24.10.06

SEMANA MUITO IMPORTANTE.

A semana que está a começar é decisiva para o futuro do VITÓRIA.
1. Já na próxima sexta-feira realiza-se a tão aguardada AG do clube (sítio por excelência onde devem ser debatidos todos os assuntos com interesse para o clube).
Deseja-se que a AG seja esclarecedora para os associados a todos os níveis e que, após a mesma, a "legitimidade" que adveio para esta Direcção e restantes Orgãos Sociais com as eleições de 2004, reforçada na "Assembleia magna do voto de confiança", mas que vem sendo posta em causa "nos sitios do costume" seja, de uma vez por todas, clarificada para dessa forma poder ser levado "até ao fim e em paz" o mandato (duplamente) conferido.
Espera-se e dseja-se que a contestação apenas volte a surgir lá para meados do próximo ano, altura em que devem ser marcadas novas eleições. Até lá era imperioso que a contestação terminasse.
É assim que devem funcionar as instituições, a bem da estabilidade que se pretende.
Deseja-se, por isso, que a oposição (seja ela qual for ?????) veja esclarecidas todas as dúvidas que eventualmente possa ter e, em seguida, deixe trabalhar quem está no "poder" o melhor que sabe e pode, no sentido de fazer do VITÓRIA o clube que todos os associados merecem.
2. Sábado começa o campeonato nacional de voleibol - a modalidade que tem trazido mais alegrias aos sócios nos últimos anos e, talvez por isso, tem cada vez mais adeptos - com a esperança de sempre.
Vámos ver se este ano vai ser possível a conquista de um título que vem sendo prometido desde há alguns anos a esta parte.
3. Domingo o futebol tem, na minha opinião, o jogo que vai decidir o destino da equipa nesta época.
De facto, depois de uma péssima entrada no campeonato, os bons resultados parece que começam a suceder-se e o jogo de Matosinhos será o confirmação ou não desse subida de rendimento. Uma vitória no "Mar" poderá ser a alavanca definitiva de que a equipa necessita rumo ao (único) objectivo possível para esta época.
Oxalá tudo isto possa ser concretizado, porque só assim o clube pode entrar definitivamente no rumo que se impõe.
Saudações Vitorianas.

publicada por CASCAVEL @ 16:08  

6 Comentários:

  • Às 24 outubro, 2006 17:22 , Blogger Edmur disse...

    ora nem mais....

     
  • Às 24 outubro, 2006 19:28 , Blogger Tito71-78 disse...

    Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

     
  • Às 24 outubro, 2006 19:34 , Blogger Tito71-78 disse...

    Caro Cascavel,

    Tem-me sido impossível escrever e discutir no blogue por falta de tempo, mas para este comentário tenho de ter tempo!!!
    Ora que caral..., a culpa dos resultados continua a ser dos sócios que por manifestarem o seu desagrado incomodam os meninos (direcção incluída) e estes não são capazes de trabalhar direitinho... Continua a pairar o fantasma da suposta oposição (que aliás tem-se manifestado ruidosamente mas só se for mesmo nos "sítios do costume"porque na praça publica ninguém os ouve!!!). O que tem havido é uma contestação natural dos sócios a um acumular de situações: descida de divisão, maus resultados desportivos, más exibições da equipa, falta de liderança e carisma do presidente do clube, tentativa de “suavizar” e controlar os comportamentos e atitudes dos sócios do clube contra a tradição dos adeptos do VSC, indiferença perante os resultados e arbitragens por parte do nosso querido presidente e restante direcção, falta de capacidade negocial para trazer novos patrocinadores para o VSC.
    A direcção como já foi amplamente falado e discutido teve todas as condições para alterar os destinos do nosso querido Vitória e não consegui, ao contrário do que dizes a oposição nunca foi muita, tiveram e continuam a ter uma tranquilidade anormal para trabalhar ( a queixa crime no tribunal parece-me uma manobra de diversão).
    Foi também amplamente discutido e chegamos quase todos a consenso que no ano passado tivemos dos melhores jogadores que passaram pelo VSC nos últimos anos, que as escolhas isoladamente até eram boas e é verdade que rejubilamos com as qualidades técnicas de alguns jogadores, mas para mim um líder e uma direcção têm de fazer mais que contratar jogadores. Tendo dinheiro, ou arranjando-o (não sei qual das duas foi mas se foi a segunda os meus parabéns) é fácil escolher e ir “às compras”, o mais difícil é saber gerir os recursos humanos, liderando-os, apontando um objectivo, saber motivá-los, coordená-los para que eles atinjam os objectivos pretendidos, podendo ter de haver mudanças nos jogadores, técnicos e órgãos sociais e na minha opinião essa gestão foi desastrosa, com a direcção como única responsável!!!
    Eu sei que estamos na segunda e sei que a qualidade dos jogadores e do futebol praticado não é a mesma do da primeira mas não fico satisfeito e posso manifestar o meu descontentamento onde me apetecer: nos sítios do costume, em casa, no estádio ou na casa de banho.
    Eu sei que esta direcção está legitimada “duas vezes” como tu referes, mas esse facto não me impede de não gostar do trabalho desta direcção e de a criticar para quem quiser ouvir. Como democrata que sou aceito a decisão dos sócios que deram o seu voto de confiança a esta direcção mas isso não me impede de não gostar. Eu não sou cordeiro, penso pela minha própria cabeça e não admito que ninguém diga que o meu descontentamento deva ser silencioso. Propor censura é no mínimo estranho para que tão veemente defende os Capitães (estes de Abril e não o Gregório Freixo).
    Se a minha posição e a minha forma de descontentamento desagrada a vossas excelências azar!!!
    Se ela incomoda a direcção tanto melhor pois pode ser que aprendam com os erros e os corrijam.
    Se os meus insultos e assobios não deixam jogar os meninos franceses que jogam com a camisola do nosso Clube então esses meninos não deveriam estar a jogar com no VSC pois o nosso Clube foi, é e será de adeptos fervorosos que apaixonadamente vivem o dia a dia do Clube e a pressão é característica dos sócios Vitorianos (não positiva ou negativa porque para mim só existe uma pressão que é o amor dos sócios, mas manifestada de formas diferentes já que todos somos diferentes uns dos outros).
    Esta sempre foi a minha forma de viver o Vitória: apaixonadamente sem pensar no politicamente correcto.
    Saudações Vitorianas

     
  • Às 25 outubro, 2006 00:59 , Blogger Vitor Paneira disse...

    Ora nem mais!!!

     
  • Às 26 outubro, 2006 15:42 , Blogger N'Dinga disse...

    Olhem... eu, desculpem lá, mas não consigo assobiar o Vitória, não consigo. É superior a mim. O que não quer dizer que não desabafe em voz alta, muitas vezes, mais do que as que queria, um sonoro ó... vai p'ró caralho ou um sentido és como um seixo...
    Agora, às tantas, essa merda faz com que, no espírito de alguns, eu ame menos o clube do que os outros...
    Paixão não igual a coisa nenhuma, nem a assobiar ou apupar a equipa, nem a estar calado e sofrer para dentro. Cada um expressa-se como entende. Somos é todos livres de ter opinião e de a manifestar.
    A minha opinião é que cânticos ofensivos, riso generalizado, gritos desesperados de "passa" ou "tira", apupos e assobios não trazem com eles uma única coisa positiva para a equipa, intranquilizam, enervam, amedrontam e, por isso, preferia que ninguém fosse por aí. Mas isto sou eu. Assobiem lá à vontade...
    Quanto às críticas, só podem ser bem-vindas. O que me parece é que "Ó Magalhães, vai p'´ro caralho", todos os jogos, no início da 2.ª parte, não é uma crítica. Criticar é apontar o que está mal, de forma apoiada e estruturada e apontar, se possível, uma alternativa. Disso tem havido menos.
    Um abraço a todos.

     
  • Às 26 outubro, 2006 16:02 , Blogger CASCAVEL disse...

    Meu caro N´DINGA,
    Correndo o risco de ter que pagar direitos de autor assino por baixo com um "Ora nem mais"!
    Saudações Vitorianas.

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page