4.2.11

EM LIGEIRA VANTAGEM.

Num jogo fraco, e com uma exibição ao nível do jogo, o VITÓRIA conseguiu adquirir vantagem, ainda que ligeira, para a segunda mão da meia final da Taça de Portugal.
Exigia-se mais, num dos jogos mais importantes da temporada, ainda por cima contra um adversário fraco.
A equipa continua distante do que pode fazer.
Há jogadores que, de forma que se me afigura incompreensível, manifestam uma "má forma" há demasiado tempo.
A jogar assim é muito dificil ganhar, mesmo tendo como opositoras equipas que jogam muito pouco ou mesmo nada.
Ainda assim, penso que a vitória foi justa.
Tivemos muito mais oportunidades que eles e, ainda que quase sempre sem grande qualidade, tentámos ganhar o jogo, ao contrário do que sucedeu com a Académica que, de forma clara, apenas jogou para não perder e teve no seu "redes" uma espécie de anjo salvador.
Claro que o importante nestes jogos (como, ao fim e ao cabo, em todos eles) é o resultado e esse, no jogo de ontem, foi positivo, ainda que tivesse sido perfeitamente possível ser muito mais positivo, até mesmo resolver desde já a meia final cá em Guimarães.
A presença no Jamor vai ter que ser decidida em Coimbra.
Acho, ainda assim, que o VITÓRIA tem todas as condições para "carimbar" a desejada presença para a final no segundo jogo.
Parte em vantagem para a segunda mão e não sofreu golos em casa.
Marcar um golo em Coimbra será como o código postal.
Mais a mais porque acredito que a equipa melhore (espero que muito) o seu nível de jogo até lá.
De negativo, para além do "espectáculo", foi o aspecto desolador das bancadas.
Naquele que, até à data, era o jogo mais importante da temporada, disputado num horário em que permitia às pessoas não deixarem de trabalhar, com um custo dos bilhetes reduzido e mesmo estando uma temperatura quase negativa, esperava-se muitíssimo mais gente no "Afonso Henriques".
Era um jogo que ajudava a decidir a presença na final da taça, que é uma aspiração de todos os Vitorianos.

publicada por CASCAVEL @ 11:55  

4 Comentários:

  • Às 04 fevereiro, 2011 16:38 , Blogger Capucho disse...

    Melhores em campo:
    1. Jorge Ribeiro;
    2. Bruno Teles;
    3. Alex.

     
  • Às 04 fevereiro, 2011 17:43 , Blogger Mendes disse...

    Só o Vitória jogou para ganhar o jogo como, alás, lhe competia.O anti-jogo da Académica revela a fraqueza do n/ futebol em que as equipas não querem jogar, mas apenas que o tempo passe para não perderem.
    Além de ganharmos o jogo, conseguiu-se aquilo que era uma vísivel preocupação de MM: não sofrer golos. E isso pode relevar-se crucial para o desenlace final da eliminatória. Mas atenção, isso apenas sucedeu porque Nilson esteve à altura no momento mais complicado para o Vitória.
    Vieram uma vez mais à tona as n/ fragilidades em criar jogo para a linha avançada (Rui Miguel só tem o nº 10 nas costas e nada mais...), e na concretização (aquela espécie de gafanhoto que joga lá na frente começa a ser insuportável...).
    Nota positiva para Jorge Ribeiro que trabalhou e tentou empurrar a equipa para a frente, tentando ainda a longa distância.
    Por último, gostei que o destino fizesse mais uma das suas graças: nada melhor que um marroquino a marcar o golo do Vitória depois das já apelidadas palhaçadas das gentes de lá da Morreira (se é que o são, a ver vamos!)
    Melhores:
    1 - Jorge Ribeiro
    2 - Bruno Teles
    3 - Faouzi (pela jogada do golo)

     
  • Às 05 fevereiro, 2011 17:24 , Blogger Saganowski disse...

    Um jogo execrável, mas onde se cumpriu a obrigação mínima: ganhar e não sofrer golos.

    Os melhores:
    1.Faouzi (pelo golo; e já lá vão 2 golos preponderantes)
    2.Jorge Ribeiro (puxou a equipa para a área do adversário o mais que pôde)
    2.Nilson (fez uma defesa do outro mundo antes do nosso golo permitindo que o Vitória saísse do jogo sem sofrer golos)

    Tem de haver outra atitude daqui a... a 70 e quantos dias??? O futebol português é mesmo ridículo!

     
  • Às 05 fevereiro, 2011 19:44 , Blogger Jeremias disse...

    Cumpriu-se o objectivo essencial; Ganhar.
    Cumpriu-se um objectivo secundário;não sofrer golos.
    Não se cumpriu outro obejctivo; marcar mais golos.
    Mesmo assim creio que há boas razões para optimismo quanto ao apuramento.
    Isto,claro,se não formos a COimbra fazer aquela triste figura que todos presenciamos meses atrás.
    Os melhores:
    1)Jorge Ribeiro
    2)Bruno Teles
    3)Faouzi

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page