2.3.07

Está quase...

Acabadinho de chegar de umas MERECIDISSIMAS férias, prometi a mim mesmo que não votaria sem ouvir toda a "malta". Por uma razão de consciência, a minha e não a dos outros, assim o fiz.
Curiosamente ouvi os 3 Candidatos em Urgezes, freguesia na qual não nasci, nem moro, mas que calhou e bem por razões de calendário.
A primeira nota que quero deixar prende-se com o número de pessoas que assistiram às sessões. Lembro-me de há 3 anos ter assistido também em Urgeses à sessão de esclarecimento de Vítor Magalhães, que por sinal se realizou na rua, porque não cabia toda a gente lá dentro. Este ano o espaço interior, chegou e sobrou, para qualquer uma das listas. Grande diferença que seguramente se vai sentir nas urnas já amanhã. A descrença é grande nas hostes Vitorianas.
Por ordem cronológica de presenças, começo pela lista B.
A que tinha menos gente a assistir e a que TODOS deveriam assistir, mesmo os candidatos das outras listas. Aquilo sim foi uma sessão de esclarecimento. À semelhança do que já tinha acontecido com a apresentação do projecto, estes jovens deram "baile" em cima do palco. Explicaram o seu projecto, dissecaram a situação financeira do Vitória quase ao milímetro, deram possíveis soluções para o problema, apresentaram ideias perfeitamente executáveis para garantir receitas imediatas e a médio e longo prazo para o clube (se bem que algumas, poucas, me pareceram algo fantasiadas para a 2ª Liga) e acima de tudo nunca fugiram com o "rabo à seringa" quando foram questionados.
Com recurso a um computador, um projector e um orador fantástico, apresentaram gráficos, quadros, maquetes, números, tudo tão bem explicado que até um leigo como eu, entendeu tudo na perfeição. Alguns havia que pediam disto nas assembleias-gerais do Vitória, e que pela a amostra, se forem para lá, vão continuar a debitar números lidos de um papel.
Nota-se que há ali trabalho, empenho em servir o Vitória e acima de tudo, apesar de jovens, gente muito capaz. Arrisco-me a dizer, que se aquele Sr. Nuno, que apresentou o Projecto, fosse o candidato a presidente, iam morder os calcanhares às outras listas. Bem, só a "botar faladura" dá 10-0 a qualquer outro, incluindo o seu candidato, Sr. André Pereira. Este, por muito amor que tenha ao Vitória, falta-lhe a estaleca de lidér. O meu desejo, caso não ganhem, é vê-los nas próximas eleições, imbuídos do mesmo espírito, mais maduros, com o Sr. Nuno a cabeça de lista e acreditem meus amigos, vão ser um caso sério. E que cumpram a sua palavra, quando disseram que entregariam todas as suas ideias, contratos promessa, pré-acordos ao VITÓRIA no dia 5 de Março. Como todos nós ganharíamos com isso!
Quem nem sequer se preocupou em ouvir estes jovens, não sabe o que perdeu… Mas eu acredito que eles voltarão, para servir e bem, o nosso Vitória. Um bem-haja para eles.
Seguindo a minha ordem cronológica, a lista A.
A que teve mais gente, fruto da máquina de campanha que tem. Não é uma crítica. Cada um joga os trunfos que tem e muito bem. E fruto também de ser a lista que, ao que me parece, reúne mais simpatias, ou menos antipatias entre os Vitorianos.
Pondo de lado os cachecóis, isqueiros e aquela patética figura do D. Afonso Henriques, vamos às ideias e às soluções. Ou melhor, não vamos. Basta ler o programa. Porque o mesmo foi debitado pelo candidato. De concreto, tem os Vitorianos da parte do Sr. Emílio, a construção de um gimno-desportivo e uma piscina. De tudo o resto tem um categórico, e passo a citar: “Se ganharmos as eleições veremos”.
Ora bem, se por um lado, e tendo as eleições quase ganhas, se percebe a atitude do candidato, eu próprio era capaz de fazer o mesmo, por outro não percebe a apelidação de tal sessão como de esclarecimento. Vim de lá, igual ao que fui…
A alguns dos membros da lista e apoiantes que por lá vi, já deve ter sido transmitido um programa fantástico, porque ao que eles antes criticavam a falta de projecto, só mesmo assim é que se compreende a sua presença. Esperamos todos ansiosamente e sem ponta de ironia, que o mesmo seja fantástico para bem do Vitória.
Vê-se ali pessoas com valor, e espero sinceramente que se ganharem, ponham todo esse valor e capacidade profissional ao serviço do Vitória. É a grande garantia que nos podem dar. Vê-se também um bocado de altivez e presunção em alguns, que espero que desapareça no caso de serem eleitos.
Aqui, tenho que deixar dois reparos. Estando a sessão marcada para as 21h e tendo os candidatos aparecido as 22.15h, é da boa educação, que pelo menos se peça desculpa e se dêem algumas explicações por tal atraso. Da boca do candidato, também em relação a este assunto saiu zero. O segundo resume-se à intervenção do presidente da junta, que tendo subido ao palco nessa qualidade, depois a confundiu com a de sócio do Vitória. À semelhança da caricatura do nosso Rei. Patético…
A lista C.
A do discurso mais populista, não popular. Começou com a intervenção do futuro vice para o futebol, que para dizer aquilo, mais valia estar calado. Já todos sabemos que não é de Braga, e que tem muito orgulho em ser vitoriano e vimaranense.
Depois o Sr. Rodrigues, à semelhança do que fez o candidato da lista A, debitou o projecto, com meia dúzia de atoardas pelo meio acerca da saída do Sr. Emílio do Vitória. Também não foi para isto que me desloquei a Urgeses. De concreto a criação de um fundo de investimento de jogadores (quando subirmos à 1ª Liga) e pouco mais. Um projecto de formação à imagem do Sporting, é musica para qualquer ouvido “futeboleiro” português neste momento, agora pô-lo em prática…
No painel via-se também pessoas com valor, Vitorianas e Vimaranenses, que seguramente, se forem eleitas, darão o seu melhor ao Vitória. Vamos lá ver se chega…
Aqui também tivemos a intervenção do presidente da junta, que só confirmou a asneira que tinha feito no dia anterior.
Resumindo, se fosse num congresso político, já tinha escolhido a moção em que votaria e a minha indecisão na equipa só se prendia na capacidade das outras listas de pôr essa moção em prática.
E vai passar mesmo por aí a minha decisão. Vou reflectir até amanhã, e o meu voto, porque pró Vitória não consigo votar em branco, vai se decidir pela suposta capacidade das pessoas. Espero sinceramente que não me defraudem, como o Sr. Vítor Magalhães o fez!

E que o Vitória ganhe com tudo isto, e que ganhe no fim-de-semana em todas as frentes desportivas!

Viva o Vitória!

publicada por Pedro Mendes @ 17:41  

0 Comentários:

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page