9.5.08

O EVANGELHO SEGUNDO O SINDICATO

Deixo este post apenas para felicitar o comunicado que há momentos li da Direcção do Vitória acerca daquele espectáculo grotesco protagonizado por essa não menos grotesca figura que é o Presidente do Sindicato dos Jogadores.
Não satisfeito com o "tempo de antena" que lhe foi concedido pelo Boavista há 3 semanas, este Presidente do Sindicato dos Jogadores apanhou-lhe o jeito, e quer continuar na ribalta.
Então ontem, dá uma conf.imprensa para exibir os clubes que têm salários em atraso, para concluir liminarmente que só FCP e SLB são cumpridores.

Dois comentários:

O primeiro para dizer que a existência de salários em atraso é mau sinal. No entanto é infelizmente o que se passa neste país em diversos sectores de actividade.
Mas se se trata de jogadores de futebol, que trabalham de sol a sol, em condições desumanas e com vencimento miseráveis, cai o Carmo e a Trindade!
Depois conclui ainda este Joaquim Evangelista que só 2 clubes cumprem em Portugal, donde, deveriam descer todos de divisão e ficar apenas aqueles dois, subiam outros tantos e depois íamos ter o Merelinense na 1ª Divisão a pagar ordenados àqueles que ele representa. Realmente, deviam mesmo descer todos para ver se, eventualmente, os atletas que ele representa ficariam mais satisfeitos.
Acho este espectáculo forçado, e sobretudo dispensável se houvesse algum respeito por aqueles milhares de trabalhadores que no nosso país passam por situações de superior gravidade e não têm a visibilidade reivindicativa que estes profissionais têm.

Em segundo lugar vem a leviandade.
Quando o ouvi a falar pensei logo que era impossível ele não ser processado por alguns dos clubes referidos. Para mais quando com aquela ligeireza atirou um chorrilho de nomes todos alegadamente incumpridores.
Ora dá-se o azar de que o Vitória, como aliás grande parte das empresas nacionais, paga ao dia 8 de cada mês quando ele fez a conf.imprensa no dia 7.
Azar…
O senhor não ponderou essa possibilidade?
Teve a coragem de deitar na lama todos aqueles nomes de instituições quase seculares no nosso país, em 2mn de fama televisiva, sem tampouco verificar junto daqueles que alegadamente representa se eles se consideravam com salários em atraso?
Como é possível alguém ser irresponsável a este ponto?
Possível é, e quanto a isso, teve o Vitória a melhor reacção que um clube podia ter tido. Manifestou que o vai accionar, num comunicado assinado pela Direcção, treinador e capitão (em representação dos jogadores)

Até se podia perguntar: se o capitão assina este comunicado, que jogadores do Vitória representa o senhor Evangelista?
Algum foi abordado?

Espero e desejo que o pedido indemnizatório seja substancial.
Anseio que outros sigam o exemplo do Vitória.
Para acabar com esta paródia d’O “Evangelho segundo o Sindicato”…

Etiquetas: ,

publicada por Paquito @ 00:41  

5 Comentários:

  • Às 09 maio, 2008 09:47 , Blogger vitor disse...

    caro paquito,
    admitindo que o guimarães não tem salários em atraso, e eu acredito que o guimarães seja cumpridor, tal como alguns outros clubes, a verdade é que a maior parte das equipas da bwin não paga salarios, e alguns têm 4 meses de salarios em atraso...equipas como o leiria ou o paços merecem mais ficar na primeira do que por exemplo o estrela ou o boavista....uns pagam e descem, outros tapam os olhos de toda a gente, fingem que têm dinheiro e vão-se arrastando de ano para ano...isso é concorrência desleal e deve ser punido...

     
  • Às 09 maio, 2008 10:41 , Blogger Saganowski disse...

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • Às 09 maio, 2008 10:43 , Blogger Saganowski disse...

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • Às 09 maio, 2008 11:18 , Blogger Pedro Mendes disse...

    Eu, tal como o Paquito, fiquei surpreendido com a notícia. Aguardei pelas reacções e constatei, que o Evangelista, conforme eu suspeitava deu um tiro no pé.
    Parece-me razoável que se denuncie estes casos, ainda antes de o campeonato acabar, para que se tomem medidas em tempo útil com vista a banir de uma vez por todas estes incumprimentos para com os trabalhadores. Acho, sinceramente, que o argumento de os jogadores ganharem muito e trabalharem pouco não cola! Merecem, como qualquer outro trabalhador que receba o salário mínimo receber a tempo e horas! São as condições contratuais que existem e como tal devem ser cumpridas.
    Agora, onde o Evangelista pecou, foi na informação que reuniu, englobando por isso clubes cumpridores (com acordos com os jogadores para pagar em determinado dia do mês) e não cumpridores (clubes com mais de um mês de atraso nos seus salário) no mesmo saco.
    E para além de manchar o bom-nome dos cumpridores, conseguiu com isso desviar toda a discussão do cerne da questão: os que não pagam!
    E estes devem ser de uma vez por todas sancionados por estas atitudes.
    Que verdade tem um campeonato, onde equipas vão buscar reforços em Janeiro e depois não pagam os três meses finais dos contratos em contraponto com equipas que são realistas e não fazem aquisições no Natal mas cumprem até ao último tostão com os seus atletas?
    Que verdade tem um campeonato, onde equipas montam um luxuoso plantel no inicio da época que depois não podem pagar, competindo com equipas com um orçamento mais modesto mas que honram os seus compromissos?
    Resumindo, o Grito de Ipiranga do Evangelista, tinha que ser dado!
    Da forma como foi feito, vai resultar em discussões estéreis durante duas semanas, e no fim, o que realmente devia ser discutido, vai para a gaveta e fica tudo na mesma!
    Típico do futebol português!
    Ah, e o Vitória têm que obviamente accionar este senhor, por ter enlameado o bom-nome do nosso clube sem razão.

    Saudações Vitorianas

     
  • Às 09 maio, 2008 13:03 , Blogger Jesus disse...

    À PROCURA DA FAMA!
    Basicamente é isto que a alimária pretende conseguir.
    Pegou num argumento real, a lei impõe o pagamento até ao dia 5 de cada mês (facto incontestável) e que qualquer acordo verbal ou escrito em sentido contrário não tem valor legal.
    No entanto sabia que vários clubes pagam escrupulosamente até dia 10 (o 'tórinha até dia 8) e alguns até dia 20.
    Toda a actividade económica (e estou farto de o ouvir dizer que o futebol profissional é isso) é também feita de acordos tácitos, cedências pontuais, etc, entre as partes, que pretendem agilizar essa mesma actividade. Isso costuma estar directamente relacionado com os encaixes financeiros, nomeadamente as datas de entrada dos patrocionios/publicidade.
    A lei/data acima referida existe porque, para os incumpridores, é necessário começar a contar prazo para acções judiciais, rescisões, juros, etc.
    De acordo com o palerma, quem deixou passar um dia passou a ser relapso, vigarista, deveria ser punido, quiça enforcado.
    É pura sede de protagonismo. Ele proprio afirmou (já não sei se na RTP N ou na SIC noticias) que queria escândalo. Ele sabia que se falasse só no dia 11 já teria cerca de 10 clubes com os salários pagos e não haveria impacto.
    Será que os jogadores querem ser associados a alguém que apenas quer aparecer seguindo o lema "o que interessa é ser visto, não interessa pelo quê?"?
    Mudando de assunto, contrariando uma onda inexplicável de "atirar a toalha ao chão" que estranhamente tenho lido em alguns dos post's, espero segunda feira exibir com orgulho uma camisola com os dizeres, plagiados aqui do vosso blog, "DA SEGUNDA PARA SEGUNDO" (e senão, continuarei fiel ao meu/nosso Vitória).

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page