20.9.07

Mais jogos ou menos jogos?

Cajuda defende que em Portugal se joga e treina pouco. Por isso, aplaude o facto de jogar duas vezes por semana e nem admite pensar que os seus atletas vão defrontar a Naval… a pensar no Sporting. “Não penso nos jogos da próxima semana. Penso no jogo com a Naval, que é um encontro importante para nós. Os outros são importantes também, mas logo se vê. Esta questão de jogar a meio da semana não me preocupa nada. Até gosto. Podia optar por um discurso mais miserável, mas não o faço. Todos os técnicos foram contra a redução dos jogos no campeonato e agora que aparecem mais jogos lamentam-se outra vez”, afirmou, adiantando de imediato: “Os jogadores ganham o suficiente para jogarem duas vezes por semana, para comerem bem e para descansarem bem melhor”. E, para que não restassem dúvidas, Cajuda foi directo ao assunto: “Se os meus jogadores estiverem no jogo da Naval a pensar no jogo com o Sporting, são maus profissionais. As coisas têm de ser ditas de forma frontal. Se alguma pessoa, e não são só os jogadores, pensar no que tem de fazer amanhã e não fizer nada hoje, é mau profissional”.

in o Jogo, 20/9/07

publicada por Fredrik Söderström @ 09:17  

5 Comentários:

  • Às 20 setembro, 2007 09:23 , Blogger Frederik Soderstrom disse...

    Concordo plenamente com o nosso "Santo".
    Se em Inglaterra se joga sempre duas vezes por semana e as equipas têm planteis com 25 jogadores, porque é que cá não se faz o mesmo?
    Já agora, porque não se joga sempre ao fim-de-semana?
    em Itália e Inglaterra, a "Sport TV" local, transmite jogos ao sábado e domingo à tarde, dos "grandes" e pequenos, e nem por isso os clubes se queixam....
    Porque temos de jogar, uma semana à sexta, na seguinte à segunda, depois ao sábado à noite, e na seguinte no domingo à tarde.

     
  • Às 20 setembro, 2007 10:25 , Blogger N'Dinga disse...

    De acordo com o nosso santinho e com o Frederik... afinal de contas, os cafés não estão cheios ao Sábado e Domingo à tarde, para ver jogos da Premierleague e dos campeonatos italiano e espanhol? Acham que seria diferente com o campeonato português? Não me parece.
    Quanto aos "mais jogos", acho que se reflectiria, para começar, em três questões importantes: mais receitas para os clubes, melhor preparação física e mais oportunidades para os jogadores. Só vantagens, portanto...

     
  • Às 21 setembro, 2007 00:44 , Blogger Paquito disse...

    Cada vez me agrada mais o discurso do Cajuda. Sempre teve um discurso diferente, mas parece-me que no Vitória tem enveredado por uma postura e opiniões de maior elevação.

    Gosto particularmente de o ouvir dizer frases bomba como "os jogadores ganham suficiente para jogar duas vezes por semana" ou "em Portugal joga-se e treina-se pouco". É habitual este discurso em alguns meios, só é totalmente inusual vindo dum reinador no activo e com expectativas no campeonato.

    Mas melhor do que isto foi a intervenção dele, no final do jogo com o Nacional, em que, sem problemas, disse que em sua opinião o jogador do Nacional tinha sido mal expulso.

    Admito que possa haver alguma farolice. E também poderia a coisa ser diferente se não tivessemos ganho. Mas o que é um facto é que tem havido coerência no discurso e a mim particularmente, agrada-me imenso a fuga ao trauliteirismo endémico.

    Confesso-me surpreendido.
    Favoravelmente surpreendido.

     
  • Às 21 setembro, 2007 00:46 , Blogger Paquito disse...

    Ah, e quanto aos jogos nada contra e tudo a favor.

    Julgo que é já unânime que a redução do nº de clubes não teve o efeito pretendido de aumentar a qualidade e a competitividade do futebol praticado.

    O próximo passo, a tomar brevemente, será o regresso às 18 equipas.

     
  • Às 22 setembro, 2007 10:39 , Blogger mike shinoda disse...

    Hoje dia 22 de Setembro, o Vitória conta com mais uma casa na Internet.
    No seguimento do trabalho realizado no VGSempre, nasce hoje o VitóriaGrande.com.
    Visitem e deixem as vossas opiniões sobre o novo portal!

    Para qualquer assunto: geral@vitoriagrande.com

    cumprimentos,

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page