30.10.06

O FIM DE SEMANA.

O passado fim de semana que começou de forma miserável com uma AG que envergonhou o nome do VITÓRIA, acabou por terminar de forma brilhante com a conquisdta dos 3 pontos em Matosinhos num jogo em que, confesso, não espera tanto da equipa.
A AG de sexta feira foi mais um momento que vai ficar gravado a negro na história do clube.
Alguns sócios teimam em não perceber as "regras elementares" de como se devem comportar nas Assembleias Magnas.
De facto, ir para as AGs e constantemente assobiar e insultar quem se prepara para falar não é seguramente a postura que se deseja e, na maior parte das vezes, dá naquilo que deu: havendo a AG, na prática foi como se não tivesse havido!
Qualquer dia para colocar um ponto final na "palhaçada" que infelizmente se vêm tornando as AGs do clube, vai ser necessário, conjuntamente com a exibição do cartão de associado à entrada, fazer um teste à sanidade mental de quem lá vai.
As pessoas têm que se convencer que é preciso saber ouvir "em páz e sossego" para se poder discutir e depois votar os vários pontos agendados na ordem de trabalhos.
Só assim conseguem funcionar as Assembleias, caso contrário nem vale a pena serem agendadas.
A confusão foi tanta que, de certeza, ninguém saiu de lá minimamente esclarecido.
Claro que a forma como foi conduzida a AG também não foi a melhor. As responsabilidades aqui devem ser assacadas ao Presidente da Assembleia Geral que podia e devia ter feito mais.
Pessoalmente desgostou-e a postura da Direcção.
O "não fala e depois já quer falar" do Presidente da Direcção, a falta de resposta às poucas questões que foram colocadas pelos associados, a interrupção da votação e por aí fora também em nada ajudaram a que a AG decorre-se da forma que se impõe.
As parcas interveções do Presidente (demasiadamente nervoso e irritado, futo, talvez, do clima arruaceiro em que a AG ia decorrendo e que lhe foi sempre hóstil), a quem se exigia muito mais, previlegiaram o confronto directo com os sócios em detrimento das explicações que lhe foram solicitadas e que o mesmo tinha por obrigação esclarecer.
Não gostei particularmente do desabafo "na segunda-feira apareçam no complexo, substituam o aval que dei, e eu vou-me embora".Absolutamente Inacreditável! Deu a entender que está na presidência do clube contrariado e apenas preocupado com o dinheiro que lá tem empatado.
Será mesmo assim ou o desabafo que lhe saiu foi apenas isso, um desabafo? Ou terá antes sido uma perda de lucidez fruto do clima hóstil em que decorreu a AG? Num caso ou noutro era absolutamente escusada aquela tirada.
Agora com as contas reprovadas o marásmo vai continuar. Vai ter que ser marcada nova AG para que a respectiva aprovação das contas seja ratificada. Espera-se e deseja-se que dessa vez haja mais civismo por parte dos associados, caso contrário quem sai a perder é, mais uma vez, o VITÓRIA.
Felizmente o fim de semana terminou com duas vitórias. No sábado a equipa de voleibol despachou (é este o termo apropriado!) com uma vitória facílima por 3-0 a Académica e no domingo a equipa de futebol alcançou a primeira vitória fora de casa, ainda por cima, num campo extremamnete dificil, onde, como já referi, não esperava a conquista dos 3 pontos. Talvez por isso que bem que eles souberam......
Naturalmente que se deseja a continuação das vitórias, numa e noutra modalidade, rumo aos objectivos delineados.
Saudações Vitorianas.

publicada por CASCAVEL @ 16:52  

3 Comentários:

  • Às 30 outubro, 2006 23:45 , Blogger Antonio Coimbra disse...

    Genéricamente de acordo com o que escreveu.
    A caixa de Pandora das assembleias gerais foi aberta ainda no tempo de Pimenta Machado,extremada na famosa ssembleia dos capangas,alegremente continuada na da moão de confiança e ameaça nunca mais parar.
    Claro que o actual presidente da assembleia geral não tem a minima vocação para o cargo,claro que Vitor Magalhaes não sabe reagir a adversidade,á critca e a contestação.
    Não defendo,como é evidente,vaias e insultos,mas é inconcebivel um presidente reagir nos termos em que este o fez.
    Porque como diz,e bem,se o problema é o aval então ja todos percebemos a convicção com que ocupa o lugar !
    Penso que em termos de assembleias gerais o modelo esta esgotado,especialemte quando as condiçoes acusticas e visuais são o que são.
    Ninguem sai de la esclarecido,ninguem discursa com o minimos de condiçoes e,pior de tudo,nada do que lá é dito parece ter a minima importancia.
    Valham-nos as vitorias do fim de semana.
    Que são as que interessam.
    Saudaçoes vitorianas do futuro(???)Jeremias

     
  • Às 31 outubro, 2006 09:54 , Blogger Gregório Freixo disse...

    Caro AC:

    Só uma coisa: comparar a gravidade do que se passou na assembleia dos capangas (para mim, o momento mais vergonhoso da história do clube) com a AG da moção de confiança é (felizmente) comparar o incomparável.

    PS: Para a "transmutação" em Jeremias preciso de um e-mail para mandar o convite.

     
  • Às 02 novembro, 2006 17:11 , Blogger Antonio Coimbra disse...

    Meu caro Capitão: Estou de acordo consigo quando diz que a "assembleia dos capangas" foi uma enorme vergonha para o clube.
    Foi de facto !
    Posso dizê-lo com perfeito conhecimento de causa.Agora o que me parece errado é reduzir 23 anos de Pimenta Machado a uma noite negra.É certo que ele cometeu outros erros,alguns graves,mas também fez imensa coisa boa,engrandeceu o Vitoria e projectou-o para fora de Guimaraes.
    A história se encarregará de lhe encontrar o espaço na história do clube.
    A assembleia da moção de confiança foi também ela uma vergonha.Nao tão grande,é certo,como a dos capangas ,mas foi a primeira em que as claques partidárias tiveram espaço para intervir no clube.Se quer que lhe diga,em minha opinião,a maior vergonha foi mersmo descer de divisão.
    As outras vergonhas acabam por esquecer e esta fica como mancha no curriculum desportivo do nosso Vitória.
    Quanto ao mail: ritaxoliveira@gmail.com.
    Saudações vitorianas

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page