27.10.07

Á Vitória !

Foi uma vitória...Á Vitória.
Com garra,entrega,entusiasmo,bom futebol e o sofrimento que nos costuma acompanhar.
Mas ganhamos.
E isso é o que fica.
Três notas e uma reflexão:
Primeira para a péssima arbitragem de Duarte Gomes e seus compinchas.
Parecia que nos queriam levar ao desespero tantas foram as asneiras em nosso prejuizo.
Acho,aliás,que o Leiria não tem razão nenhuma para reclamar penalty porque Nilson bate primeiro na bola.
Segunda para o antijogo primário do Leiria.
Já não se usa.É vergonhoso,ainda para mais numa liga profissional,tanta simulação,tanto fingimento.
Também a isto a Fifa deve estar atenta.
Faz parte do fair play.
Terceira nota,esta muito agradável,para salientar a exibição do Vitória.
Muito bem na entrega,no jogo jogado,no acreditar até ao fim.
Temos equipa no verdadeiro sentido do termo.
Uma reflexão final para dizer o seguinte: tudo está bem quando acaba bem, é certo,mas aquela substituição do Miljan não me convenceu.
Não pela entrada do Rabiola,que esteve bem e marcou o golo da vitória,mas porque numa fase de pressão e de cruzar bolas para a área tirar um ponta de lança que joga bem de cabeça não me pareceu boa ideia.
Mas é opinião de treinador de bancada como é evidente.
Os Melhores:
1) Andrézinho
2) Flávio Meireles
3) Alan

Saudaçoes Vitorianas

publicada por Jeremias @ 13:25  

8 Comentários:

  • Às 27 outubro, 2007 15:50 , Blogger CASCAVEL disse...

    Como disse o CAJUDA, no final do jogo, foi uma vitória justissima.
    Polémicas à parte (de facto houve um penalty clarissimo contra o VITÓRIA não assinalado, ainda que também houve um lance, mesmo no fim da primeira parte, em que um jogador do VITÓRIA caminhava isolado para a baliza adversária e a sua progressão foi inadvertidamente cortada pelo árbitro por uma suposta falta que, de facto, não aconteceu), o VITÓRIA dominou a maior parte do jogo contra uma equipa que na primeira parte, enquanto decidiu jogar futebol, disputou o jogo e criou bastantes problemas ao VITÓRIA.
    Inacreditavelmente, durante toda a segunda parte, decidiram apenas queimar tempo, sem que praticamente tivessem delineado uma jogada de ataque digna desse nome.
    É este o miserável futebol que há em Portugal...
    Na segunda parte assistimos a um vendaval de futebol ofensivo por parte do VITÓRIA o que claramente atorduou o Leiria que, como disse, nesse período apenas se preocuipou em fazer anti-jogo.
    Por isso foi "bem feito" terem perdido o jogo na última jogada do desafio. Devia ser sempre assim para quem (não) quer jogar futebol ou apenas o quer fazer para os lados, para trás ou atirando deliberadamente os seus jogadores para o relvado, simulando lesões que rapidamente são debeladas.
    Vergonhoso.
    A nossa equipa, que quer sempre jogar à bola, é fantástica.
    Sem possuir grandes estrelas tem uma estrela que verdadeiramente brilha: a EQUIPA!!!!
    Ontem, principalmente durante a segunda parte, os jogadores Vitorianos foram fantásticos.
    Na vontade, na garra, no empenho, na determinação e, porque não dize-lo, no bom futebol particado.
    Esta equipa dá tudo em campo, muitas vezes com jogadas de grande espectáciulo que encantam quem assiste aos jogos.
    A jogar assim, com estes predicados, a equipa pede meças às melhores equipas do mundo.
    Os melhores:
    1-ALAN. Fez um jogo (claramente o melhor desde que cá chegou) absolutamente extraordinário.
    2-DESMARRETS. Atravessa um momento de forma fantástico!!!
    3-GHILAS. A sua entrada foi determinante para virar o rumo do jogo. O fim do Ramadão não deve ser alheio a esta subida de rendimento do nosso "Zidane".
    Por tudo o que fizeram em campo, foram absiolutamente merecidos os aplausos com que os jogadores foram brindados no fim do jogo, pela massa adepta Vitoriana que, mais uma vez, este presente em grande número nas bancadas do Afonso Henriques.
    E venha o Marítimo.
    Saudações Vitorianas.

     
  • Às 28 outubro, 2007 13:02 , Blogger Edmur disse...

    Bem, um grande jogo de querer e acreditar..à imagem do seu treinador, sem duvida. no entanto houve coisas realmente negativas, nomeadamente a má exibiçao de Geromel, coisa a que nao estamos habituados..e como até os craques devem ser criticados, aqui estou neste papel ingrato: inseguro, com varias falhas, lento... que seja uma excepçao esta sua exibiçao..
    Joao Alves, péssimo...

    Agora o que interessa:

    1ª Alan, simplesmente fabuloso
    2º Ghilas
    3º Flavio Meireles

     
  • Às 29 outubro, 2007 10:03 , Blogger Gregório Freixo disse...

    Permitam-me discordar do Jeremias no que toca ao "bom futebol" praticado. É que, a meu ver, a primeira parte do encontro revelou o pior Vitória desta época. Previsível, lento e muito pouco inspirado.
    Na segunda parte mudou-se para melhor, sobretudo graças às alterações do mister.
    A primeira alteração foi fundamental. Normalmente, o Vitória quando precisa de abdicar de um médio de cobertura, sacrifica o Flávio. Na sexta, Cajuda optou por retirar João Alves. Foi uma opção correctíssima. É que, não só o João Alves (à semelhança do que vem fazendo desde o início da época) "não deu uma para a caixa", como o Flávio, curiosamente, subiu de rendimento.
    Na segunda, tirou o estourado Carlitos e meteu o Targino que, não obstante as trapalhices do costume, deu mais velocidade e acutilância ao nosso ataque.
    A última, a mais polémica. Também eu na altura achei que o Mrdakovik era mal tirado. Todavia, pensando bem e a posteriori, parece-me que o mister teve razão (por alguma razão ele treina o Vitória e nós comentamos em blogues...). É que se não fosse ele a sair, teria de sacrificar ou um médio centro, e aí perdíamos o meio campo; ou abdicava de um defesa e ficávamos ainda mais sujeitos do que já estávamos (e não era pouco) ao contra-ataque do Leiria.
    Foi, por isso, uma substituição acertada e que ainda por cima... teve a sorte de correr bem.

    Os melhores:
    1. Alan. Endiabrado.
    2. Andrezinho. Em clara subida de forma. Quer a atacar quer a defender.
    3. Rabiola. Pelo golo decisivo. Um lance em que revelou qualidades de "matador".

     
  • Às 29 outubro, 2007 12:11 , Blogger Saganowski disse...

    Assistimos a um jogo em que a garra, a calma e a concentração vieram ao de cima…enquanto nas bancadas, muitos já contavam com o empate (eu incluído, confesso)!
    Apesar disso, a primeira parte foi uma desilusão…
    Quem esperava que o Vitória pusesse o Leiria em “sentido”, viu exactamente o oposto. Os brancos pareciam impotentes para travar as arrancadas dos extremos leirienses, particularmente de Maciel…o que valeu foi que a maior parte das vezes, ou a bola ia fora, ou o Nilson estava lá!
    Confesso que na primeira parte, um dos jogadores que mais me desagradou foi o Geromel! Nunca o vi a errar tanto! Que susto! Além disso, continuo a dizer que o Alan não me convence, mas isso é outra história…
    Na segunda parte houve uma transfiguração! O “Santo” deve ter-lhes “dado nas orelhas”, porque foram “do 8 ao 80”!!! O Ghilas e o Targino abanaram a equipa, o Mrdakovic começou “a todo o gás”, fazendo o seu melhor jogo da época e o Rabiola marcou um golaço à matador!

    Depois, uma palavra para o espírito de grupo e a sintonia com a massa associativa.
    Tudo aquilo que se ouve dizer sobre a união e o espírito de grupo é bem verdade! Cada vez se vê mais que o Vitória é um conjunto de jogadores e não um conjunto de individualidades ou vedetas, o que muito me apraz registar, dado que não é só em campo que se vê isso, mas também no discurso dos próprios jogadores. Além disso, a atitude da equipa quando, antes do início do jogo, foi cumprimentar a claque, agradou-me de sobremaneira…Humildade e gratidão, acima de tudo!

    Quanto ao árbitro, tudo teria sido mais fácil se o árbitro não fosse tão mau… Deixou passar muito anti-jogo, dando ao Leiria a ideia que podia vir a Guimarães buscar 1 ponto… No restante, parece-me que esteve bem em não assinalar o castigo máximo, quando todos viram que o Nilson se fez à bola…

    Assim sendo, a minha tômbola desta semana é:
    1º Ghilas (pela boa forma e clarividência, depois de um exigente Ramadão. Depois da sua entrada, tudo foi melhor)
    2º Mrdakovic (pelo golo de raça e de raiva e pela entrega no jogo)
    3º Rabiola (pelo golo à matador, pela demonstração de carinho por este clube, apesar de já ser jogador do FCP)

     
  • Às 30 outubro, 2007 09:51 , Blogger Edmur disse...

    Caro Sagan..
    Confesso que estava um pouco curioso onde iriam cair tuas escolhas desta semana...e incrivelmente, mas previsivel, nao escolhesete o Alan em nenhuma das 3 opçoes.... Ou seja, viste outro jogo diferente...

     
  • Às 30 outubro, 2007 10:11 , Blogger Saganowski disse...

    Caro Edmur,

    Prometo que, para a semana que vem, escolho o Alan...se ele merecer...

     
  • Às 30 outubro, 2007 19:31 , Blogger Tito71-78 disse...

    Meus caros,

    Gostei bastante da atitude da equipa, da vontade de vencer até ao último minuto.
    A primeira parte foi má, muito por culpa (na minha opinião) dos 2 centrais, do Carlitos e do João Alves.
    Ainda de negativo a atitude dos jogadores da União de Leiria, que mal marcaram fizeram tudo por tudo para perder tempo. Quem paga bilhete não merece tamanho espectaculo decadente.
    Parece-me que foi penalty, mas o problema é que só se fala nesse lance quando há numerosos outros em que o arbitro foi muito habilidoso e só não correu mal porque felizmente os nossos jogadores acreditaram que seria possivel vencer. Estão de parabéns pela atitude!

    Votações
    1- Andrézinho
    2- Alan
    3- Ghilas

     
  • Às 30 outubro, 2007 21:37 , Blogger Capucho disse...

    A minha votação:
    1- Alan;
    2- Andrezinho;
    3- Ghilas.

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page