26.9.07

Ensaio sobre a cegueira:



No dia 20/09/2007 ao aeroporto de Lisboa, vindo de Taipé (China), um simpático jovem que, "apenas", conquistou a medalha de ouro nos 1500 metros, a de prata nos 5000 m e fez o 4.º lugar nos 800m num Campeonato do Mundo de Atletismo.

Claro que falo de um atleta dos tais... pois... dos "coitadinhos". Os tais que, talvez pelos seus êxitos já serem rotineiros, ninguém do Estado Português vai receber ao aeroporto quando chegam, nenhuma televisão cobre a sua prestação desportiva ou é tema de conversa nos cafés. Desta vez, na chegada de José Monteiro (que viajou apenas acompanhado do seu técnico Rui Costa) os dedos de uma mão chegaram (literalmente) para contar as pessoas presentes.
Mas, a Bandeira Portuguesa esteve presente na sala de desembarque e palmas soaram quando José Monteiro chegou. Enfim, continuo a sonhar com o dia em que tal como aos atletas "ditos normais" do Triatlo, Futebol e outras modalidades, também a estes a recepcção seja condigna. Eles merecem! Talvez em 2008, quando no regresso dos Jogos Paralímpicos de Pequim as medalhas "pesarem" mais. Até lá, mesmo contra ventos e marés, continuarão os elementos da
AMMA - Atletismo Magazine Modalidades Amadoras a estarem presentes.
Parabéns ao atleta que conseguiu 2 mínimos para Pequim 2008 realizando os seguintes tempos no Campeonato do Mundo da IWAS (Federação Internacional de Desporto para a Deficiência Motora)."

No mesmo registo,

Hoje chegaram ao aeroporto da Portela os “Betinhos de Cascais” do Raguebi, tendo sido recebidos de forma apoteótica e sendo galardoados coma medalha de mérito desportivo (?) por terem cantado bem o hino nacional (só pode ser!).

Enfim, contrastes de um "Portugal no seu melhor" em que uns trazem medalhas, e são tratados com desprezo, outros têm as medalhas cá à espera, e as revistas do socialite…

publicada por Capucho @ 12:45  

18 Comentários:

  • Às 26 setembro, 2007 14:47 , Blogger CASCAVEL disse...

    Tu queres é ninhos!

     
  • Às 26 setembro, 2007 14:57 , Blogger Pedro Mendes disse...

    Hoje é terça-feira???
    Pensei que o teu dia livre pra dizer asneiras era só um. Mas por este andar, vamos ter que te aturar todos os dias!
    Ninhos, é aqui ao lado!
    Logo vamos ganhar nos penaltis!
    Força Vitória!
    Força "Betinhos de Cascais"!

     
  • Às 26 setembro, 2007 16:22 , Blogger Capucho disse...

    Meu caro Pedro Mendes,
    Graças a Deus, tu tens o previlégio de dizer asneiras todos os dias...

    Mudando de assunto, anedota do dia:
    Optimista tuga: Ao intervalo ganhávamos 7 a 0 à Roménia!
    Optimista romeno: Demos 7 pontos de avanço a Portugal!

     
  • Às 26 setembro, 2007 16:54 , Blogger Pedro Mendes disse...

    Capucho disse numa das tais terça-feiras das asneiras:
    "Desafio qualquer um a justificar-se que é mais português do que eu só por entender que não gosto de rejubilar quando perco, ou quando o meu país perde! Sinceramente, não gosto. (eu até sou o único que escreve raguebi em português!!!)"

    Capucho não rejubila, ACHINCALHA! Olé!!!

     
  • Às 26 setembro, 2007 18:45 , Blogger N'Dinga disse...

    Coerência é:

    Parabéns José Monteiro!
    Muitos parabéns!

    No mesmo registo:

    Parabéns Lobos!
    Muitos parabéns!

    Incoerência e paternalismo bacoco (próprios de uma certa esquerda adepta do saramalho e em constante deriva ideológica):

    Parabéns a um atleta porque superou os seus limites e fez uma boa prestação, lutando contra dificuldades várias e falta de apoio!

    No mesmo registo (para ele, mas num registo completamente diferente para todos os inteligentes):

    São palhaços outros atletas que superaram os seus limites e fizeram uma boa prestação, lutando contra dificuldades várias e falta de apoio, mas são "betos"...

    Sic transit gloria mundi...

     
  • Às 26 setembro, 2007 19:16 , Blogger Capucho disse...

    Dinga,
    Se eu não falasse no José Monteiro, tavas caladinho como um rato - como é teu registo! O José, o Monteiro, já chegou há 6 dias e só agora é o que o felicitas? A Comunicação social faz-te muito mal...

    Quanto á coerência o Governo mostrou isso mesmo, ou seja, como o José Monteiro trazia medalhas e os "betos" não, toca a equipará-los!
    Haja saúde!

    Bem dizem que pareces o Chêco Pereira em ponto pequeno!...

     
  • Às 27 setembro, 2007 10:14 , Blogger Edmur disse...

    O que é triste é que numa altura em que morre uma verdadeira gloria do Vitoria se levanta mais uma guerrinha absurda...que é isto?? em que se esta a trnsformar este Blog?? no blog das selecçoes e dos desgraçadinhos???

     
  • Às 27 setembro, 2007 10:48 , Blogger N'Dinga disse...

    O que tu não queres ver (porque, como não és burro, estás farto de saber que é assim, mas gostas de alimentar polémicas) é que é um feito muito maior a participação da selecção nacional de rugby num campeonato do mundo da modalidade, do que mais duas medalhas de ouro no atletismo (seja em que vertente for) num país que tem caixas delas há décadas...
    No primeiro caso, o mérito está no conseguir-se a qualificação, só isso.
    Não sei para que me dou ao trabalho, eu sei que tu sabes que eu sei que tu estás farto de saber disto.
    Agora, de uma vez por todas... este blog, podendo e devendo, aqui e além, quando se justifique, fazer uma referência a outros desportos e, nomeadamente às selecções nacionais, é para falar do nosso enorme Vitória. Se não tens nada para dizer sobre o assunto (o que é absolutamente natural), pelo menos não abandalhes isto com as tuas guerrinhas pueris.

    Um abraço!

     
  • Às 27 setembro, 2007 11:24 , Blogger Capucho disse...

    Edmur, meu caro,
    Caso não saibas, quando postei não reparei no anterior post sobre o falecimento do GRANDE EDMUR. Mas, mesmo assim, não vislumbro que no post colocado por mim tenha qualquer resquício de "alimentação de guerrinhas" que só alguém com muita actividade castrense consegue farejar...
    Só fiz uma comparação simples sobre o que é a intoxicação da comunicação social.

    P.S. Ontem, enquanto Santana Lopes estava a comentar a grave crise que atravessa o PSD, foi interrompido com 1 directo do aeroporto da Portela devido à chegada do José Mourinho. Discordando dos critérios jornalísticos que interromperam o seu comentário, Santana abandonou os estúdios da SIC desabafando para a jornalista Ana Lourenço: "O país está doido!"
    Quem me conhece sabe que eu não gosto de Santana Lopes, mas ontem demonstrou lucidez na observação que fez.


    Dinga,
    lá estás tu a confundir cenouras com pepinos, como é teu cartão de visita.

     
  • Às 27 setembro, 2007 11:30 , Blogger Edmur disse...

    Sem comentarios Capucho...

     
  • Às 27 setembro, 2007 11:40 , Blogger Capucho disse...

    Ponto final no Raguebi. Não falo mais desse desporto apenas deixando este último comentário:
    "Foram 4 jogos. E 4 derrotas. No total, marcamos 38 pontos - e sofremos 213. Por todo lado, a propósito desta competição, ouvi falar em 'empenho'. Em 'atitude'. Houve até quem abandonasse por completo o pudor e se atrevesse a empregar a palavra 'brilhantismo'. Mas estabeleceu-se um consenso, muito à nossa maneira, acerca da 'dignificação' da modalidade, do desporto nacional e outras coisas sem qualquer sentido que, supostamente, ficam bem nestes momentos em que os factos não deixam quase nada de razoável para se dizer.
    Cantaram bem o Hino? Sem dúvida. Confesso que senti algum prazer quando vi aqueles monárquicos todos a cantar o Hino da República tão desveladamente. Mas não me parece que tenha sido esse o principal objectivo.
    Portaram-se bem? Não propriamente - comportaram-se como amadores que são. Nem mais nem menos. O resto são fados e toiradas..."

     
  • Às 27 setembro, 2007 16:52 , Blogger Paquito disse...

    Pergunta:
    Quando foi a última vez que o Capucho foi, como espectador, assistir a um jogo, prova ou evento desportivo praticado por atletas com deficiência?
    E já agora, quando foi o último jogo, prova ou evento desportivo praticado por atletas que não sofrem de qualquer incapacidade, que o mesmo Capucho foi ver?

    O resto é que são fados e touradas. Ou flores. Que ficam sempre bem a quem as diz. É bom para os moralistas. Como não tenho a pretensão de o ser não me arrogo de tal condição.

    "Olha para o que eu digo mas não olhes para o que eu faço" sempre foi um dos brocardos populares de utilização mais conveniente.

    Quanto às considerações acerca dos "Lobos", além de pejadas de demagogia, reflectem um certo ressabiamento que nem percebo bem onde tenha origem.
    Caracterizações generalizadas como de "betinhos" ou de "monárquicos" - que procuram ser insultuosas no entender do escriba - atiradas perante uns tipos que não têm culpa nenhuma de até saberem falar e até darem uma boa imagem do fenómeno desportivo em geral, são reveladoras desse sentimento.

    Vivam os João Pintos e os Paulinhos Santos que neles é que nos revemos!

    O que queremos é sacholada a falar na têbê para a malta se sentir bem.
    Ou para, dessa forma, se sentir com alguma superidade.

     
  • Às 27 setembro, 2007 23:19 , Blogger Capucho disse...

    Lá está, 3 chamadas sobre aeroportos e o Paquito não resiste a planar!
    O Paquito, passou-se! Então agora - qual revista Caras ou Lux - quer saber a que eventos é que eu vou ou deixo de ir? Só essa faltava.
    É consabido que o Paquito gosta de fomentar mitos urbanos (veja-se o crocodilo das Taipas que tanto tempo o andou a alimentar e agora não sabe o que há-de fazer, pois o bicho quer papá-lo!), ou ídolos com pés de barro.

    Claro que ao Paquito custa a dura realidade portuguesa. O Paquito preferia que um preto, ainda por cima deficiente ou, um deficiente, ainda por cima preto, fosse votado ao esquecimento com a maior rapidez possível, e mostrasse os brancos e musculados Lobos. É o poder da raça!!

    É isto o ensaio sobre a cegueira...

    Termino com uma pergunta tal como as várias que me fizeste a mim, porque no fundo és 1 tipo de boa tempera:
    Não achas que se exagerou um bocado?

     
  • Às 28 setembro, 2007 17:21 , Blogger CASCAVEL disse...

    Meu caro PAQUITO,
    Se o CAPUCHO assiste ou não a eventos despotivos de atletas com alguma deficiência não sei????
    Agora, aos jogos de futebol do VITÓRIA assiste, a todos, isso garanto eu. E posso afiançar que o "homem" é um espectáculo, dentro do espectáculo.
    Se tivesses o previlégio de assistir a jogos ao lado dele sabias, por ex., quem é o jogador do VITÓRIA que joga com chuteiras cor de dióspiro!
    Saudações Vitorianas.

     
  • Às 28 setembro, 2007 18:25 , Blogger Paquito disse...

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • Às 28 setembro, 2007 18:25 , Blogger Paquito disse...

    "O Paquito, passou-se! Então agora - qual revista Caras ou Lux - quer saber a que eventos é que eu vou ou deixo de ir? Só essa faltava."

    Julgo que isto é bastante para mostrar a frontalidade com que se responde às perguntas mais difíceis.
    Porque respondendo, faria o edifício da credibilidade retórica de tudo o que vinha o Capucho defendendo cair como um castelo de cartas.
    Ainda dizem que são só os políticos a fugir (com maior ou menor habilidade) às perguntas que lhes não apetece responder...

    Quanto à expressão:
    "O Paquito preferia que um preto, ainda por cima deficiente ou, um deficiente, ainda por cima preto, fosse votado ao esquecimento com a maior rapidez possível, e mostrasse os brancos e musculados Lobos. É o poder da raça!!"

    A essa questão não vou responder para salvaguarda de algum bom ambiente no blog e até de relações pessoais.
    Mas queria dizer já ao nosso capitão que, a brincar ou a sério, há coisas que todos temos idade já de saber que não devem ser ditas, sobretudo num blog que é visitado, como sabemos, por muitas gente.

    Alguém tem que procurar manter um mínimo de decência. Sobretudo os que temos idade para saber as coisas que dizemos.
    É preciso meter a mão um pouco mais fundo na consciência.

     
  • Às 28 setembro, 2007 19:27 , Blogger Capucho disse...

    Paquito,
    “A primeira é para esclarecer que não me senti insultado com o teu energúmeno, distorcido, torpe e soez escrito (este último, do canal). Nem pretendo com esta classificação insultar-te! Este blog não pode ser para vidrinhos de cheiro.” – Este comentário foi feito pelo Paquito há uns dias atrás dirigido á minha pessoa. O que o terá feito mudar? Qual a elevação deste discurso, e discernimento nele? Será de um inimputável? Não. É de alguém que apela à decência? Também não me parece. Insultou? Parece que sim, até se nota um riso de escarninho na sua escrita. Moderou a linguagem depois disso? Também parece que não, porque voltou ao epíteto de que os meus comentários “além de pejadas de demagogia, reflectem um certo ressabiamento que nem percebo bem onde tenha origem” . Pediu desculpas? Isso é que era bom! A modéstia fica bem é na linguagem, politicamente falando. Ora, “para salvaguarda de algum bom ambiente no blog e até de relações pessoais” vou deixar de postar de forma irónica, porque infelizmente já percebi que a minha opinião faz ferver partes “adormecidas” em certas pessoas. Aliás, quis pôr um ponto final no assunto râguebi e tu reanimaste-o.
    Quanto ao resto, li e reli o teu post anterior e não vi lá nenhuma pergunta difícil. Vi lá duas perguntas cretinas, isso sim! E a cretinice trata-se com cretinice.
    Em contrapartida eu fiz-te uma pergunta simples e tu fugiste-lhe como qualquer político…
    Lá diz o brocado "olha para o que eu digo..."
    Um bem haja, para ti!

     
  • Às 29 setembro, 2007 17:17 , Blogger Paquito disse...

    Capucho,

    "2 Questões prévias:
    A 1ª é que acho que não insulto ninguém por discordar dos - para mim - absurdos/patológicos histerismos sucessivos que tem havido por causa do raguebi. sinceramente acho que não insultei!
    A 2ª é que temos de dar 1 desconto considerável às declarações do Paquito, pk me palpita k deve andar em eleições ou campanhas eleitorais para qualquer coisa pk, se há demagogia barata e patética é o k le disse: o Patriotismo bacoco; discurso de o importante é competir;etc. Aquelas atitudes pequeninas e humildes que fica bem a certos tugas..."
    Esta foi a frase com que, em resposta a um comentário meu em que discordava da tua OPINIÃO, resolveste ripostar.
    Por isso, entrando no mesmo registo, crendo-o no gozo, avancei com a expressão "teu energúmeno, distorcido, torpe e soez escrito (este último, do canal). Nem pretendo com esta classificação insultar-te! Este blog não pode ser para vidrinhos de cheiro.” "
    Para quem queira ser bom entendedor, compreende-se facilmente que, primeiro, entro num registo que admito ser claramente insultuoso mas que vem na sequência da tua "absurdos/patológicos histerismos sucessivos que tem havido por causa do raguebi".
    Não me senti insultado, como creio que não se sentiram os restantes; levei como a brincar. Em segundo lugar, termino dizendo "Nem pretendo com esta classificação insultar-te!", precisamente com a mesma ironia o fizeste, e recordo "sinceramente acho que não insultei!"

    Aliás, e para que o meu registo não fosse mal interpretado, tive o cuidado de ligar ao capitão, dando-lhe a conhecer o espírito em que - apesar de tudo - tinha feito este meu segundo comentário.

    E o que dizer do que disseste nesse mesmo escrito: "temos de dar 1 desconto considerável às declarações do Paquito" ou "se há demagogia barata e patética é o k ele disse: o Patriotismo bacoco;" ou ainda "Aquelas atitudes pequeninas e humildes que fica bem a certos tugas..."
    Escrito este, recordo, sem nenhum insulto prévio.
    Terás ou terias noção do que estavas a dizer??
    Quem é que precisa de um desconto e quem é patético?! Há já demagogia mais barata do que vires aqui reproduzir as minhas frases sem te recordares das que antes tinhas escrito e que fomentaram essa reacção...

    E vai lá ler bem o meu escrito e vê lá se descobres um único insulto no meu comentário, na minha discordância de ti, para além da classificação como "argumentação demagógica" do que havias dito? Expressão que, goste-se ou não, é classificativa de uma opinião e não de quem a emite.

    Agora terás noção das coisas que disseste?? Terão algum enquadramento ou fundamento no meu escrito anterior?
    Creio claramente que não!
    Só mesmo a falta de argumento ou a falta de habituação a lidar com opiniões discordantes, para além da falta de educação, é que podiam levar a que tivesses dito tais coisas.
    Isso e a falta de noção das distâncias e das proximidades, mas isso, patético cada um o é à sua maneira. Bem como inimputável. Confundir laços e proximidade de amigos comuns com aquela que nós próprios temos é um desenquadramento perigoso. Mas adiante.

    Perante isto, não vejo em que deveria pedir desculpa.
    Só se fosse de ainda ter reagido num registo de piada depois de me terem chamado patético e merecedor de desconto.

    O que acho difícil de compreender é o registo em que, na discordância de opiniões, se avança para os ataques pessoais.
    Além de deselegante e mesquinho, é, quanto a mim, inadmissível neste registo.
    Ainda que com admitida violência, ataquei sempre as tuas opiniões (tirando as excepções que indiquei e enquadrei), e em resposta recebo ataques pessoais, da mais variada índole.
    Não compreendo, mas tentarei buscar tolerância e piedade em ensinamentos espitituais porque é a dimensão onde isto pode ser enquadrado do ponto de vista da compreensão.

    Como não estamos num concurso de cretinos, a cada um o será o melhor que conseguir.
    Detecto apenas uma pergunta no teu comentário: "Então agora - qual revista Caras ou Lux - quer saber a que eventos é que eu vou ou deixo de ir?"
    É a isto que devo responder?
    Mas estamos a falar a sério ou continuamos a misturar a ironia conveniente com assuntos sérios?
    A isto respondo que a minha meninice já passou e as crianças grandes sempre desempenharam um triste papel na sociedade.
    Não leio a Caras ou a Lux nem a minha pergunta tinha nada que ver com a tua vida privada mas antes com a coerência do que pomposamente afirmavas.
    A tal pergunta não consigo responder de forma mais séria.

    Quanto ao mais, ainda que crendo de início ser este blog frequentado por genuínos e autênticos vitorianos, dirijo ao capitão o desejo de retirada.
    Houve discussões interessantes, sobre o nosso Vitória, nas quais fui participando como posso e sei durante a pré-época.

    No registo infantil de lançar confusão, para mais com temas laterais, tenho menos jeito e não acho que se enquadre nos objectivos do blog.

    É certo que fui sendo avisado por amigos que "há pessoas cujo único propósito de participação no blog é para incendiar aquilo tudo"
    Porventura por menor inteligência e também porque não tenho grande poder de encaixe nem porventura capacidade para acompanhar registos pouco sérios, ultimamente, tenho vindo aqui apenas aborrecer-me vendo-me no papel de servir de entretenimento das infantilidades de alguns.

    Tendo este blog deixado de ser para discussão do vitória mas para passeio alegre, acho que já tenho muito pouco com que contribuir.

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page