2.12.11

Laranjas Doces

As do Sado bem entendido.
A simpática excursão de velhinhos que por cá apareceu na segunda feira(ricardo silva,neca,josé pedro,ricardo,e mais um ou outro)ainda deu alguma luta enquanto a asma,tosse,reumatismo ou bronquite não tolheram os movimentos á briosa equipa de casados há mais de vinte anos que defrontou o nosso Vitória.
Com algum Alzheimer à mistura e que levaram a que dois dos idosos se esquecessem que já tinham um amarelo e vissem segundo de forma inocente.
Foi mais ou menos esta a história do jogo.
Na primeira parte ainda houve algum equilibrio mas na segunda a fadiga dos idosos e a as expulsões contribuiram para um triunfo mais complicado do que os números apontam.
Apesar de tudo gostei da atitude do nosso Vitória.
Mais ofensivo,com muito melhor circulação de bola,com um onze inicial que me parece ser a melhor opção de momento.
Gostei menos de Assis a jogar nos flancos e das substituições que me pareceram erradas no timing e nas escolhas.
Entao meter Soudani apenas a 5 minutos do fim,a ganhar 3-0 e a jogar contra 9,é de bradar aos céus.
Gostei francamente de algumas exibições.
Pedro Mendes em boa forma e a equipa a beneficiar largamente com isso.
Toscano finalmente a marcar golos com alguma regularidade.
Barrientos que apesar de ter estado algo abaixo do normal não se ressentiu do erro de Vila das Aves. E aqui Rui Vitória esteve muito bem ao dar-lhe a titularidade.
3 pontos,terceira vitória consecutiva,dez golos marcados nos ultimos três jogos.
É bom.
Desanuvia o ambiente.
Mas não resolve os problemas de fundo .
Cuja resolução tem de ser dissociada dos resultados do futebol.
Os melhores:
1) Pedro Mendes
2) Toscano
3) João Paulo

publicada por Jeremias @ 01:26  

1 Comentários:

  • Às 02 dezembro, 2011 15:04 , Blogger CASCAVEL disse...

    Péssima primeira parte do VITÓRIA.
    Depois do intervalo tudo foi diferente para (muito) melhor!
    Fruto do golo madrugador, na sequência da melhor jogada de todo jogo, superiormente concluída pela cabeçada do Toscano, o "nosso Vitória" teve uma actuação bem agradável, à imagem do já sucedera em Paços e, com indiscutível mérito (não temos culpa das expulsões do "outro Vitória"), conquistámos os 3 pontos (3ª vitória seguida na Liga!!!!!) e deixámos, espera-se que definitivamente, os lugares mais abaixo na tabela.
    Esta sequência positiva pode (e deve) ser aproveitada para injectar na equipa o ânimo necessário a ver se ainda vai ser possível lutar por um dos 5 primeiros lugares do campeonato, que é a única forma de chegármos à Uefa, depois da inacreditável eliminação da Taça de Portugal.
    Parece que, finalmente, foi encontrada uma equipa base!
    Com ela os automatismos são evidentes e, com a qualidade de muitos jogadores do plantel, a tendência será para melhorar o nível de jogo e naturalmente os reultados acabarão por aparecer.
    Quem tem P. Mendes, N. Assis, Toscano (a jogar no meio, porque a jogar nas alas é ter menos um em campo), "este" Edgar, a par de Nilson, J. Paulo, "este" B. Teles, e os regressos de P. Sérgio e Urreta, tem todas as condições para sonhar com algo de positivo.
    Os jogos que faltam até terminar a primeira volta serão decisivos para determinar esta temporada.
    Tenho a convicção que se forem conquistados mais 9 pontos até ao final da primeira volta, vámos lutar pelas competições Europeias.
    Na mesma esteira também penso que, se apenas forem conquistados mais 4/5 pontos, vámos lutar apenas pela manutenção nesta temporada.
    Como tal, os próximos jogos são absolutamente decisivos para o êxito (ou inêxito) desta temporada.
    Têm a palavra os treinadores, mas sobretudo os jogadores.
    E, já agora, a presença de mais adeptos, que este ano andam um pouco "afastados" do D. Afonso Henriques (apenas 9000 pessoa é manifestamente pouca gente para assistir a um jogo do VITÓRIA, em Guimarães), também ajudará aos êxitos da equipa.
    OS MELHORES:
    1. TOSCANO.
    2 golos de cabeça que decidiram o jogo!
    O Brasileiro só pode jogar no meio!
    É daquele tipo de jogadores que irritam. Passa 80% do jogo completamente alheado, mas acaba por resolver, em poucos minutos de inspiração, seja na marcação de livres (uma das suas "especialidades"), seja em desmarcações letais para colegas (vidé um dos golos em P. Ferreira), seja pela finalização.
    Desespera-me 80 minutos, mas depois resolve ou ajuda a resolver.
    2. EL ADOUA.
    Com ele o meio campo ganha muito mais consistência.
    3. P. MENDES.
    Aos "bocadinhos" regressa à forma (estupenda) que o levou a jogar ao mais alto nível, por essa Europa fora.

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page