31.8.09

Marcar "Paços"

Terceiro jogo e terceira desilusão.
Depois da paupérrima jornada de Setúbal, onde defrontando uma das equipas mais fracas da prova o Vitória pouco fez para ganhar ,e da prometedora exibição contra o SLB em que o árbitro foi peça central do resultado aguardava-se que a visita a Paços de Ferreira fosse o arranque para uma época ao nivel do que os adeptos exigem e o plantel faz supôr como possivel.
Puro engano.
Perante uma equipa perfeitamente acessivel o Vitória voltou a a não conseguir agarrar no jogo,criar oportunidades,marcar golos.
Como Vingada também não estou especialmente preocupado com o facto de ainda não termos marcado um unico golo.
Estou muito mais preocupado,isso sim,com o facto de termos uma dificuldade em criar oportunidades.
No sábado a primeira ocasião de relativo perigo criámo-la a um minuto do intervalo !
Até lá o guarda redes pacense teve uma tarde tranquila.
Na segunda parte embora mais acutilante,muito por força das arrancadas de Targino, também o Vitória não criou mais do que duas ou três oportunidades de marcar.
É muito pouco.
É certo que faltou Assis e Rui Miguel andou completamente perdido num jogo,e num terreno,em que tinha tudo para se afirmar.
Mas isso por si só não explica a pobreza exibicional.
Nem a falta de ambição.
Porque se a troca de Rui Miguel por Roberto indiciava uma aposta no ataque, a de Jorge Gonçalves por...Carlitos não indiciava mais do que um treinador que parece não conhecer o plantel.
Ou ele ainda não percebeu que Carlitos não é solução para nada ?
Especialmente quando tinha no banco Marquinho ou até Santana.
A verdade é que decorridas três jornadas,pese embora algumas boas indicações dadas no jogo com o SLB, as exibições do Vitória não convencem ninguém.
É cedo para alarmismos mas convém reparar,por exemplo,que o Braga tendo jogado com adversários de grau de dificuldade idêntico já nos leva sete pontos de avanço.
Em três jogos.
No final do jogo de Paços de Ferreira ouvi muitos dos presentes responsabilizarem o presidente pelos insucessos.
Outros viravam-se para os jogadores.
Outros ainda para o treinador.
Normal no futebol.
Pessoalmente creio que o Vitória tem um bom plantel,com variadas soluções, pelo que não estará no presidente o problema.
Sinceramente,e pese embora alguns jogadores em má forma sendo Douglas o caso mais notório,também não creio que seja por aí que o "gato vai ás filhozes".
Portanto quem de três tira dois...fica um.
E esse um,Nelo Vingada,vai muito a tempo de rectificar o que está mal.
Nomeadamente a compreensão do plantel que tem ao seu dispor.
Os melhores:
1) Custódio
2) Targino
3) Lazaretti

publicada por Jeremias @ 10:03  

3 Comentários:

  • Às 01 setembro, 2009 12:02 , Blogger Miguel disse...

    Uma vez que a vista daquela super bancada é tão formidável, não é possível ter uma noção fiel do que se passou no jogo.
    Foi a prova da falta que faz o Nuno Assis. O Rui Miguel é bom mas ainda longe do N.S. Já o Jorge Gonçalves teve muito fraco. Targino para mim, foi o único que esteve bem e neste caso em particular muito superior ao normal.
    Tacticamente, pouco ousados ou mesmo medrosos.
    Melhores:
    Targino
    Custódio

    Lazaretti

     
  • Às 02 setembro, 2009 17:15 , Blogger CASCAVEL disse...

    Pobreza franciscana a exibição Vitoriana.
    Misérável na primeira parte e muito fraca na segunda ou, se preferirem, utilizando uma linguagem futebolistica, "não jogámos um c.....".
    Com este plantel - claramente superior ao da época passada - há a obrigação de fazer muito melhor do que o demonstrado em Setúbal (equipa mais fraca de que me lembro no futebol Português desde sempre) e em Paços de Ferreira!
    Em qualquer um destes jogos não tivemos uma única oportunidade clara de golo o que, jogando contra duas equipas mediocres é, no minimo, preocupante.
    OS MELHORES (MENOS MAUS):
    1. NILSON.
    Não teve uma falha durante todo o jogo e ainda tentou, com pontapés rápidos prá frente, "mexer" com os seus colegas avançados. O problema é que estes (Targino à parte) "não estavam para grandes correirias".
    2. SERENO/LAZARETTI.
    Do pouco trabalho que tiveram, fruto dum Paços fraquinho, resolveram-no sempre com acerto.
    Já se percebeu que o problema do VITÓRIA não está na defesa.
    3. TARGINO.
    É quase sempre inconsequente o seu jogo, mas pelo menos tenta, corre e remata à baliza adversária, ainda que na maior parte das vezes a bola passe a qulómetros do alvo.

     
  • Às 04 setembro, 2009 14:05 , Blogger Rui Rodrigues disse...

    Este blogue anda muito animado anda.
    Pode ser que quando começar o campeonato comecem a escrever sobre os jogos do Vitoria.
    Eu não fui a Paços de Ferreira porque não tenho pachorra para treinadores medrosos que se contentam por empatar em setúbal com aquela equipa fraquissima.
    Pelo que vi na televisão estamos feitos...
    Aquilo não é nada.
    Ainda assim alguns safaram-se.
    Melhores:
    1)Targino
    2)Sereno
    3)Custódio

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page