3.6.06

A ASSEMBLEIA GERAL!

Saí da AG de ontem à noite revoltado, desiludido e, acima de tudo, muito preocupado.
Revoltado com alguns (infelizmente muitos!) sócios do meu clube.
É, para mim, intolerável o que ontem assistimos. Ver muitos associados, que se propunham falar, fossem constantemente assobiados, maltratados e até insultados.
Bem sei, como dizia o Capitão à saida do pavilhão, que é muito dificil contornar essa situação mas eu, mesmo assim, não me conformo. Não me conformava antes, no tempo da outra Senhora, e também não me conformo agora.
Até acho que a mesa da AG fez tudo o que lhe era humanamente possível para reverter esta situação, mas o que é facto é que o mesmo não foi conseguido, por culpa única e exclusiva de alguns sócios.
Os sócios do VITÓRIA, de uma vez por todas, têm que perceber que esta postura tem que terminar nas Assembleias Magnas do clube. Têm que perceber que o clube ser de todos significa isto mesmo, que todos possam exercer livremente e sem qualquer tipo de condicionalismos o seu direito de associado.
Quer gostemos ou não da figura do "orador", quer reconheçamos ou não mérito à sua intervenção.
É que, se isso não acontecer, as AGs têm naturalmente tendência a acabar. As pessoas perdem o interesse em discutir e a apresentar propostas para o clube. Isso, meus amigos, a acontecer, é o principio do fim.
Por outro lado fiquei desiludido com a forma como decorreu a AG.
Desiludido com as condições (péssimas) em que decorreu a Reunião. O pavilhão do ViTÓRIA, que é espectacular para os jogos de voleibol, para estas Assembleias não tem as condições mínimas exigiveis. Não sei o motivo porque não se continuou a utilizar o Multiusos, pois este é, de facto, o sitio certo para serem realizadas as Assembleias Vitorianas.
Desiludido, ainda, com a postura do Presidente e da Direcção.
É facto que assumiu as suas responsabilidades pelos erros cometidos, prometeu corrigi-los mas, de concreto, do que se propõe fazer pelo futuro do clube vi ZERO! Esperava mais, muito mais. Esperava ouvir explicações sobre o que concretamente falhou nesta época desportiva e, sobretudo, o que vai ser feito para emendar a mão. O que se propõe fazer para o regresso imediato à Superliga. Como vai ser gerido o futebol profissional do clube, quem o vai desenhar, em que contornos, etc.
Sobre tudo isto nem uma palavra.
Eu quero mais, exijo mais a quem gere os destinos do meu clube. Alguém que tenha alma Vitoriana, que se emocione a falar do clube, que não esteja à frente dos destinos do clube a fazer algum frete. Alguém que nos incentive ainda mais, que nos torne mais apaixonados pelo clube, que nos faça acreditar, mas acreditar mesmo que isto um dia tem de mudar. Alguém que dê tudo como nós damos e nada queira receber como contrapartida dessa prestação.
Para mim não bastam evazivas ou acusações, mais ou menos concretizadas, ao passado como o responsável pelo que de mal foi feito.
O passado já lá vai e a mim não me interessa nada trazê-lo à colação para o que quer que seja.
Quero é falar do futuro, de uma vez por todas. Quero ter gente que se impertigue e que dê ao VITÓRIA a dimensão que ele merece por direito próprio.
Fiquei ainda completamente desiludido com a "Oposição", seja ela qual for.
Esperava ouvir da mesma aquilo que, penso eu, todos esperávamos. Apontar os erros da Direcção e apresentar um projecto diferente para o futuro do clube. Dizer o que pretendem. E tiveram tanto tempo para preparar esta AG!!!!! Por isso a postura apresentada constituiu, para mim, um autêntico deserto de ideias. Eu não percebo como é que a Oposição não chegou à AG já com um projecto delineado, com rostos devidamente identificados por forma a que nós, os sócios do clube, pudessemos ter a liberdade (responsavel) suficiente para decidir a votação a que tinhamos sido chamados.
Assim não, as pessoas ficaram reféns do voto. Votaram com medo. Com receio de perderem o pouco que ainda lhes dá algum conforto.
Penso que foi este o sentimento da votação. Os sócios não deram propriamente um "voto de louvor" em VM e na sua Direcção, acho até que não lhe reconhecem muitas virtudes para o desempenho do cargo, mas antes votaram com o medo do que podia acontecer ao futuro do clube. Tiveram receio num eventual vazio directivo que pudesse ainda provocar mais danos ao clube.
Cabia à Oposição deixar que isso não acontecesse. Afirmar-se forte e credível de modo a que os sócios tivessem confiança suficiente em que existia uma alternativa melhor aos actuais Corpos Sociais. Claramente que não o conseguiram fazer. Daí a votação!
Por tudo isto estou preocupado, muito mesmo, com o futuro do clube.
O futuro não se avizinha nada risonho.
Por um lado a Direcção não nos dá a confiança e alento de que precisámos, por outro lado a Oposição não aparece suficientemente forte e organizada como era desejável. Até parece que não tem ideias para o clube. Fico inclusivamente com a sensação que apenas estão em causa situações de revanche eleitoral, ou de ajustes de contas. Umas ou outras, como é bom de ver, não servem os interesses Vitorianos.
Eu nao me revejo em toda esta gente.
Revejo-me antes numa forma de gestão que foi defendida pelo último associado que usou da palavra.
Ele, como eu, não pretende mecenas para o Clube, empresários de mais ou menos sucesso, "gente endinheirada", eu sei lá.....
Não precisámos de gente que faz um sacrificio enorme para gerir o clube, que se queixa constantemente do passado e não indica um rumo definido para o futuro.
Não quero nada disto para o meu clube.
Quero gente apaixonada com eu , que dorme a pensar no clube, que acorda como o mesmo pensamente e que tenha ideias novas, interessantes, arrojadas, que esteja na disposição de arriscar para transformar este grande clube (mas que só o é fora do campo) num clube ganhador e a que todos nos encha de orgulho sobretudo dentro das 4 linhas.
Gente que não tenha a pretensão de saber de tudo e que, reconhecendo a suas fraquezas, tenha a lucidez suficiente para reunir à sua volta profissionais capazes daquilo que se lhes exige.
Eu, obviamente, vou continuar a ser o sócio de sempre, com esperança que isto um dia vai mesmo tomar o rumo certo. Vou continuar com as propostas de sócio, colocadas no banco de trás do meu carro, prontas a desafiar familiares e amigos a juntarem-se à nossa familia, na esperança que esse rumo apareça. Pode ser que sejam eles, os novos sócios, a trazer a estrelinha que tanto tem faltado a este clube.
Mas para que a tal estrelinha apareça é preciso que quem está à frente do clube, ou quem o pretenda fazer no futuro, faça mais, muito mais!
Saudações Vitorianas.

publicada por CASCAVEL @ 14:28  

3 Comentários:

  • Às 04 junho, 2006 00:28 , Blogger N'Dinga disse...

    Só posso dizer uma coisa: estavam pelo menos o quádruplo dos sócios que estavam na assembleia do Sporting!

     
  • Às 04 junho, 2006 17:40 , Blogger Dane disse...

    Oh magnifico ponta de lança, achei o teu "post" muito bonito e estou de acordo com quase tudo o que dizes!
    Mas posso fazer-te uma pergunta? Em que sentido votaste? Uma vez que foi de braço no ar penso que não te irás negar a responder.
    Como diz um amigo meu... "muita gente ficou com a consciência pesada e nem dormiu direito!"

     
  • Às 05 junho, 2006 10:48 , Blogger Edmur disse...

    caro cascavel...
    incrivel termos tido 50!!!! oradores numa assembleia e apenas 2 ou 3 dizerem algo que realmente me pareceu coerente. destes ( concordando ou nao) posso citar o nome do nosso ademir, do roriz, do julio, do fernando..tudo o resto muito mau. Assim como foi má a intervençao da dita oposiçao,que aqui demonstrou que nao é oposiçao a nada...discursos muito pobres, mal organizado, especulativo..enfim..mau de mais.
    Principalmente daquele senhor cujo nome apareceu durante dias seguidos nos jornais e chegou ao micro e ....foi o que se viu; ou do pedro xavier que começa por ser aplaudido e de repente perde o controlo absoluto da assembleia; ou dos outros dois ou tres que la foram apenas para terem os seus tres minutos de protagonismo, que nada mais fizeram que rpti palavras entretanto ja proferidas...fraca figura.
    Agora deves compreender qu nao é facil gerir paixoes, e muito menos de 3000 pessoas. Ja esperavas por isso, nao?
    Sobre a moçao, penso que os socios do vitoria perceberam a importancia do momento, e votaram com a sua consciencia para aquilo que acreditam ser o melhor no momento..e nao acredito que algum tenha tido problemas em dormir, fosse qual fosse o sentido do seu voto...
    Felizmente que agora sao os socios a decidir o verdadeiro futuro do clube que tanto amamos. Espero que depois da tempestade vnha a bonança e que se respeite a vontade dos socios do vitoria e que deixem trabalhar em paz a direcçao...

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page