08 novembro, 2004 18:26 , Blogger CASCAVEL disse...

    Meus amigos Vitorianos,
    Confesso que estive tentado a, brincando com a situação, dizer que sim, senhor: treinador para a rua e, para além disso, a sua substituição imediata pelo autor do post (esse mesmo, o P. Barbosa!), face à "qualidade" dos comentários técnicos e metedologia de treino que, dia após dia, nos vem presenteando.
    No entanto porque acho o assunto sério demais para brincadeiras, venho dizer o seguinte: nunca fui nem continuo a ser favorável às "chicotadas psicológias" (não gosto do termo, mas enfim!).
    O "nosso croissant" pede, muito justamente, diga-se,para acompanha-mos a nossa opinião com a(s) explicação(ões) respectiva(s). Cá vão elas.
    1-A tradição vitoriana e não só, diz-nos que, na maior parte das vezes, não resultam.
    2-O tempo de trabalho é, manifestamente, insuficiente para ser assumida posição tão drástica.
    3-O treinador é de Guimarães e conhece o Vitória como poucos (arrisco-me a dizer, como ninguém).
    4-Não existem treinadores no mercado e disponíveis,com qualidade suficiente para treinar o VITÓRIA.
    5-Já tivemos, nesta época, momentos de futebol (é certo que pontualmente) com bastante qualidade.
    6-Diz-nos a tradição que as equipas de M. Machado fazem as épocas de "tràs para a frente", ou seja, começam com pouco gáz e vão por alí a cima.
    Finalmente, queria deixar explicito que estes argumentos têm todos o mesmo grau de importância, isto é, os primeiros não são mais importantes que os últimos e vice-versa.
    Saudações Vitorianas.

     
  • Às 08 novembro, 2004 18:58 , Blogger Pedro Barbosa disse...

    Meu caro GF, concerteza que me permitirás este comentário.
    Dizes tu que é demasiado cedo para mandar o Sr. Prof. de ginástica em part-time embora. Mas numa coisa terás de concordar comigo, o que ele tem feito é muito mau, na minha opinião nada de util se retira do seu trabalho. Assim, o que te leva a crer que ele será capaz de mudar o ENORME para melhor. Logo ele que é teimoso como uma mula (Carlos Carneiro, indevidamente auto-intitulado de Cascavel, se achares o termo insultuoso eu retiro, porque os teus ouvidos são de uma lady).

     
  • Às 08 novembro, 2004 18:59 , Blogger Pedro Mendes disse...

    Caro "Pastelão",

    Eu acho que deve ficar, e sustento com duas razões:

    1º. Considero o Prof. Manuel Machado competente para as funções que agora desempenha.

    2ª. Tenho a certeza absoluta, que ele, não está agarrado ao lugar que ocupa e é um grande vitoriano, que, como nós, "sofre" com cada desaire da equipa!Não é um mercenário, que vive o clube pelo que recebe ao fim do mês.

    Teria mais razões, mas sinceramente para mim, estas, por enquanto, são suficientes!

    Saudações Vitorianas

     
  • Às 08 novembro, 2004 19:32 , Blogger Pedro Barbosa disse...

    Meu caro Carlos Carneiro (indevidamente auto-intitulado de Cascavel) confesso que agora começo a entender porque gostas tanto do Sr. Prof. de ginástica treinador em part-time porque o que tu dizes e ele faz é a mesma coisa, ou seja, é só asneira.
    1º - A tradição do Vitória, como tu não te lembras eu recordo-te, é de que quando o plantel é fraco e o treinador também, ai nada há a fazer, podem vir o melhor do mundo que nada se altera. Agora quando o plantel é bom e o treinador é fraco, as alterações na equipa técnica resultam sempre, como exemplo recordo-te os casos de treinadores que chegaram ao Vitória, tendo a equipa melhorado João Alves, Jaime Pacheco, Quinito, Augusto Inácio. Em outros clubes a situação é a mesma.
    2º - O tempo de trabalho em que o Sr. Prof. de ginástica treinador em part-time tem no Vitória é ja suficiente para apresentar alguma qualidade, um pouco acima do que o ENORME tem demonstrado. Mais de 4 meses já não são 2 dias, tempo mais que suficiente para por a equipa pelo menos a trocar a bola sem que o passe seja interceptado, ou a bola vá pra fora.
    3º - O facto de ele ser de Guimarães ainda é mais grave, porque demonstra que não assume o nosso espirito de Vitoriano, espirito que aliás tu também não tens, por isso gostas tanto dele. Adopta equipas demasiado ofensivas, tem um discurso medroso, não é arrojado, interventivo, audaz. Não tem a nossa força, é amorfo, sem chama, em suma sem capacidade.
    4º - É verdade que no mercado não abunda técnicos disponíveis e à altura para comandar o ENORME. Mas uma coisa tenho a certeza, melhor que ele há muitos, uma carrada de treinadores.
    5º - Quanto aos momentos de futebol de qualidade, meu caro, resumem-se a 20 minutos contra a Académica e a 2ª parte contra o Porto pra taça, e fora isto, nada mais.
    6º - Quanto à tradição ela já não é o que era, e não te esqueças que o Vitória não é o Moreirense, pois tem na minha opinião que jogar sempre pra ganhar e luta para os lugares cimeiros enquanto o outro joga sempre pra não perder e luta pra não descer.
    Viva o VITÓRIA

     
  • Às 08 novembro, 2004 19:36 , Blogger Pedro Barbosa disse...

    Meu caro Pedro Mendes, de acordo com o nivel exibicional apresentado pelo Vitória nestas 9 jornadas, das duas uma, ou o treinador é fraco e o plantel é de elavadissima qualidade (como tu disseste) e a culpa é do Treinador. Ou por outro lado, o palntel é fraco e então a culpa são dos jogadores. Agora não pode é ser tudo bom, e a 9 jornada estar o Vitória no lugar em que esta e jogar aquilo que joga.
    Viva o VITÓRIA

     
  • Às 08 novembro, 2004 19:58 , Blogger Jesus disse...

    Uma razão para manter Manuel Machado - estabilidade. Recuso-me a que a nova direcção que há tão pouco tempo elegi de forma convicta e esperançada, volte a cair nos mesmo erros do passado.
    A estabilidade é um bem essencial que devemos preservar e acima de tudo, devemos incentivar, e não verberar, um homem de Guimarães como treinador do Vitória. Não percebo! Que outro clube se dá ao luxo de ter um sócio e adepto desse clube a respectivo treinador. Nenhum!!! Só o Vitória! E esse património não o quero perder, a não ser que fundadamente!

     
  • Às 09 novembro, 2004 09:37 , Blogger N' Dinga disse...

    Como já disse, não me parece que já seja altura de ir por aí. É certo que a equipa joga mais tempo aos repelões do que no bom futebol que é habitual, mas para mim, também é certo que o Vitória tem, jogo após jogo, criado (mesmo assim) muitas oportunidades de golo, chega com relativa facilidade às balizas adversárias e por vezes em jogadas bem bonitas. O treinador não pode é ir meter os golos pelos jogadores. O treinador não pode ir centrar pelo Rogério Matias (que está a fazer a pior época de sempre). Assim, mais uma vez, é minha opinião que ainda é cedo... volto a repetir, para o Natal falamos (e vamos ver se há novidades no plantel, claro).
    Já que vais dizer, ó "pastelão genial", que só tu é vês a bola e no estádio e mais ninguém percebe de futebol... mas enfim, presunção e água benta...

     
  • Às 09 novembro, 2004 12:36 , Blogger ABREU disse...

    Este era um tema que eu não queria abordar, pelo simples facto de que não queria criticar um dos nossos.
    O Prof. Manuel Machado, para além de ser um homem de Guimarães e Vitoriano é um profundo conhecedor do clube.
    O meu bairrismo leva-me a dizer:Fique...esta é a sua casa.
    A epoca não está contudo a correr nada bem, mas atento ao referido supra para o Prof. o meu benefício da dúvida.

     
  • Às 09 novembro, 2004 13:10 , Blogger Pedro Barbosa disse...

    Meu caro N´dinga:
    Então o Vitória tem crido jogo após jogo muitas oportunidades de golo? Chega com facilidade à baliza adversária?
    Andamos concerteza a ver jogos diferentes...
    Meu caro eu não sou mais que os outros, nem me considero mais entendido na matéria, por isso lanço-te o desafio de ler as cronicas dos varios jornais aos jogos do Vitória e depois retira as tuas conclusões. Ou também eles jornalistas não entendem nada?
    Quanto ao fenomeno R. Matias, a culpa é exclusivamente do Sr. Prof. de ginástica treinador em part-time. Dou-te um exemplo o R. Matias cruza sempre antes de chegar a linha da grande area, quando em meu entender devia procurar a linha de fundo para cruzar, alias erro que tambem o Bessa e antes o Alex cometiam. Ora essa atitude ou vem das directrizes traçadas pelo treinador em Part-time, ou então, se assim não for, ele é que tem de os corrigir. Ou será que pensas que devemos ser nós os sócios a gritar da bancada?

     
  • Às 09 novembro, 2004 16:09 , Blogger N' Dinga disse...

    Quanto ao jornalismo desportivo... não vás por aí... é confrangedor ler as opiniões desses senhores, alguns pagos a peso de ouro que, quando estão a relatar jogos, por exemplo, nem os nomes de todos os jogadores em campo conhecem... é o pior do jornalismo português, diria mesmo, são o reflexo do pior da sociedade portuguesa. Chega a dar a sensação que quem não sabe fazer mais nada, vai para jornalista desportivo. Quanto a isto, estamos conversados. Quanto às oportunidades de golo... olha, por exemplo, em Braga o Vitória criou, que me lembre, 9, sim, nove oportunidades claras de golo e jogou o dobro dos tipos. Ou então, apesar de estarmos separados por escassos metros, na bancada, vimos de facto jogos diferentes. Contra o Marítimo, para além do golo, mais umas 3 ou 4... Começo a suspeitar que, de facto, vês os jogos com umas lentes de frustração eleitoral que te ficam mal, a avaliar até pelo mais recente post sobre o voleibol (situação que desconheço, pois não leio jornais desportivos, pelas razões que referi, e por isso não comento agora). O que eu digo é: nem tanto ao mar, nem tanto à terra... não, não achoque o Vitória jogue assim tão mal; não, não acho que os erros sejam todos culpa do treinador. Sim, acho que o RM é um bocado rebo, mas esta dos cruzamentos e alívios sem destino é de quem não sabe mais e burro velho, não aprende línguas. Só digo que ainda é cedo - do meu ponto de vista - para tomar uma decisão dessas. Não é que goste de tudo o que vejo, muito pelo contrário, só não acho que seja tudo culpa de uma pessoa. Há substituições mal feitas ? Há. Há tácticas de abordagem a certos jogos que não se percebem bem ? Há. Mas os males do Vitória não são só esses. Para mim é bem mais não haver um gajo que consiga meter uma bola com uns 30cm de diâmetro num rectângulo com 2,5m x 7,5m... e isso, para quem não faz mais nada na vida, é que é o espantoso.

     
  • Às 09 novembro, 2004 17:16 , Blogger Pedro Barbosa disse...

    Meu caro N´dinga, o teu comentário é uma delicia, acabei por soltar uma gargalhada... Mas como estamos a falar de coisas sérias, ai vai:
    Quanto ao jornalismo desportivo português, tal como tu também o considero de má qualidade, parcial e subsumido a vários poderes ocultos do mundo do futebol, para os quais só interessa os 3 do costume (ai se o Carlos Carneiro indevidamente auto-intitulado de Cascavel lê isto). No entanto, nem todos são maus e excluindo a 2ª parte do jogo da taça com o Porto todos são unanimes em considerar más as exebições do Vitória.
    Para ti os jornalistas não servem de exemplo, pois muito bem. Então as opiniões dos sócios do Vitória interessam-te? Faz o seguinte então... se não te incomodares, vai à pagina do Vitória e lê os comentários dos adeptos do Vitória nos jogos realizados esta época. Terás uma surpresa...
    Quanto ao assunto oportunidades de golo... por amor de Deus, foste buscar exactamente os piores exemplos para o Sr. Prof de ginástica em part-time. Em Braga assisti à maior aberração táctica que me lembro no Vitória, porque além de entrar, desculpa o termo, todo cagadinho em campo, com trincos e trinquinhos, defesas e autocarros plantados, quando relembro-te teve 17 dias para preparar esse jogo e o Braga tinha jogado na semana anterior para a UEFA, ainda por cima espeta o Romeu a extremo esquerdo e o Nuno Assis a ponta de lança.
    Quanto ao n.º de oportunidades que falas, só se tb considerares os pontapés de baliza como oportunidade.
    Quanto ao tema eleições eu não falo... porque ja passou e mais uma vez reafirmo-te esta é a minha Direcção e desejo que sejam muito felizes, porque se o forem eu também serei. Só não me peças que apoie o SR. Prof. de ginástica treinador em part-time quando o considero de todo incompetente e prejudicial ao Vitória.
    Quanto ao assunto do post do Voleibol, como tu mesmo disseste desconheces, mas eu tomei conhecimento e dada a gravidade tomei aquela posição. Achas que não tinha razões para isso? Deixa ver... Consideras uma situação normal sem qualquer importância é isso? Pronto é a tua opinião, não é a minha quando vejo que os interesses do meu ENORME clube não são defendidos.
    Viva o Vitória

     
  • Às 10 novembro, 2004 01:22 , Blogger N' Dinga disse...

    Pronto, pá (Pedro Barbosa), já percebi o que se passa aqui. Somos mais parecidos do que pensamos... Ambos temos opiniões algo definitivas sobre os assuntos que abordamos e estamos ambos bastante convencidos da veracidade do que dizemos. É aí que começam os problemas, porque de facto não vemos a mesma coisa. Por falar no jogo disputado no enclave marroquino de Braga, eu (e não estava só, mas os outros, se quiserem, que digam de sua justiça) contei todas essas oportunidades e estou a falar de oportunidades de golo, quem me conhece sabe bem que não quero com isso dizer qualquer coisa... um remate a 40m não é oportunidade de golo para mim, a menos que seja p'raí do Beckham... estás a ver o critério. Se as não viste... Mas estou contigo ao dizeres que a táctica e a disposição das peças em campo pareceu deplorável, o certo é que, do meu ponto de vista, jogámos bem melhor que a fraca imitação do arsenal, criamos muitas oportunidades de golo e que não compete ao treinador ir lá mete-los. E que os gajos que tiveram umas 2 ou 3 no jogo todo acabaram por meter um golo de "mija" (pardon my french), que de resto é a única forma daquele rebo meter alguma coisa seja lá onde for... (o verdadeiro, não é o nosso polémico comentador). Isto foi o que eu vi em Braga. E como não me pareceu que fosse só eu a ver isso, aventei a hipótese de teres uma predisposição anti-Machado que te tolda a visão de jogo. É que não há só coisas más. É só isso. Mais nada, não quero mais nada com isto.
    Quanto ao voleibol, eu que até fui federado do desporto uns anitos (no velho Xico, até acabarem com a secção), só posso sentir desgosto por seja o que for que prejudique a prestação do Vitória... só digo é que, como não sei, prefiro esperar que alguém me explique (coisa que, pelo visto não sabes fazer) o que se passou. As coisas têm, normalmente, uma causa. Eu não sei qual foi, aguardo porque confio, me seja explicada. Já tu és conclusivo. És sempre conclusivo. É esse o mal e é isso que me leva a dizer que não consegues ser objectivo quando analisas seja o que for que tenha a ver com esta direcção. Desculpa se estiver a ser injusto, mas sinceramente é a sensação que dás.
    Quanto ao mais... VITÓRIA SEMPRE (e de preferência a ganhar tudo o que houver por aí).

     
  • Às 10 novembro, 2004 12:39 , Blogger Gregório Freixo disse...

    Para encerrarmos esta sondagem, julgo ser de concluir que, neste espaço, a esmargadora maioria é a favor da permanência do nosso treinador.
    Resta saber se se trata de posição para manter...

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page