18.4.13

Assistências

Creio que para qualquer vitoriano que se entretenha a reflectir minimamente sobre o nosso clube não escapará o triste fenómeno do decréscimo de assistências nos nossos recintos desportivos.
Seja no estádio, seja no pavilhão, seja nas reduzidas bancadas do complexo desportivo nos jogos dos escalões de formação.
É verdade que é um fenómeno que não é exclusivo nosso.
De uma forma geral, e muito por força(mas não só) da crise que se vive neste país, as pessoas vão cada vez menos aos recintos desportivos e optam pelo sofá para assistirem ás doses industriais de desporto que nos entram via televisão.
Seja em sinal aberto seja por cabo.
Que custa dinheiro, é verdade, mas que ainda assim sai muito mais barato do que numa família de quatro pessoas comprar quatro lugares anuais e pagar as cotas e ainda acompanhar o clube nalguns jogos fora.
Mas os custos não explicam tudo.
Porque no voleibol e basquetebol a entrada é gratuita e na maior parte das vezes está muito pouca gente no pavilhão a assistir aos nossos jogos e a apoiar as nossas equipas.
As finais de taça de Fafe e Coimbra foram as excepções que confirmam a regra.
Bem como nos jogos do futebol de formação em que as assistências são cada vez menores.
Já foram aventadas muitas explicações para isso e não vou aqui alongar-me na sua repetição por desnecessário.
Já todos sabemos que são alguns anos de desilusões, de frustração, de resultados aquém do esperado e do habitual neste clube.
Também sabemos que os anos de Emílio Macedo provocaram um corte brutal na empatia entre sócios e orgãos sociais a que a questão da SAD não ajudou nada a sarar.
Mas um destes dias, lá pela bancada nascente onde pulsa forte o sentir vitoriano, deram-me mais uma achega valiosa para perceber a baixa de assistências.
A emigração.
Que terá arredado de Guimarães nos últimos anos alguns milhares de pessoas com especial incidência nos jovens.
Confesso que nunca tinha pensado nisso.
Mas faz todo o sentido.

publicada por Jeremias @ 23:58  

0 Comentários:

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page