5.1.07

Cajuda

Já há muito que eu defendia a contratação de Cajuda para treinador do Vitória. Diga-se também que as mais das vezes me encontrava desacompanhado de outros Vitorianos que pensassem como eu.
Foi pois com alegria que o vi chegar ao Vitória e depois de ter lido a sua entrevista no nosso site, há uma coisa que já está mais que confirmada: com ele as banalidades e o "discurso redondo" morreram.
Senão veja-se:

Pensei que a grandeza do Vitória ainda nem sequer me fez concluir que estava na segunda divisão. Tenho que mudar este pensamento depressa porque não quero continuar a pensar que estamos no topo. Não é a situação ideal mas é a real.

Ninguém esperava que o Vitória descesse de divisão. Nunca acreditei que fosse possível e mesmo quando se confirmou fiquei completamente incrédulo. Não sei o que se passou nem quero falar acerca disso. O que sei é que temos que voltar e depressa. Não é depressa, é muito depressa.

O Vitória precisa de mostrar no campo toda a sua grandeza. Não basta dizerem os jornais que o Clube é enorme, o Vitória tem de agir sempre como um grande Clube. Os jogadores têm que perceber que o Vitória é uma equipa odiada na II Liga, no bom sentido. E tem que perceber que lhes faz bem serem odiados, para entrarem em campo cientes de que o normal não chega. Temos que dar mais do que o normal porque as outras equipas vão querer abater de todas as formas o Vitória. Todos vão querer ganhar ao maior. Se os jogadores não tiverem uma atitude mental capaz de representar um grande clube será sempre um fracasso.

Eu tenho um processo muito pessoal no que toca ao lançamento de jogadores. Haverá quem discorde mas eu tenho o meu processo e não me tenho enganado com ele. Irei adoptar um processo antigo mas nisto não tenho medo de ser antigo. Porque agora em Portugal qualquer badamecozito, como se costuma dizer, ao primeiro treino já é uma vedeta. E criam-se tantas vedetas em Portugal que morrem todas com facilidade. Então prefiro ir pelo processo antigo: muito pão para comer, muita chapada para levar, muito desgosto para ter, muitos desejos que não se vão concretizar e depois fazer com que eles apareçam.

Não quero um Vitória à minha imagem porque senão não fica com uma imagem muito boa. Quero um Vitória à imagem do grande Vitória.

Mesmo que os adeptos nos venham um dia a maltratar, os adeptos têm que observar que nós estamos a tentar fazer o melhor. Mas por vezes o melhor não é bom. E mesmo nessas situações nós temos que caminhar para a massa associativa, não podemos fugir dela. Mesmo que os sócios fiquem desiludidos com o nosso comportamento, se nós dermos o melhor nunca temos que ter receio algum. As pessoas são inteligentes e vão compreender. O melhor é caminhar para eles de qualquer forma.

Temos que ser lúcidos. Se eu conseguir que o Vitória suba quero continuar aqui. Podemos até subir e não continuar ao serviço do clube. Mas se o Vitória não subir provavelmente as pessoas vão ficar aborrecidas comigo e não continuarei. Aquilo que há a fazer é cumprir o contrato e o objectivo principal. Depois, logo se vê. Mas a minha vontade é claramente continuar. Já o disse antes. Mas há uma coisa que já ninguém me tira: o privilégio de treinar o Vitória.

publicada por Gregório Freixo @ 12:40  

2 Comentários:

  • Às 05 janeiro, 2007 16:05 , Blogger Jeremias disse...

    Tem razão caro Capitão.
    Cajuda é um treinador experiente,com algum carisma e popular na linha de Marinho Peres ou Quinito.
    Com um bocadinho de sorete e três ou quatro reforços decentes poderá atingir o objectivo.
    Para já gosto do discurso.
    Embora ele tenha de ter cuidado com o termo "badamecozito".
    No clube há quem não aprecie muito a expressão...

     
  • Às 09 janeiro, 2007 11:33 , Blogger Edmur disse...

    Caro capitao..
    Temos homem....
    Cajuda sempre foi o meu preferido desde que Machado abandonou o Vitoria..
    Discurso duro, directo, inteligente..gostei

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page