8.1.12

Deslumbrado

Vim do estádio deslumbrado é o mínimo que posso dizer.
Há muitos anos que não via uma exibição tacticamente tão bem conseguida como a de hoje face a um adversário muito difícil ( ver comunicado da Direcção)como o é o Feirense.
Avisado do perigo o Vitória dividiu o jogo em três partes.
No primeiro tempo, e sabendo que o adversário esperava por isso, não jogou nada.
Uma miséria.
Mas foi de propósito para enganar o adversário incauto.
Sabendo que o adversário é inexperiente em termos de 1ª Liga e está pouco habituado a tão grandes espaços o "clube do cavalo" (que hoje deixou o cavaleiro apeado)deu espaço,deixou-os jogar e sabendo da valia de Nilson até os deixou rematar perigosamente por várias vezes.
Sem problema.
Era para os cansar ,dando-lhes espaço para jogar, e desanimar vendo que Nilson chegava para tudo.
E foi assim a primeira parte.
O Feirense jogou, o Vitória pasmou e o público assobiou.
Tudo normal.
Ao intervalo deram-se dois acontecimentos relevantes.
O presidente,sorrateiramente,abandonou o estádio rumo a S.Martinho de Sande e a genialidade táctica de Rui Vitória veio ao de cima com a troca de lateral esquerdo por lateral esquerdo.
Uma solução aliás muito usada por Valdemar Custódio,em meados dos anos 70, nos juniores do Vitória em inesqueciveis jogos no campo da Amorosa.
Sem Milo "pé frio" e com Bruno Teles (muito parecido com o "spur" Gareth Bale)o Vitória fez 15 minutos de grande qualidade surpreendendo o adversário que não estava nada à espera daquele Vitória.
E creio que nem os próprios vitorianos.
A verdade é que se fez um golo e se falharam mais três ou quatro incluindo um remate á barra.
Após o que se entrou no terceiro período.
O do atabalhoamento e precauções defensivas.
E aí Rui Vitória voltou a fazer história.
Nunca até hoje ( e desconfio que nunca mais após hoje) um clube tinha acabado um jogo contra o poderoso Feirense ,e este a jogar como visitante, com quatro médios defensivos na equipa!
Acho que o município de Vila da Feira devia galardoar o simpático técnico vitoriano porque nunca ninguém tinha respeitado tanto o clube de terras de Santa Maria da Feira.
E foi esta a história de uma noite em que o Vitória deu ao mundo uma lição de táctica futebolistica sem paralelo.
Até tenho pena de Académica,Porto,Nacional,Beira Mar,Benfica,Braga,Marítimo e Sporting( os desgraçados que se seguem) face à genialidade táctica de que este Vitória dá provas.
Assim sim.
Vim do estádio deslumbrado!
Os melhores (á atenção da Gala da Bota de Ouro):
1) Nilson
2)João Paulo
3) El Adoua.
É tudo gente cá de trás mas é coincidência...

publicada por Jeremias @ 22:58  

4 Comentários:

  • Às 09 janeiro, 2012 13:57 , Blogger CASCAVEL disse...

    Primeira parte absolutamente miserável.
    Segunda parte boa, com muitas oportunidades de golo, algumas desperdiçadas de forma escandalosa.
    Resultado justo ainda que, pelo que as equipas fizeram na primeira parte, o empate não fosse um resultado escandaloso.
    Com o começo da segunda volta à porta, com jogos contra as melhores equipas do campeonato, os próximos encontros não se avizinham nada fáceis.
    Porque não acredito muito nesta equipa (é capaz de fazer "coisas" interessantes, como também é capaz de "jogar" como o fez ontem durante a primeira parte) é fundamental arrecadar rapidamente os pontos necessários para evitar os sobressaltos das últimas jornadas uma vez que é impossível sonhar com outros objectivos, aqueles que foram definidos no começo da temporada.
    Oxalá estivesse enganado.
    OS MELHORES:
    1. EL ADOUA.
    2. L. OLÍMPIO
    3. N. ASSIS.

     
  • Às 09 janeiro, 2012 18:39 , Blogger Mendes disse...

    Boa análise a do Jeremias.
    Aproveitaram-se 15 minutos de futebol por parte do Vitória, mas até as equipas de bairro são capazes de periodicamente fazerem uma série de jogadas bem feitas.
    O resto do tempo é para esquecer.
    Quem continuo a lembrar, infeliz e permanentemente, é o nosso ponta de lança, que cada vez menos é ponta e de lança nada tem...
    A qualidade demonstrada em campo pela equipa adaptou-se perfeitamente ao nível daqueles (alguns) sujeitinhos da bancada nascente que entenderam danificar o património do clube.
    Continuo a dizer que o El Adoua é dos valores mais seguros e esforçados do plantel e para mim foi o melhor em campo na companhia de Nuno Assis e João Paulo.

     
  • Às 10 janeiro, 2012 22:20 , Blogger Saganowski disse...

    Ver os jogos ao longe não dá para distinguir muita coisa, mas parece-me que ontem não jogámos nada que se visse...a não ser o golo do "Soneca"!

     
  • Às 10 janeiro, 2012 22:33 , Blogger Saganowski disse...

    Deixaram o Rei apeado (sem cavalo) e o presidente abandona as tropas a meio da batalha! Valha-nos Deus!
    Se calhar estava na altura de o Presidente começar a ler "A Arte da Guerra" de Sun Tzu.

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page