29.7.11

"BASTA!", digo eu !...

Ora, estamos de acordo, Cascavel. Completamente de acordo!


Sobre o baixar os braços e esperar por dias melhores, é que já nem por isso.


Claro que é muito mais fácil remetermo-nos ao nosso “círculo de conforto”, aguardando que alguém, por nós, nos resolva os problemas, e que torne melhores os nossos dias.


Mas não me parece que seja isso que faz de nós ÚNICOS.


No essencial estamos a ter o mesmo comportamento que tanto censuramos aos outros, por apenas se manifestarem e apoiarem os seus clubes, quando as coisas correm bem.


É nestas horas difíceis que temos de fazer a diferença.


“BASTA !”, digo eu também.


Já basta desta postura de apenas dizer que tudo está mal, quando nada fazemos para que as coisas se modifiquem.


Neste blogue, julgo que será praticamente consensual que esta Direcção está a prejudicar, e de há muito tempo a esta parte, o nosso Vitória.


Estou farto de recolhas de assinaturas que não resultam em nada, ou da fragilidade com que outros (não) defendem listas já completas de subscritores descontentes.


Chegou o tempo de fazer REALMENTE alguma coisa!


E, por isso, eu lanço um desafio a todas as Velhas Glórias, de subscrevermos um pedido para uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para demitir a actual Direcção do Vitória.


Se cada um de nós arranjar mais dez críticos, assumidos e absolutos, desta Direcção, que nos garantam a sua presença no dia dessa AGE, rapidamente reuniremos o mínimo de 120 subscritores necessários.


Entendo eu que esta recolha de assinaturas deveria ser encabeçada pelo nosso Capitão, mas para que não restem dúvidas de que eu estou definitivamente já muito fora do meu “círculo de conforto”, se o Gregório Freixo declinar o desafio que lhe lanço (espero que não!), e se não houver mais nenhum voluntário para levar este desígnio avante, então eu não me importarei de o fazer (pela dificuldade da distância que me separa, julgo que não serei o mais indicado, mas à falta de melhor alternativa…).


E agora, pelo menos agora, seja para concordar, para discordar, ou simplesmente para me mandar dar uma volta ao bilhar grande, espero que TODAS as Velhas Glórias manifestem a sua opinião.


Porque se não o fizermos, não me parece que estejamos a ser grandes vitorianos…


Etiquetas:

publicada por Ibraim @ 16:25  

15 Comentários:

  • Às 29 julho, 2011 17:38 , Blogger Vitor Paneira disse...

    Caro Ibraim,

    Eu assino e lá estarei. O que é demais é erro.

    E por muito que me digam que ainda há pouco esta mesmíssima corja foi ratificada pela maioria dos associados, quero lá saber. Quieto é que não fico!

    Os sócios são, em última instância e sempre assim o será, quem manda no clube. mesmo que se avance para uma AG com esse propósito e os sócios optem por manter o statu quo, que assim seja. Mas chega de laxismo. Creio que nos compete, se assim a nossa consciência o ditar, pelo menos tentar.

    Todos gozam connosco, do presidente ao treinador. Que vão gozar com o raio que os parta.

    Chega!

     
  • Às 29 julho, 2011 18:26 , Blogger CASCAVEL disse...

    Meu caro IBRAIM,
    Para que não restem dúvidas: Eu NÃO subscrevo qualquer pedido para a convocação de uma AGE para destituição da Direcção do VSC.
    O "meu" basta tem, apenas, que ver com o mau futebol praticado pelo VITÓRIA, que se percebe desde a segunda metade da temporada passada (é esta a minha opinião) e que, pela amostra de ontem, não parece terminar.
    Pelo menos para já.
    O "Teu" basta não tem nada que ver com isto.
    Para Ti esta Direcção deve ser afastada por razões que, seguramente, entenderás como legitimas.
    Sobre este ponto encontrámo-nos nos antípodas.
    Eu entendo que esta Direcção, como os restantes Orgãos Sociais, foram eleitos há pouco mais de um ano e, como tal, ainda Lhes falta para cumprir o seu mandato sensivelmente o mesmo período de tempo.
    Não me parece, por isso, oportuno o pedido da sua "exoneração".

     
  • Às 29 julho, 2011 18:48 , Blogger Ibraim disse...

    Caro Cascavel.
    Não vou querer certamente entrar em discussão contigo.
    Tens a tua posição e tiveste a hombridade de a tornar pública, mas confesso que tenho muita dificuldade em compreender que uma pessoa tão razoável como tu possa pactuar com um episódio tão grave como o do Presidente com o voleibol. Não tenho dúvidas que dele não terias conhecimento, mas agora...
    De qualquer modo, esta tua posição já não era novidade para mim. Percebi-a logo logo a seguir à AG de 8 de Julho.
    Seja como for, é a tua posição e eu obviamente respeito-a...

     
  • Às 31 julho, 2011 23:09 , Blogger Jeremias disse...

    Eu estou de acordo com a proposta do IBRAIM.
    Penso que é tempo de passarmos da teoria á prática.
    E não é por causa do(mau) futebol.
    Isso resolve-se mudando de treinador e contratando dois ou três jogadores "decentes".
    É pelo resto.
    1)Pelos negócios de jogadores mal explicados.
    2)Pela "sensação" de que somos um fantoche na mão do mega empresário Jorge Mendes.
    3)Pelos protocolos de conteúdo desconhecido.
    4)Pela subserviência ao Benfica.
    5)Pela falta de capacidade reinvindicatica junto da LPFP e da FPF.
    6)Pelos Orçamentos irrealistas e pelos Relatórios e Contas cheios de pontos duvidosos.
    7)Pelo desprezo a que estão votadas as Modalidades.
    8)Pela catástrofe mediática de que se revestem as aparições dos responsáveis.
    9)Pelos imensos passeios á Argélia, Brasil e outros destinos.
    10)Pela mistura entre negócios privados dos dirigentes e os eventos do Vitória.
    11)Pela forma como somos constantemente afrontados pelo Braga e pelo seu Presidente sem resposta á altura.
    12)Pela vergonha que é impedir o acesso á AG da comunicação social.
    13)Por uma loja do Vitória que é uma vergonha para todos nós tal a carência de produtos vendáveis.
    14)Pela forma estupida e irresponsável como desperdiçamos o acesso á Champions.
    15)Pela insistência num fornecedor de material desportivo que nos envergonha.
    16)Pelo triste espectáculo (tribuna e relvado que não bancadas) que foi a final da Taça.
    17)Pela forma como trajavam os nossos excursionistas na deslocação á Dinamarca mais própria de um excursão turistica do que da deslocação de uma equipa profissional de futebol.
    18) Pela afronta que foi deixarem Soares Dias,á má fila,arbitrar um jogo particular no nosso estádio.
    19) Por uma guerra sem sentido com a Camâra que não tem vencedores mas tem o Vitória como unico perdedor.
    20) Pelo escândalo denunciado pelo Miguel Salazar e que por si só merece a demissão imediata de Emilio Macedo da Silva.
    São vinte razões, mas podiam ser outras tantas, pelas quais no seu conjunto(e algumas como a 20ª individualmente) mais que justificam a demissão destes orgãos sociais.
    Nenhuma tem nada a ver com o futebol jogado, as exibições deprimentes, ou os resultados insatisfatórios.
    O futebol pode ser "guarda chuva" eficaz para muita coisa mas não para o "aguaceiro" que desaba sobre o Vitória.

     
  • Às 01 agosto, 2011 11:29 , Blogger Rui Rodrigues disse...

    existem razões mais que suficientes para uma moção de censura. peca por tardia tal a incompetência de Milo Macedo e dos seus colegas de orgãos sociais.

     
  • Às 04 agosto, 2011 12:06 , Blogger ADEMIR ALCANTARA disse...

    Caro Ibraim,

    Como bem sabes, mas repito-o por ser verdade, tenho por ti muita estima e não só enquanto Vitoriano.
    A minha posição é a de sempre, sou publica e notóriamente contra esta "situação" que tomou conta dos destinos do nosso Vitória com os resultados e sobretudo a atitude gestionária que se vê.
    Sou claramente a favor da saída destes senhores.
    Ora, já me parece uma outra coisa quanto ao resultado de uma AG expressamente convocada para o efeito, e por dois motivos.
    O primeiro, se bem que me pareça pacifico e fácil arregimentar o numero de associados mais do que suficiente para a desencadear, e mesmo que mais dificil, também se poderia constituir uma maioria de descontentes que levasse à destituição.
    Aqui é que radica o principal problema a meu ver, vamos mais uma vez substituir esta Direcção por quem?, por quê? ou vamos confiar cegamente que aparecerá gente capaz de nos satisfazer enquanto Vitorianos?
    A história recente não ajuda nada, os candidatos que tem surgido para a Direcção são a meu ver, ou gente que não tem o Vitória como principal objectivo ou gente incapaz e inapta para o cargo. E a verdade é que os que presentemente lá estão (por vontade da maioria dos sócios que não eu) entram na minha opinião com facilidade em qualquer destes critérios.
    Assim, sem saber se há efectivamente quem pegue no clube com um mínimo de garantias de que não vai para lá fazer pior do que o mal que lá está, não contarão comigo.

    Não vou mais a lado nenhum sem saber com quem e como.
    Se há oposição que apareça, que se organize, que pense o clube de forma colegial e aí, dependendo de quem o faça, evidentemente apoiarei.

    Não retiro uma única virgula de razão a tudo o que quer o Ibraim quer o Jeremias escreveram, mas avançar às cegas, se me perdoam, é o que temos feito mandato atrás de mandato na história recente do clube. Com os resultados que se conhecem.

    Ninguém mais do que eu pretende uma mudança para melhor, mas é necessário pensá-la muito bem, sem factores mais ou menos emotivos pelo meio.

    Basta Já! Também o digo de chegarmos a eleições e dispormos de um leque de candidatos confrangedor onde nem mesmo o mal menor é uma possibilidade de escolha.
    Não pretendo mais uma escolha entre um metalúrgico e um construtor, quero que o próximo Presidente seja um Vitoriano de sempre, não um dos que acordam para se meterem a sócios quando lhes convém.

    Tenho dito, não sei se faz para vocês tanto sentido como para mim, mas é onde me encontro neste momento.

    Abraços e
    VIVA O VITÓRIA!!!

     
  • Às 04 agosto, 2011 12:36 , Blogger Ibraim disse...

    Meu caro Ademir.
    Tal como tu, também eu gosto de pensar que sou uma pessoa de bom-senso.
    Nunca partiria para esta situação que proponho, sem ter garantias de que haveria uma alternativa credível para dirigir o Vitória.
    Claro que também é verdade que aqueles que para mim são credíveis, para ti poderão não ser, mas isso já é uma outra questão, embora não menos importante.
    Também é pública a minha posição (de já há muito tempo) contra esta Direcção, pelos motivos que também já enumerei exaustivamente, e por bastante mais do que uma vez.
    Se nunca eu antes propus uma moção de censura, foi exactamente pelo facto de não ter a certeza que haveria uma alternativa.
    Hoje, eu sei que essa alternativa existe.
    Embora ainda não o tenha assumido publicamente, eu sei que caso esta Direcção seja destituída, o Luís Cirilo avançará como candidato.
    Se será o único a fazê-lo, não sei, mas sei que pelo menos ele o fará.
    Por estar certo que com ele, o Vitória será o clube que nunca foi (para melhor), é que lancei este desafio.
    Caso contrário, NUNCA o faria.
    Um abraço...

     
  • Às 04 agosto, 2011 12:54 , Blogger Ibraim disse...

    "Tenho dito, e repito, que não há candidatos sem eleições marcadas. Está nas mãos dos vitorianos decidirem se há, ou não, razões para anteciparem o acto eleitoral. Na certeza de que o Vitória nunca cairá num vazio directivo. Mais do que isto não posso, nem devo,dizer."
    (Luís Cirilo dixit, a 4 Agosto, no Depois Falamos)

     
  • Às 04 agosto, 2011 13:15 , Blogger ADEMIR ALCANTARA disse...

    Caro Ibraim,

    A minha questão mantém-se pertinente. Na eventual candidatura do Luís Cirilo, facto que desconhecia (mas penso que não cometo nenhuma inconfidência ao revelar que já lhe tinha dito pessoalmente que na minha opinião nas ultimas eleições devia ter sido ele o candidato e não colar-se à imagem de muito duvidosa qualidade do candidato derrotado Pinto Brasil) nada ou pouco conheço de um eventual projecto dele para o Vitória, tirando o seu inegável Vitorianismo.
    Continuo como antes, não conheço ideias em concreto, caminhos, alternativas e protagonistas.
    Se o Luis Cirilo é candidato (ou pré-candidato) atrevo-me a aconselhar que utilize o tempo do mandato desta Direcção (qualquer que ele seja) para dar a conhecer as suas ideias e os rostos da sua alternativa. Assim, evita-se a habitual confusão dos períodos eleitorais, que no meu entender acaba só por ser favorável a quem está.

    Mas cá estou, como sempre para ouvir, e se o entenderem por bem para dar a minha opinião.

    Digam coisas,
    Abraços (e Boas Férias se for o caso...)

    VIVA O VITÓRIA!!!

     
  • Às 04 agosto, 2011 15:38 , Blogger Ibraim disse...

    Ademir,
    Acharias tu porventura que, por muito má que fosse a gestão de LC, era poderia algum dia ser pior do que a actual? De qualquer forma isto nunca seria obviamente um argumento.
    Argumento é a possibilidade que todos nós temos de ler o que o LC escreveu no seu blogue ao longo de anos, registando aquilo que ele pensa do clube, e para o clube.
    Argumento são as ideias de que ele tanto falou no programa "A Bola é Redonda", ou que escreve há tanto tempo na imprensa regional.
    E para além do mais, meu caro Ademir, estás carequinha de saber o que ele pensa sobre, e para, o Vitória.
    A única coisa que falta, serão de facto as linhas programáticas.
    Mas o essencial do seu pensamento já é mais do que público.
    Muito daquilo que integrava o programa da Lista A (nas últimas eleições), faz parte da sua perspectiva para uma futura gestão do clube.
    Claro que eu também concordo contigo quando dizes que ele poderia (e deveria) aproveitar este período para dar a conhecer as linhas programáticas de uma futura candidatura.
    O problema é que LC não partilha desta nossa opinião, e apenas pretende fazê-lo a partir do dia em que os sócios "digam" que querem novas eleições.
    É a perspectiva do LC, que eu não partilho, mas que, como sempre, respeito...

     
  • Às 04 agosto, 2011 15:53 , Blogger Rui Rodrigues disse...

    achei piada´aos argumentos do cascavel e do ademir.porque embora pareçam contraditórios na verdade apontam no mesmo caminho. mais vale esta merda destes orgãos sociais do que apostar numa mudança. não sei se luis cirilo está disponivel para ser candidato a presidente mas se estiver não duvido que terá um enorme apoio porque toda a gente que não anda a dormir conhece bem o que ele pensa sobre o Vitória. bastaria ver o programa do porto canal e ler o que ele escreve nos jornais da terra há anos.
    eu votaria nele sem qualquer hesitação. e só lá em casa são sete votos certinhos. agora eu concordo que alguém declarar-se candidato a umas eleições que não existem num horizonte próximo é tonteria.

     
  • Às 05 agosto, 2011 16:00 , Blogger Pedro Mendes disse...

    Caro Ibraim,

    Estive tentado a não escrever nada, porque sinceramente não apreciei a forma como este assunto foi posto à consideração dos demais. Não vou aqui alongar-me sobre isto, mas um dia, por todo o respeito e amizade, explicar-te-ei pessoalmente a minha opinião.

    Dito isto, e para o que realmente interessa, se quiseres andar mesmo com isto para a frente, conta com a minha assinatura e mais algumas que de certeza arranjarei e com toda a minha convicção que valerá a pena levar isto adiante.

    Um abraço

     
  • Às 05 agosto, 2011 16:18 , Blogger Ibraim disse...

    Confesso que fiquei um pouco baralhado, Pedro.
    Não consigo entender em que parte daquilo que escrevi possa ter melindrado quem quer que seja.
    A minha única intenção foi a de tentar sensibilizar as Velhas Glórias para algo que é minha convicção deveria ser do interesse de todos.
    Por isso, se te melindrei de alguma maneira, a ti ou a quem quer que seja, não era a minha intenção.
    Reconheço, no entanto, que quando escrevi o texto, usei um parágrafo final, que depois de publicado, me pareceu que poderia dar uma ideia errada daquilo que eu pretendia, razão pela qual o corrigi; mas isso foi feito ainda não tinha a publicação 24h.
    Para além disso, fico satisfeito por saber que afinal também podia contar contigo, mas temo que já não valha a pena, constatando o total desinteresse da maior parte dos nossos correligionários...

     
  • Às 05 agosto, 2011 18:09 , Blogger Ibraim disse...

    (publicado por solicitação do Fidélio)
    Estimado Ibraim,
    Sou vitoriano...e apenas vitoriano, desde sempre. Curiosamente, embora me sinta um vitoriano não me sinto completamente um vimaranense embora cá tenha raízes que remontam a uns bons 200 anos. Mas isso tem mais que ver com a minha forma de ser, e agora não me pretendo alongar sobre esse assunto.
    Isto para lhe dizer que, como Vitoriano estou completamente solidario c/o seu "basta"... infelizmente não posso materializar a minha solidariedade por ter-me visto recentemente forçado a não renovar o meu cartão de sócio, por motivos estritamente financeiros.
    Tornei-me portanto daqueles vitorianos que vão ao café ou ouvem o relato pela rádio.
    Não queria, a proposito disto,deixaR de lhe comentar uma ironia que me ocorreu recentemente...embora não tenha renovado o cartão de socio e do meu agregado familiar (com respectivas cadeiras anuais), não recebi nenhum contacto do VSC a perguntar-me porquê, ou a perguntar-me se simplesmente estava distraído em relação ás datas.
    No entanto, fui já abordado 2 vezes na rua (nenhuma delas em Guimarães, entenda-se) com convites para me fazer socio do FCPorto; preocupa-me (enquanto Vitoriano, já que enquanto pai de familia tenho muitas mais e mais prementes preocupações neste momento) ver que o estádio se vai gradualmente esvaziando sem que se perceba a minima reacção da direcção.
    Enfim, basicamente escrevi-lhe para lhe dizer que não está sozinho, mas que infelizmente não posso acompanha-lo (isto de repente lembra uma canção dos Deolinda).
    Fique bem.
    Fidélio

     
  • Às 05 agosto, 2011 18:32 , Blogger Ibraim disse...

    Nem sei bem o que lhe possa dizer, meu caro Fidélio.
    Primeiro que obviamente lamento que a conjuntura económica e financeira actual não lhe permita manter-se sócio do Vitória, como tanto gostaria.
    Depois, que vitorianos e vimaranenses são aqueles que sentem o clube e a cidade como verdadeiramente seus, independentemente do local onde possam viver. Eu próprio já não vivo (infelizmente) em Guimarães há mais de 20 anos, e não é por isso que me sinto menos vitoriano ou menos vimaranense.
    Um dia, quando a vida mo permitir, hei-de voltar...
    Quanto à nossa bendita Direcção, que mais lhe poderei dizer?
    Posso simplesmente dizer-lhe que do mesmo modo que nós os dois, não vivendo em Guimarães, não somos menos vitorianos ou vimaranenses, também esses senhores Directores, pelo facto de lá viverem, não serão mais vitorianos ou vimaranenses do que nós.
    Se eles vivessem o clube e a cidade como nós, talvez a realidade do Vitória pudesse ser bem diferente.
    Resta-nos esperar... até Abril de 2013, isto com a esperança de que até lá as pessoas possam finalmente abrir os olhos...

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page