17.1.10

Roubos de Capela

Na esperança de que alguém vá lendo este blog,aos menos algumas das Velhas Guardas,aqui deixo meia dúzia de linhas sobre a decepção de ontem á tarde.
Jogando contra um Setúbal fraquito,que já nos tinha roubado dois pontos na primeira volta, o Vitória fez um primeira parte fraca em que começou por se entreter a dar um brinde ao adversário.
Vá,ao menos,que foi de imediato atrás do prejuizo e rápidamente empatou.
Pensava-se que seria o inicio da construção de um triunfo a dar sequência á bela série que vinha fazendo mas foi apenas ilusão.
Paulo Sérgio,que misteriosamente fizera desaparecer da equipa titular nove dos que tinham alinhado de inicio contra o SLB, foi vitima dele próprio.
Tanto quis poupar para Vila do Conde que nunca conseguiu que a equipa se exibisse aos niveis que vinha evidenciando.
É certo que tivemos o jogo sempre controlado mas é igualmente certo que longe de construirmos oportunidades claras de golo.
Na segunda parte,especialmente por força da entrada de Fabio Felicio,jogamos claramente melhor e fomos construindo oportunidades de golo.
Que infelizmente também fomos desperdiçando.
Voltamos a dar um brinde,voltamos a correr atrás do prejuizo,empatamos e fizemos dez minutos finais épicos que quase nos davam o triunfo.
O guardião setubalense,o poste, a má pontaria dos nossos jogadores e a cegueira do árbitro não permitiram que atingissemos o triunfo que mereciamos.
Bem nos podemos queixar de roubos de Capela num tempo em que outros se queixam de roubos de igreja e até de catedral...
Um penalty,sucessivos erros de apreciação,contemporização permanente com o anti jogo setubalense,brandura disciplinar (os centrais sadinos fizeram inumeras faltas sobre Roberto e Douglas sem sanção disciplinar)foram o "prato "que este Capela nos serviu.
Duas notas finais: Não percebi o desaparecimento de Jorge Gonçalves que jogara tão bem contra o Lisboa.
Porque cansado só se for de estar no banco!
Nem percebo a aposta em João Alves.
Autor de sucessivas, e desesperantes,péssimas exibições.
Os melhores:
1) Sereno
2) Fábio Felício
3) Andrezinho

publicada por Jeremias @ 01:21  

6 Comentários:

  • Às 17 janeiro, 2010 02:38 , Blogger Nuno Mota disse...

    Foi muito mau. mas pelo que me disseram que ainda nao vi na tv, não é penalti..mas enfim acabar o jogo tanto na 1 parte como na 2 parte quqndo o vitoria esta a atacar é no minimo má fé...

     
  • Às 17 janeiro, 2010 23:49 , OpenID galoescaldado disse...

    Eu não sou Velha Guarda e venho ler!

    Luís Costa

     
  • Às 18 janeiro, 2010 12:44 , Blogger Pedro Mendes disse...

    Eu tb leio, Caro Jeremias! O problema é que há gente no nosso Vitória que está a dar cabo de uma mística que levou gerações a construir. Basta atentar nas assistências aos jogos desta época! Sinceramente, esta época ando desanimado! Ainda ontem no volei ficou claramente demonstrado o que esta direcção nos anda a fazer!
    Em relação ao jogo o futuro dirá se o treinador tem razão ou não! O mês de Janeiro, para o pobre ritmo do futebol português, tem muitos jogos! Eu gostava de ter ganho no sábado e ganhar na quarta! Vamos ver se no estádio dos arcos emendamos a mão!

    Saudações Brancas

     
  • Às 18 janeiro, 2010 17:15 , Blogger CASCAVEL disse...

    Eu, porque me encontrava doente, não fui ao D. Afonso Henriques mas, claro, segui atentamente o jogo pela (spor)tv.
    O VITÓRIA não fez uma grande eexibição mas, ainda assim, mereceu cla«ramente ganhar o jogo.
    O Setúbal limitou-se a aproveitar os "brindes" da defensiva Vitoriana que nos custaram dois golos e a consequente perda de 2 pontos que, a ser conquistados, nos colocariam em 5º lugar.
    Foi pena e imerecido, quanto a mim, o resultado do jogo.
    O VITÓRIA foi a única equipa que procurou sempre o golo, quem teve as maiores e melhores oportunidades para marcar, quem teve mais posse de bola, dominio do jogo, etc, etc, etc....
    Faltou apenas algum engenho na finalização e, porque não dizê-lo, alguma felicidade.
    Como a que tivemos no jogo em casa contra o R. Ave ou no "Restelo".
    A equipa, apesar da sucessão de jogos em campos pesadissimos, respondeu afirmativamente, o que poderá indicar que não será pelo aspecto fisico que vai quebrar.
    Vámos ver se este aspecto se confirma já na próxima quarta feira, no importantissimo jogo da taça em V. Conde.
    A equipa, que ainda ficou mais forte neste Inverno com a chegada de Valdomiro e, acima de tudo, F. Felício, aparenta ter consdições para fazer uma segunda volta melhor que a primeira.
    Se assim suceder, pode ser que a temporada, que se iniciou pessimamente, termine em beleza.
    Argumentos parecem não faltar.
    OS MELHORES:
    1. MARQUINHO.
    2. F. FELICIO.
    3. ANDREZINHO.

     
  • Às 18 janeiro, 2010 22:23 , Blogger Saganowski disse...

    Não vi o jogo, mas pelo que vi no resumo, merecíamos ter ganho!

    Só espero que tanta poupança contra o Setúbal dê bom resultado em Vila do Conde.

     
  • Às 18 janeiro, 2010 22:49 , Blogger Sempre disse...

    POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
    Revolucionar o Futebol profissional em Portugal, pela implementação de um novo modelo de gestão, financiamento e organização.

    Petição em:
    http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page