23.11.09

E VENHAM OS PRÓXIMOS!

Contra todas as expectativas, o VITÓRIA foi à Luz eliminar o benfica da Taça de Portugal.
Paulo Sérgio montou uma estratégia que resultou em pleno e aniquilou, por completo, o auto proclamado "guru" da táctica, Jesus. Há gente que se leva demasiado a sério....
O VITÓRIA esteve sinplesmente brilhante durante a primeira parte, dominando-a claramente, fruto principalmente de uma defesa isenta de erros, um meio campo pressionante quando não tinha a bola e criativo quando partia para o ataque e um contra-ataque endiabrado, fruto das (excelentes) traingulações entre o Desmarrets (em garnde forma), Assis e Targino, que desconcertaram a defesa encarnada.
Marcou um golo num excelente cabeceamento do Lazaretti, apesar de, nas palavras dos comentadores e "paineleiros", ter sido uma falha monumental da defesa lampiã.
Ao contrário, todos sabemos, era (mais) um lance de laboratório do "mago" Jesus, treinado até à exaustão no centro de treinos do Seixal, aquele que, como os do porto e do sporting, foram pagos com o dinheiro público da CGD ou outras emprezas do género. Portugal no seu melhor.
Na segunda parte o benfica, a perder e como era previsível, atacou mais e, também como já é da tradição, foi empurrado por uma arbitragem absolutamente tendenciosa com decisões, principalmente no aspecto disciplinar, altamente parciais, que ajudaram a encostar o VITÓRIA para trás.
Ainda assim, por duas vezes (livre de Moreno e lance de Desmarrets) o VITÓRIA podia ter ampliado o score.
No entanto, os jogadores do VITÓRIA, apesar de assistirem ao inclinar do campo contra a sua baliza, nunca perderam o descerenimento e, com grande galhardia, abnegação e bom futebol, lá conseguiram terminar o jogo sem sofrer golos, apesar das sucessivas faltas assinaladas junto da nossa área.
Começo a apreciar muito o Paulo Sérgio.
Não só pela forma como coloca a equipa a jogar (tirando o jogo de coimbra, tácticamente tem sido perfeito, transmitindo a ideia que conhece perfeitamente todos os adversários) mas, acima de tdudo, pelo discurso altamente rigoroso e profissional que apresenta.
Ontem, no fim do jogo, esteve igual a si mesmo.
Sereno na análise e, acima de tudo, com uma ambição que me aprás registar, não se contentando com o "feito" acabado de alcançar, pelo contrário, passou a mensagem que, na competição, o caminho ainda está distante de estar concluído.
Espera-se que a equipa perceba a mensagem e já agora que a sorte, no próximo sorteio, nos acompanhe.
OS MELHORES:
1. NILSON.
2. LAZARETTI.
3. DESMARRETS.

publicada por CASCAVEL @ 11:28  

5 Comentários:

  • Às 23 novembro, 2009 12:56 , Blogger Jeremias disse...

    O jogo de ontem confirmou,essencialmente,três coisas.
    Em primeirissimo lugar que o Vitória tem um bom plantel,com soluções para todos os lugares,que só agora começa a render.
    Em segundo lugar,e pouco importante,que o SLB está muito longe de ser imbativel quanto mais uma grande equipa como a imprensa propagandeia.
    Em terceiro lugar que Paulo Sérgio esteve muito bem na organização da equipa dando uma verdadeira lição ao mestre da táctica!
    Gostei de vários aspectos da nossa equipa.
    Do facto de ter iniciado o jogo com quatro produtos da formação (Flavio,Moreno,Targino e Custódio)e sete portugueses no onze inicial(acrescem aos citados os nomes de Assis,Sereno e Joao Alves)o que é rarissimo no futebol português.
    E ainda entraram mais dois portugueses (Alex e Milhazes)um dos quais também "feito" no clube.
    Gostei também excelente exibição global da equipa,muito bem a defender e a segurar a bola,sem qualquer receio do adversário e sempre de olhos postos na baliza adversária.
    E,é preciso dizê-lo,dois jogadores houve cuja exibição deve ser salientada porque não tem sido própriamente dos mais em evidência nos ultimos tempos.
    Custódio por quem só "deu" uma pessoa no estádio da Luz;precisamente Aimar!
    Que fora os livres nem cheirou a bola.
    E Moreno autor de uma exibição irreprensivel a defender e a entregar a bola jogável.
    Foi pena aquele palmo ao lado no livre que seria a cereja em cima do bolo de uma excelente exibição.
    Não foram a minha escolha para os melhores em campo mas podiam perfeitamente ter sido.
    Os melhores:
    1)Nilson
    2)Gustavo
    3)Targino

     
  • Às 23 novembro, 2009 13:31 , Blogger JC disse...

    Está mais ou menos tudo dito.

    1. Nilson (bolas, é claramente o melhor guarda-redes a actuar em Portugal);
    2. Desmarets;
    3. Gustavo

     
  • Às 23 novembro, 2009 22:55 , Blogger Paquito disse...

    Algumas notas, porventura não adicionais:
    1 - Dou o braço a torcer pelo Paulo Sérgio, que demonstrou maturidade táctica, assim vencendo o jogo
    2 - Não concordo com o Jeremias quanto à questão das soluções para cada posição, designada e essencialmente no que respeita ao defesa esquerdo (e relembro que pagamos, repito, pagamos € 300.000 por um daqueles artistas)
    3 - O que mais me agrada do jogo é verificar que, ao cabo de sensivelmente um mês, já começamos a ter equipa e a sentir trabalho do treinador. Estes resultados são essenciais para afastar uma das nossas maiores dificuldades até aqui que se prendia com a vertente emocional; sentirem-se capazes é meio caminho andado
    4 - Constatemos que nos últimos 2 jogos vencemos ao 1º classificado (que nunca tinha perdido) e ao alegadamente invencível Benfica, que perdeu pela primeira vez em casa onde tem despachado os adversários com goleadas. Antes destes jogos, fomos derrotados sem apelo nem agravo pelo último classificado do campeonato, treinador por esse brilhante treinador que parece que só ganhou ao Vitória
    5 - Consequência deste último ponto, este é o grande desafio do Vitória: regularidade exibicional. Uma equipa que ganha categoricamente ao braga e na Luz ao Benfica não pode agora levar 3-1 em Olhão ou ser cilindrada em qualquer campozeco, como sempre nos acontece. Claro que isso não significa que tenhamos que ganhar os jogos todos, mas exige-se que não tenhamos alguns resultados e sobretudo exibições como os de Coimbra.

    Melhores:
    1 - Nilson: subscrevendo o JC)
    2 - Targino: um pulmão e uma capacidade física invejáveis
    3 - Gustavo Lazzaretti: prémio pelo golo e por toda a defesa pelo que aguentou brilhatemente

     
  • Às 26 novembro, 2009 12:02 , Blogger Helen disse...

    Bom blogue... estou a lê-lo pela primeira vez.. i like it:)
    relativamente à vitória sobre o Benfica, só demonstra que o Vitória tem "material" para obter bons resultados, faltava alguém com mão pesada que impusesse disciplina. A ver o que o futuro nos traz, mas estou confiante no Paulo Sérgio e acredito que muitas felicidades desportivas nos irá trazer!Resta agora o presidente abrir os olhos e adoptar uma politica de renovações e contratações diferente, de forma a que de futuro não se ande a pedir por favor para os atletas ficarem porque não se apresentou uma proposta de renovação mais cedo!

     
  • Às 26 novembro, 2009 16:29 , Blogger Saganowski disse...

    O passado domingo terminou de forma bastante agradável!

    Não foi SÓ por termos ganho ao Benfica! Foi também porque o Vitória ganhou na Luz (onde o Benfica ainda não tinha perdido e onde costumava aplicar goleadas a quem por lá aparecia!) e porque eliminou a “passarada” da Taça. Em relação a isso, não sei porquê, mas estou com um feeling que este ano o Benfica vai dar muita importância à “Taça da Cerveja”, talvez por ser a única coisa que ainda pode ganhar este ano… Se as coisas lhe correrem bem, visto que vai ter de levar connosco outra vez!

    Em relação ao jogo, o Vitória voltou a fazer uma excelente primeira parte, anulando por completo todas e quaisquer possibilidades de construção de jogo à “passarada”! Aimar? Saviola? Jogaram? Não os vi…
    Marcámos um golo num excelente cabeceamento do Gustavo, que deu muita azia a muitos “paineleiros” da TV. Tive um particular gozo ao ver a cara de azia do Gabriel Alves (grande comentador benfiquista). Já para não falar nas inúmeras repetições do lance do golo. Primeiro repetiram vezes sem fim para tentarem descortinar uma falta do Flávio sobre o Coentrão. Como não conseguiram arguir nada contra, viraram-se depois para a posição do Gustavo. Mais umas quantas repetições para tentarem provar que ele fez falta sobre o Javi Garcia, mais uma vez sem chegaram a qualquer conclusão. Só me ri, de ver tanto desespero para procurarem ter razão!

    Na segunda parte, aguentamos o resultado, com muita galhardia, mas há que dizer que se fossemos a prolongamento..ai ai… (é que, quer queiramos quer não, o Vitória não tem um banco em condições…)

    Relativa mente ao homem do apito, mais uma arbitragem tendenciosa deste senhor, como sempre grande ajudante do Benfica, não se coibindo de amarelar a torto e a direito os brancos e esquecendo os vermelhos. Já para não falar no prolongamento dos descontos…se calhar para tentar que marcassem, nem que fosse à meia-noite menos vinte! Enfim, pateta e patético!

    Quanto ao resto, concordo especialmente com o ponto 5 das observações do Paquito: o próximo passo é a regularidade exibicional e de resultados.

    Os melhores:
    1.Nilson (Imperial, mais uma vez!!! Convoca também este, ó Queiroz!!!)
    2. Gustavo (excelente na sua função e no ataque)
    3. Targino (mais uma exibição cheia de vontade e pulmão, com alguns pormenores interessantes e algumas melhorias em alguns aspectos)

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page