14.2.11

FRAQUÍSSIMO

Uma má estratégia inicial (demasiado ousada para o(s) momento(s) da(s) equipa(s)), uma prestação muito fraca da quase totalidade dos jogadores, originaram numa exibição absolutamente miserável e num resultado que só não teve contornos de escândalo porque a sorte e um superNilson a isso se opuseram.
O VITÓRIA apresentou-se na Luz como se tratasse de uma qualquer equipa de uma divisão inferior.
Muito mau.
Salvou-se, neste fim de semana desportivo, que os adversários directos também perderam os seus jogos.
Por isso, apenas por isso, conseguimos manter o 4º lugar o que, ao fim e ao cabo e se quisermos ser pragmáticos, está dentro dos objectivos delineados para a temporada.
Ao menos isso.
Mas para manter a posição torna-se necessário jogar muitissimo mais.
É certo que, de ora em diante, vámos defrontar poucas equipas que nos coloquem tantos problemas (talvez só o porto) mas, com exibições como a de ontem, dificilmente se conseguirão ganhar jogos e, se assim for, será muito dificil (senão impossível) chegar final do campeonato em lugar Uefeiro.
Oxalá me engane.
OS MELHORES:
1. NILSON
2. Sobre o desempenho dos demais não há muitas palavras. TODOS MUITO FRACOS.

publicada por CASCAVEL @ 11:10  

5 Comentários:

  • Às 14 fevereiro, 2011 11:58 , Blogger Mendes disse...

    Porque perdemos (e bem):
    1 - Os jogadores do benfica trabalharam com dedicação e determinação; os nossos não quiseram trabalhar.
    2 - Houve rapidez e acerto no passe do jogo benfiquista; o nosso jogo pautou-se pela lentidão,muitos passes errados, e bolas pontapeadas para a frente.
    3 - Os avançados benfiquistas não perdoaram; o nosso ponta de lança tem medo de jogar à bola.
    4 - Os jogadores do benfica cumpriram com a estratégia do treinador; os jogadores do Vitória não souberam dar corpo à estratégia montada.
    5 - O benfica fez talvez o melhor jogo da época e tudo lhe saiu bem; nós não tivemos raça nem lutamos para nos excedermos, para dar réplica e fazer ver que não há equipa que nos amedronte.
    6 - O benfica transformou em golos o seu jogo e ainda o que lhe foi oferecido; o Vitória não aproveitou a única oportunidade de golo, e o árbitro não deixou que houvesse uma segunda (que duvido fosse aproveitada).
    7 - O Roberto teve frio; Nilson escaldou e não deixou que a vergonha fosse maior.

     
  • Às 14 fevereiro, 2011 12:07 , Blogger Ernesto Paraíso disse...

    Este jogo foi uma grande desilusão para todos os vitorianos, até porque a equipa tem potencial muito acima do que conseguiu demonstrar ontem.
    Poucas jogadas ligadas, muitas perdas de bola, apesar de algumas combinações de qualidade, foi o que se viu na Luz.
    Para mim, houve nervosismo a mais. Pareciam amadores intimidados por um grande ambiente. Só isso consegue explicar uma exibição tão desastrada. De resto a diferença de potencial entre as equipas não é esta, e isso viu-se no jogo da primeira volta.

    Talvez possamos ter a desforra no jogo do Jamor, mas é preciso a equipa libertar-se mais destes condicionalismos psicológicos.

    Os melhores, foram Nilson (sempre ele) e até tenho medo de citar outro, mas gostei de alguns apontamentos dos componentes do ataque.


    Para terminar apenas uma referência às declarações de Manuel Machado.
    Disse o nosso treinador que treinar uma equipa de 6 milhões não é o mesmo que treinar uma equipa de 60 milhões e que se ele tivesse um plantel de 60 milhões faria outra figura na Luz.

    Achei estas declarações lamentáveis.
    O que se retira desta declaração é que o plantel "é fraco" porque não há dinheiro para mais, ou seja, a culpa deste insucesso é a falta de qualidade dos jogadores, e não a falta de qualidade do treinador.

    Em primeiro lugar digo que se o Vitória tivesse 60 milhões talvez tivesse outros jogadores, mas muito provavelmente também teria outro treinador.
    É muito mau para um lider, na hora de um fracasso pôr-se de fora e apontar o dedo aos jogadores. Como vai motivá-los para o próximo jogo?

    Situação deste treinador, claramente a rever

     
  • Às 15 fevereiro, 2011 00:54 , Blogger Saganowski disse...

    Que se há-de dizer deste jogo?

    Nada, ou quase nada.
    O Vitória praticamente não existiu e deixou que o Benfica chegasse ao fim da primeira parte com mais de 60% de posse de bola, o que é deveras estranho para uma equipa que tinha entrado com tanta gente na linha média e com o Edgar a jogar mais como pivot que avançado! Fez-me lembrar os meus tempos do andebol... Será que não há ninguem que explique àquele escadote com tranças que só pode jogar assim se tiver um colega que entre pela defesa dentro ou abra espaços nas linhas laterais, o que claramente não acontece???

    Tivemos uma equipa claramente lenta, amorfa e sem garra, onde só o Nilson fez tudo para que não saíssemos do estádio dos "Passarinhos do Bairro de Benfica" com uma goleada dos tempos "da outra senhora"...

    E depois o discurso de Manuel Machado.
    Como é que ele teve a falta de solidariedade para com os seus jogadores de dizer que o plantel do Vitória só vale 6 milhões??? Será que este plantel é financeiramente muito diferente do que ganhou ao Benfica em Guimarães? Será diferente em termos de jogo ou de jogadores? Não será dele a responsabilidade??? Começo a ficar farto de ver os vitorianos a pacturem com este tipo de treinador. Mas, com a direcção que temos, não se pode esperar muito mais, não é?
    Em suma, avizinha-se aquilo para que eu tenho vindo a alertar aqui desde o início do campeonato: o Vitória vai continuar a fazer exibições execráveis, sem chama, a jogar para cumprir o objectivo mínimo, que é o 5º lugar (à rasquinha). Vai uma aposta???

    Os melhores:
    1.Nilson
    2.N'Diaye (enquanto houve discernimento).
    3.???

     
  • Às 15 fevereiro, 2011 13:49 , Blogger Dane disse...

    Não estivemos tão distantes do que temos feito o resto do campeonato quanto isso. Excepção feita aos jogos com os grandes na primeira volta, não me lembro de ver uma atitude ganhadora do principio ao fim do jogo.
    O meio campo continua a não existir, o ataque vive do erro do adversário e só a defesa se safa porque o (pouco) apoio defensivo do meio campo serve para desculpa para alguns falhanços clamorosos.

    Efectivamente as declarações do Manuel Machado não cairam bem, até porque foi um plantel supostamente mais fraco que ganhou aos passarecos na primeira volta.
    Conclusão, ainda é cedo para falar mas nem as contratações de Inverno vão fazer a diferença nem fomos capazes de recuperar jogadores com menos utilização. Assim, se não formos capazes de reinventar um onze inicial com atitude, temo que o resto do campeonato seja pior. Quanto ao objectivo, ã forma como temos jogado não chega, já repararam que 4 pontos separam 7 equipas...

    Melhores:

    - Nilson
    - Alex
    - N'Diaye

     
  • Às 15 fevereiro, 2011 16:53 , Blogger Jeremias disse...

    Creio que post e comentários descrevem bem a tarde negra (também pelos equipamentos) do Vitória no aviário da Luz.
    Com uma exibição tão fraquinha que apetece dizer que só protocolarmente esteve presente naquele estádio.
    O futuro explicará,ou não, a que se deveu "aquilo".
    Os melhores:
    1)Nilson
    2)Ricardo
    3)N'Dyaie

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page