24.1.08

In jornal OJogo

""O treinador mostra-se irritado com a interpretação que dão às suas palavras, revelando que "quase tudo o que eu digo é utilizado para criar polémica e não inserido dentro de um plano que qualquer treinador tem para a sua equipa", e sublinha: "Face ao conhecimento da equipa, eu é que sei o rumo a tomar."
Os exemplos mais recentes surgiram com as respostas que deu às perguntas feitas no sítio Maisfutebol. "Perguntaram-me se eu achava que tinha condições para treinar um grande, e eu disse que sim. Que queriam que eu dissesse, se já treino o Guimarães? Agora, não alinho em discursos miserabilistas ou hipócritas", realçou.
A pressão para chegar ao segundo lugar é facilmente explicável. "Se eu dissesse isto antes do encontro com o Nacional e fosse eliminado, o que é que iriam dizer? Existem factores que as pessoas de fora do grupo não sabem, e nem por isso se coíbem de manifestar opiniões disparatadas."
Já no seu jeito habitual, abordou a questão de querer deixar o Guimarães, como terá sido interpretado: "Não brinquem comigo. O que eu quero é que não me despeçam." ""

publicada por Edmur @ 14:30  

5 Comentários:

  • Às 24 janeiro, 2008 18:58 , Blogger Pedro Mendes disse...

    Disse isto : Perguntaram-me se eu achava que tinha condições para treinar um grande, e eu disse que sim. Que queriam que eu dissesse, se já treino o Guimarães?

    Mas antes tinha dito isto: "Não fazia nada para não chegar lá."

    E os outros é que tem discursos hipócritas??? Tá bem, tá!

     
  • Às 25 janeiro, 2008 12:55 , Blogger N'Dinga disse...

    Como já disseste antes, cada um lê como quer e interpreta como quer. Eu não li nesse sentido, já te expliquei, para mim o contexto foi, mais ou menos este: aqui há una anos diziam-me que ia para um grande e eu, pessoalmente, achava que não estava preparado para isso, depois não faria nada para não chegar lá. Já chegou!
    E isso do grande, como diz o nosso capitão e eu volto a repetir (porque também já o disse), é uma coisa muito relativa...
    Os nossos grandes são minúsculos comparados com outros grandes (Real Madrid, Milan, por exemplo), mas não deixam de ser grandes... Ora o Vitória, sendo grande, a verdade é que não é tão grande como outros que por aí há.
    Falta-lhe orçamento, títulos e 20 e tal mil sócios, por fervorosos que sejam, não são 60 ou 100 mil, ok?
    Mesmo assim, sei que não ficas esclarecido porque não queres ver isto, mas está bem... continuo a ser teu amigo e a gostar muito do Cajuda.
    Abraços e até amanhã!

     
  • Às 25 janeiro, 2008 14:50 , Blogger Edmur disse...

    E além de que um dito grande paga bem melhor que o nosso grande...

     
  • Às 25 janeiro, 2008 17:40 , Blogger Pedro Mendes disse...

    Oh Edmur,

    com essas verdades "lapalissianas" é que tu me calas!!!

     
  • Às 26 janeiro, 2008 15:24 , Blogger Edmur disse...

    Nao quero que te cales PM.. até porque te acho piada...eheheh

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page