22.3.10

Blogue

A propósito dos últimos posts e comentários do Edmur e do Jeremias, queria dizer duas ou três coisas.
Como alguns saberão, estes nossos dois colegas de balneário envolveram-se activamente na campanha que culminou no acto eleitoral do último sábado.
Acredito, em função do resultado eleitoral, que estejam decepcionados com o mesmo e até um pouco desalentados.
Este resultado deve merecer da parte de todos uma atenta reflexão e pode até, admito, fazer com que alguns reequacionem a participação neste blogue.
Pessoalmente, já há muito que venho matutando sobre se existe razão de ser para continuarmos a manter o mesmo, sobretudo dada a confessa falta de motivação que venho sentindo a propósito de escrever coisas sobre o nosso Vitória.
Entendo, contudo, que o blogue se deve manter para aqueles que entendem ter algo a dizer ou a acrescentar sobre a vida do nosso clube o venham fazer. O D. Afonso Henriques continua a ser um fórum que, em minha opinião, faz falta.
Dito isto, não obstante perceber o porquê das atitudes assumidas pelo Edmur e pelo Jeremias, creio que as mesmas não se justificam. Não se justificam, por um lado, porque não acho que a mera derrota eleitoral e a forma como decorreu a campanha seja justificação para se deixar de querer fazer parte desta equipa; e também não se justificam, por outro lado, porque o facto de alguém que não um de nós escrever o comentário que escreveu (que, recorde-se, neste blogue não estão sujeitos a aprovação prévia) não transforma este blogue num sítio onde "a calúna tem terreno fértil para ser semeada". Devo dizer, aliás, que fiquei bem mais incomodado com essa frase do Jeremias do que com a de outrém que não conheço e que se limita às generalidades tão óbvias e tão irritantemente típicas do nosso povo (é tudo um bando de malandros, ide mas é trabalhar etc, etc, metendo tudo no mesmo saco... enfim...).
Termino dizendo que tenho muita pena se o Edmur e o Jeremias concretizarem a vontade que aqui anunciaram. Tenho pena porque gosto de ler o que escrevem, porque são autênticos vitorianos e porque de um sou amigo há 30 anos e porque com o outro mantenho uma amizade que nasceu justamente neste blogue.
Agora, isto é como eu já disse a outros em várias ocasiões há uns tempos atrás: que niguém fique por aqui contra a sua vontade. Ou bem que há vontade de pertencer à equipa, ou bem que não há.
Mas espero sinceramente que haja.

publicada por Gregório Freixo @ 19:24  

10 Comentários:

  • Às 22 março, 2010 20:32 , Blogger Ibraim disse...

    Confesso que estou pouco menos do que siderado.
    Tenho-vos aos dois, Jeremias e Edmur, como duas pessoas razoáveis e sensatas.
    Compreendo a vossa indignação, mas a reacção parece-me desproporcionada.
    Espero que o tempo e a reflexão vos traga uma outra perspectiva da situação.
    E espero, porque também eu gosto de partilhar este espaço com grandes vitorianos, como vocês acabaram de provar que são...

     
  • Às 22 março, 2010 22:52 , Blogger ADEMIR ALCANTARA disse...

    Eu assino por baixo e remeto para os comentários que fiz às reacções de ambos.

     
  • Às 23 março, 2010 11:10 , Blogger CASCAVEL disse...

    Eu também fiquei surpreendido com os comentários do Edmur e do Jeremias.
    Acho que, um e outro, não passam de desabafos "pós- eleitorais", até porque o VITÓRIA continua já a seguir.
    Para os que se empenharam activamente nestas eleições, para aqueles que "apenas" foram votar, para os que só sabem criticar (muitas vezes lamentavelmente apenas insultar), para os que apenas querem ver o clube a jogar e, sobretudo, a ganhar e por aí fora.....
    Ou seja, continua tudo aa mesma.
    Daí que, existindo o "D. Afonso Henriques" APENAS porque existe o VITÓRIA e porque todos nós, sem excepção, adorámos o clube, não vejo qualquer sentido para que o blog termine e, nesse sentido, também não vejo qualquer fundamento para que existam "desistências" no DREAM TEAM.
    Escrevámos muitas ou poucas vezes e tendo que "aturar" os disparates que qualquer um de nós, ou outros que por cá passam, "postem".
    Foi sempre com este espírito que, desde o inicio e após sugestão do CAPITÃO, comecei a participar neste espaço de opinião, debate e, acima de tudo, "convivio Branco".
    E parece-me que o que está a faltar é precisamente isso. Um convívio.
    Daí que sugiro a marcação de jantar para os próximos dias, apelando à participação de todos aqueles que escrevem, ou escreveram, no "AFONSO HENRIQUES" desde a sua génese.
    Era giro juntar a equipa toda passados meia dúzia de anos da sua criação.
    Para o dia do repasto aponto o fim de semana da Pascoa: sexta ou sábado.
    Que tal??????

     
  • Às 23 março, 2010 11:14 , Blogger Vitor Paneira disse...

    Caros Edmur e Jeremias,

    Comentários anónimos na blogosfera valem pouco mais que zero. E generalizações quanto ao carácter de quem quer que ouse tentar fazer algo mais que a nacional porreirista maledicência neste País são - diz-vos quem já por várias vezes as sofreu na pele, inclusive no acto eleitoral de há 3 anos, quando como vocês os dois, por também ter sido parte integrante de uma das listas optei por aqui não escrever nada que pudesse influenciar quem quer que fosse - do mais tuga que há.

    Sempre neste blog se assistiu a inflamadas discussões, mas dentro de um espírito do mais vitoriano que por aí anda. Inclusive aquando da minha entrada "de carrinho" neste blog, a picardia com o Edmur foi de antologia. Mas por cá continuamos, mais ou menos activos.

    Posto isto, tende mas é juízo!

     
  • Às 24 março, 2010 01:43 , Blogger Paquito disse...

    Queria também dizer algo sobre isto.

    Em primeiro lugar, subscrever na íntegra o excelente texto do nosso capitão, com o qual concordo de uma ponta à outra, vírgula a vírgula. Tens de facto um dom de fazer sínteses como poucos, por isso limito-me à adesão à integralidade do que disseste.

    Designadamente no que respeita à injusta generalização do comentário em causa e, em igual proporção, ao momento pós-eleitoral que porventura explica atitudes menos reflectidas.
    Eu penso que o comentário foi infeliz. Por generalizar, por atirar a esmo, por ser injusto com quem se "atira" para uma candidatura, seja em que lugar for, por ser infeliz e agressivo, embora não tanto ofensivo.
    Mas também creio, honestamente, que o verdadeiro móbil das reacções foi o resultado, ou mais exactamente uma certa desilusão com o mesmo. Que é compreensível embora não creia que justifique as atitudes anunciadas. Eu sou daqueles que não gosto de perder nem a berlindes, e na vida já me fartei de ganhar e perder (inclusive no Vitória), como vai continuar a suceder, para os dois lados.

    As minhas razões acerca de cada uma das candidaturas foram aqui expostas detalhadamente. Aliás, sentiu-se a certa altura ser este um blogue de "pensamento único", um blogue de apoio à lista A, o que sinceramente me pareceu apoucar a tradicional independência e livre-pensamento que sempre caracterizou este blogue. Torná-lo num blogue de facção (e atenção que não acuso ninguém de o ter tentado fazer, porque não senti que isso tivesse sucedido) seria o pior que se lhe podia fazer, e foi mais isso que motivou que tivesse regressado aos comentários, porque como não tinha opiniões em tudo concordantes com a grossa maioria, vim para não tornar este blogue de sentido único.

    No dia das eleições, noutro local que não o pavilhão, falei abertamente com o meu amigo Edmur, trocamos impressões nem sempre concordantes (embora quase sempre), ambos compreendendo e respeitando as posições um do outro.
    E assim é que é bonito, e deve continuar a suceder.

    É esse o meu repto.

     
  • Às 24 março, 2010 20:14 , Blogger Miguel disse...

    parte 1.

    Confesso que não sei por onde começar! Penso que a parte da identidade será o mais importante:

    Posso ter passado despercebido a maioria dos “atletas”, mas é com alguma frequência que escrevo neste que para mim é o melhor blogue de Vitorianos. Quer em termos de conteúdo, quer em termos de espírito Vitoriano, sentido crítico e nível das intervenções. Identifico-me com o meu nome e com o nome de uma velha gloria que a seguramente todos se lembram. Miguel (e era conhecido, sem nome de família) jogou na década de 80 (creio que 86/87) e foi o meu primeiro jogador preferido do Vitória, apenas porque tinha o meu nome, era eu ainda muito novo. Houve no blogue uma velha gloria que num comentário meu perguntava se “Miguel” seria esse Miguel “velha glória”. À data não respondi na esperança que mais alguém comentasse sobre o assunto, mas não surtiu efeito. E segui comentando aqui e ali…
    A blogoesfera tem destas coisas. Falsa identidade, pseudónimos, anonimato enfim. Mas eu, apesar de tudo, até me identifiquei com o meu nome próprio. Não vejo necessidade de maior identificação, uma vez que pelo que me apercebi nenhuma das velhas glórias escreveu sob o seu nome próprio e apelido, certo? Para terminar esta questão, posso-me identificar, sem problema nenhum, (apesar de o Jeremias até já ter dito que não tem vontade em saber quem sou, o que eu respeito) mas preferia fazê-lo pessoalmente, já agora, para poder dar a cara também.
    Em relação as minhas intenções escrevo sobretudo quando tenho tempo e até agora (talvez o motivo de ter passado despercebido) nunca criei confusões, nem mal entendidos, nunca usei linguagem desapropriada nem qualquer outra forma de "achincalhanço". Aceito que o meu comentário em causa, possa ter sido ofensivo uma vez que os 22 cidadãos em causa poderão ter sido injustamente acusados, e se sintam ofendidos, por um de muitos “Migueis”, com quem de todo pretendo parecer ou ser identificado como. A esses 22 deixo o meu sincero pedido de desculpas.

     
  • Às 24 março, 2010 20:14 , Blogger Miguel disse...

    parte 2.

    E explico o que pretendia dizer:
    As expressões que utilizei (certamente também de forma, se não injusta pelo menos admito que talvez exagerada) eram direccionadas – exclusivamente – aos candidatos a presidente. E isto não é conversa para minimizar efeitos, eu como a maioria dos Vitorianos, pensou nos candidatos e nos seus atributos ou falta deles, quando decidi o meu sentido de voto (até tenho um parente meu numa das listas que eu supostamente procurei insultar!). Até estive para votar no Pinto Brasil, mas uns diziam-me “ele é um aventureiro, é isto, é aquilo”, por outro lado, no Milo recusava-me a votar por eu próprio achar que ele “era isto e era aquilo”, por isso optei por votar em branco (como fez uma grande parte das pessoas com quem falei e 7% dos sócios que foram votar). Mas votei em branco revoltado, senti-me frustrado por ter que votar em branco, senti-me frustrado por nenhum dos candidatos (e é importante reforçar os candidatos) me merecer a mínima confiança. Por isso disse na altura que os sócios não mereciam ter que optar entre aqueles dois candidatos.
    Por isso, que fique claro, embora exageradas as expressões utilizadas dirigiam-se apenas aos candidatos, e eram apenas o fruto da minha frustração por não “poder” votar em ninguém. E como sou humano, deixei-me envolver por essa frustração sem pensar em consequências nem ofensas nem nada disso. Vejo agora que fui irreflectido. Mas não era minha intenção ferir ninguém, apenas desabafar.

    É a opinião de um de muitos Vitorianos que não se revê na figura de nenhum dos candidatos e sobre ambos têm opiniões.

    Para terminar. Nunca pensei que um comentário tão pouco “palpável” (o meu) pudesse causar tamanha revolução, nem sequer era esse o objectivo. O objectivo era somente mostrar o meu desagrado e desconfiança em relação às duas candidaturas, desconfiança essa que se mantém intacta, e ao mesmo tempo dizer que ia votar em branco. Nunca pensei que “as glórias” mais activas do blogue se retirassem por um comentário de, um de muitos “Migueis”. Espero que reconsiderem e que não saiam, pela saúde do Blogue e pelo bem do Vitória, porque afinal de contas até é público que “a máquina” do Vitória consulta com frequência o blogue e inclusive segue alguns conselhos que por aqui vão sendo dados. Constou-me!

    Assim sendo, prometo não mais escrever uma vírgula que seja, para que o blogue possa prosseguir o caminho que até aqui foi tendo. Já sei que não será tal atitude que vos demoverá da decisão, mas qualquer das formas…

    Continuação de bom trabalho.
    VIVA O VITÓRIA

    Miguel

     
  • Às 26 março, 2010 16:35 , Blogger Capucho disse...

    Vá, deixem-se lá disso! A vossa presença aqui é importante, a vossa opinião aqui é importante, e quem sai a ganhar com vocês aqui, é o Vitória!

     
  • Às 26 março, 2010 21:39 , Blogger Jeremias disse...

    Creio que ás vezes no calor dos acontecimentos todos nos excedemos um pouco.
    É da natureza humana.
    Pessoalmente não me deixo afectar minimamente por vitórias ou derrotas (embora prefira claramente as primeiras como é óbvio)mas já não posso dizer o mesmo quando o que é posto em causa é o bom nome a que julgo ter direito.
    E acho que nestas eleições do Vitória se extravasaram largamente as marcas em termos de acusações e insultos ás pessoas que integraram ambas as listas.
    Daí a minha indignação com o comentário posto no nosso blog por um "Miguel".
    Pareceu-me totalmente injusto e despropositado ainda para mais numas eleições para a direcção de um clube em que é muito mais o que nos une do que o que nos separa.
    Esse "Miguel" vem agora em novo comentário explicar as razões do que escrevera sobre as listas candidatas.
    E embora ache que não devia ter escrito o que escreveu anteriormente,considero que as explicações dadas são sérias, honradas e para mim suficientes para encerrar o assunto definitivamente.
    Razão pela qual acho que deviamos seguir o sábio conselho do CASCAVEL e marcar uma jantarada das antigas de molde a relançarmos o blog.
    COm ovos verdes e convidando "este " Miguel como prova da inexistência de qualquer mal entendido.
    Se calhar até vou gostar de o conhecer.

     
  • Às 01 abril, 2010 11:57 , Blogger N'Dinga disse...

    Ora assim é que se fala, Jeremias!

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page