17.7.11

"Milogate"

Talvez alguns, mais distraídos ou mais comprometidos não é o relevante,ainda não se tenham apercebido mas o Vitória vive num autêntico "Milogate" de consequências neste momento imprevisiveis.
Porque existe a fundamentada suspeita de que o ainda presidente do Vitória tenha não só mentido na ultima assembleia geral como na base dessa mentira esteja o "convite" a jogadores do Vitória para se transferirem para o... Benfica!
Recapitulemos:
Na ultima AG o associado Miguel Salazar contou( de forma serena e pausada para que não existissem más interpretações) um episódio passado há dois ou três anos(referindo que existiam várias testemunhas) e segundo o qual o presidente EMS teria poucos minutos antes de um jogo com Benfica tido uma conversa com jogadores do voleibol vitorianos que se sintetizaria em dois aspectos:
Lançou duvidas sobre a aposta do Vitória na época seguinte em termos de voleibol e manifestou que no âmbito de uma conversa com Luís Filipe Vieira o SLB estaria disposto a acolher todos os jogadores que para lá se quisessem transferir!!!
A seguir deve ter-lhes dito (mas isto é mera suposição minha) "...agora entrem em campo e impeçam o vosso futuro clube de se apurar para a final..."!
A verdade é que a dignidade dos jogadores prevaleceu e o Vitória ganhou o jogo por 3-2 depois de estar a perder 0-2 provavelmente devido ao presidencial incentivo.
Questionado por Miguel Salazar sobre a veracidade desta história o ainda presidente reagiu de forma irada negando tudo, dizendo que nunca fora aos balneários do voleibol antes de um jogo (mas a verdade é que ninguém falara de balneários...) e que estava de "boca aberta"(sic) perante aquela acusação.
Mais tarde em declarações á "Milo TV" (ex Vitória Tv) anunciou que ia processar o associado que fizera aquela intervenção.
A única coisa de que não tenho duvidas nas declarações de EMS é que nunca tenha ido aos balneários do voleibol(nem de nenhuma outra modalidade que não o futebol até aposto)antes de um jogo.
Por um lado porque nem para as bancadas vai quanto mais ir ao balneário.
Por outro lado porque não indo aos balneários (nem ás bancadas repito) sempre evita que lhe perguntem pelos salários em atraso!
Agora o resto é gravíssimo.
E o ter sido com o voleibol é irrelevante.
Seria gravíssimo em qualquer modalidade.
Porque se EMS fez aquilo que Miguel Salazar lhe perguntou não tem condições para continuar a ser presidente do clube.
Porque lesou o Vitória ao incentivar jogadores a irem para um rival e mentiu aos sócios ao negar tê-lo feito.
Se EMS está inocente então só um processo judicial permitirá repor a verdade doa a quem doer.
Porque neste momento já não é a palavra de Miguel Salazar contra a de Emílio Macedo da Silva.
E ainda que fosse seria sempre a de um contra a de outro e cada sócio acreditaria em quem quisesse.
Não.
Neste momento é a palavra de Miguel Salazar mais 4(QUATRO) testemunhas que já deram a cara contra a de um solitário Emílio Macedo da Silva.
E daí que o assunto já não possa ser esquecido nem branqueado.
Há uma enorme mentira a pender sobre o clube.
Só o Tribunal pode resolver o assunto.
Os vitorianos tem direito á Verdade.
Por isso aguardo, com o compromisso de falar do assunto tantas vezes quantas forem precisas, que EMS seja consequente e processe Miguel Salazar.
Se não o fizer então resta-lhe escolher entre demitir-se ou ser demitido!

P.S. : Penso que transparece do texto mas ainda assim reitero que acredito totalmente em Miguel Salazar.
Com ou sem testemunhas.

publicada por Jeremias @ 15:16  

0 Comentários:

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page