18.7.08

Gosto que não gostem de nós

Caros amigos,

em primeiro lugar deixem-me saudar-vos de forma quase eufórica! É verdade, regressou o mágico do meio campo, para vos brindar, desta feita, com posts e comentários com sabedoria a que vos habituei e com a assiduidade que nunca me conheceram.

Isto posto,

AÍ VAI AÇO

Ora bom, com esta história toda dos recusros europeus e factos adjacentes, tenho sentido o ressurgir de um sentimento que andou meio apagado na época passada (talvez por causa da brilhante campanha que fizemos).
Retiro enorme prazer do facto de os outros clubes e os adpetos desses clubes não gostarem de nós.

Por duas razões:

A primeira e mais importante, porque também eu não gosto deles (leia-se deles todos, ligas profissionais e amadoras). Aliás, chego a odiar uns tantos e a desprezar outros, alguns acho que são insignificantes e portanto não deviam existir. Ficarei feliz quando alguns acabarem, seja por insolvencia, por não terem adeptos ou pura e simplesmente porque não merecem existir.

A segunda razão é mais complexa e diz respeito ao sentimento que julgo que os adeptos dos outros clubes sentem por nós. Não tenho, naturalmente, um conhecimento profundo do que a maioria dos adeptos de futebol em Porttugal pensa acerca do Vitória, mas, como conheço gente de muitos sitios diferentes, tenho esta impressão: aqueles que gostam de futebol admiram o Vitória. Aqueles que gostam de um clube não nos suportam.

E não nos suportam por uma simples razão. Não é porque ganhamos, porque como sabemos não ganhamos nada. Não é porque temos um equipamento bonito, nem tão pouco porque temos muitos adeptos ou o estádio bem composto todos os fins de semana.

Não gostam de nós porque nós porque nunca nos submetemos à vontade de ninguem e porque adoramos incondicionalmente o nosso clube e só o nosso clube.

É por isso que cada vez mais gosto que não gostem de nós.

Apetecia-me dizer isto, abraços

publicada por Basaúla @ 02:45  

6 Comentários:

  • Às 18 julho, 2008 03:08 , Blogger Basaúla disse...

    Caro Basaúla,

    Benvindo ao Blog! Estavamos com saudades tuas. Tinha saudades de beber da tua sabedoria, estou-te penhoradamente grato por voltares a escrever neste forúm.
    Os teus posts são epistolas que deciam ser publicadoas no livro do centenário do Vitória (à atenção do Professor Doutor José Marinho).

    Deviam baixar-te o número de sócio e ofertar-te uma cadeira para arremessares aos árbitros.

    Uma grande abraço do teu amigo,

     
  • Às 18 julho, 2008 10:04 , Blogger Gregório Freixo disse...

    Subscrevo na íntegra o comentário do Basaúla ao seu próprio post.
    Se no Vitória os regressos quase nunca resultam, este, pela amostra, vai ser em grande.

    Bem hajas, ó zairense que nos tiraste a hipótese de ganharmos pelo menos uma tacinha de Portugal.

     
  • Às 18 julho, 2008 10:51 , Blogger ADEMIR ALCANTARA disse...

    Amigo Lemba (Basaula para o Povo)

    Gostei da inauguração de uma nova forma de postar que é o auto comentário.
    Faz-me lembrar um tal Marinho Perez... (para quem se Lemba...)

    No essencial concordância absoluta.

    Um abraço e,

    VIVA O VITÓRIA!!!

     
  • Às 18 julho, 2008 11:58 , Blogger CASCAVEL disse...

    Basa on fire!

     
  • Às 18 julho, 2008 15:59 , Blogger Paquito disse...

    Modéstia e simplicidade.
    Epítetos com que poderia qualificar este regresso

    Embora não seja um regresso na medida em que já tens andado por aqui a bitaitar.
    Sendo que ainda assim não perdeste oportunidade de encenar um regresso.
    Modéstia e simplicidade.

    nota: gostei da tua foto ;)

     
  • Às 18 julho, 2008 18:14 , Blogger Capucho disse...

    E salta Basa e salta Basa, olé! olé!

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page