30.12.10

Renovações

Neste final de ano civil há duas renovações contratuais que estão na ordem do dia.
A de Manuel Machado e a de Nilson.
Comecemos pela primeira.
MM é o treinador de Emílio Macedo.
Para o bem e para o mal o presidente do Vitória nunca escondeu a sua preferência por este treinador ao ponto de,convém lembrar, aquando da sua eleições em 2007 logo terem circulado rumores de que substituiria Manuel Cajuda pelo actual treinador do clube.
Os resultados de Cajuda nesse resto de época e na seguinte não o permitiram mas a verdade é que mal foi possível o presidente vitoriano contratou o treinador.
È uma opção respeitável.
E defensável.
Porque MM é um técnico com curriculum, inclusive no Vitória, e está no lote relativamente restrito dos melhores portugueses a treinarem em Portugal.
A sua renovação surge,pois,como natural.
E feita no tempo certo.
De molde a não misturar finais de época com renovações contratuais.
Nilson é um caso diferente.
Está no Vitória há seis anos e sempre com elevadíssimo rendimento.
Um atleta exemplar dentro e fora do campo.
Aos 35 anos, para mais sendo guarda redes,é perspectivável que jogue mais três ou quatro anos ao mesmo nível.
Não percebo a dificuldade em renovar o contrato ainda para mais sabendo da sua vontade em ficar.
E ainda menos percebo que se queira renovar apenas por um ano.
Acho injusto e ingrato.
E cito exemplos como Van der Saar, Zanetti ou Inzaghi.
Todos mais velhos que Nilson.
Um com 40 anos é titular do Manchester United.
O outro,aos 37 e defesa/médio, renovou mais dois anos com o Inter.
O terceiro, com 37 e ponta de lança (lesionado para meses),renovou mais um ano com o Milan.
Clubes diferentes e mentalidades "diferentissimas".
Anuncia-se agora a contratação,em pleno período negocial com Nilson, de um guarda redes brasileiro de curriculum modesto.
Nem vou discutir se era ou não (eu acho que não) necessário contratá-lo.
Com Cláudio Ramos e Assis a rodarem bem noutros clubes e Serginho a dar garantias mínimas, a renovação de Nilson por três anos permitira uma transição interna de baliza sem problemas.
O que esta contratação é, isso sim, é deselegante.
Porque configura uma pressão sobre Nilson que não faz qualquer sentido.
É pena esta dificuldade, aparentemente intransponivel, de no Vitória se dar uma no cravo(MM) e outra na ferradura(Nilson) sem conseguir passar para lá deste paradigma!

publicada por Jeremias @ 00:25  

3 Comentários:

  • Às 30 dezembro, 2010 16:59 , Blogger Vimaranes disse...

    Perfeitamente em sintonia com o que diz sobre a renovação de Manuel Machado. Já quanto ao assunto Nilson, concordo com parte, discordo da outra parte. Ou seja, é também quanto a mim obrigatório que se renove com um guarda-redes de inegável qualidade, que vale pontos, e tem sido exemplar no seu profissionalismo, inclusive até na defesa pública do clube muito recentemente. Com Nilson a mostrar interessa em continuar e o Vitória com mais do que razões para querer que Nilson fique, creio que o desfecho só poderá ser positivo. Quanto à duração da renovação, também estou em crer que o valor de Nilson e a sua condição física, merecem 2 anos de contrato, sem qualquer problema.
    Já relativamente à contratação de Douglas, discordo da opinião. Parte, é claro, do princípio que se trata de um bom guarda-redes e que foi bem observado, a exemplo do que sucedeu com Nilson, também contratado numa “era” Machado mas infelizmente por quem já não está entre nós. Douglas foi um guarda-redes contratado pelo Santos, ainda que sem hipóteses de lá brilhar e os guarda-redes brasileiros têm sido daqueles que mais têm evoluído nos últimos tempos. Juntando isto, ao facto de desde há muito se considerar que o Vitória não tem um suplente à altura de Nilson, creio que a contratação se impunha, até na pré-época como defendi. Serginho é um bom guarda-redes, mas não é substituto de Nilson, porque está há pelo menos 3 anos parado, não tem rotinas e precisa de sair para evoluir. Aliás, basta pensar que todo o treino de guarda-redes nos últimos tempos é muito mais comandado pelo próprio Nilson do que pelo técnico… E o Vitória necessita de um guarda-redes de qualidade para ter no banco, com experiência e que a qualquer momento possa ser chamado e mantenha a mesma bitola de qualidade, para prevenir lesões ou castigos, como aconteceu na época transacta. Os guardiões emprestados poderiam ser solução? No futuro creio que sim, de momento não. Cláudio é ainda jovem e precisa de continuar a jogar para crescer, é preciso ver que só ganhou a titularidade em Amarante há 5 jogos. E Assis é suplente do Lousada. Precisam por isso de evoluir para serem reais alternativas, o que não quer dizer que o sejam daqui a 2 épocas. Agora, creio que não.

     
  • Às 31 dezembro, 2010 20:02 , Blogger Saganowski disse...

    Acho que contratarem um outro guarda-redes antes de estar tudo decidido entre a Direcção e Nilson me pareceu mal. No entanto, compreendo que a Direcção quisesse precaver-se para não ser apanhada desprevenida, caso Nilson fosse embora.

    De qualquer forma, pelo amor que Nilson tem ao clube (bem como as suas anteriores declarações) não me parecia que ele estivesse com vontade para se ir embora por sua decisão.

    Ainda bem que ele ficou (e por mais 2 anos!)

    Temos "Paredão"!!!

     
  • Às 07 janeiro, 2011 00:28 , Blogger Conquistador disse...

    http://conquistadorvsc.blogspot.com

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page