22.10.04

Carta Aberta ao Exmo. Sr. Pedro Carvalho

Carta Aberta ao Exmo. Sr. Dr. Pedro Carvalho, digníssimo sócio nº 17162 do Vitória Sport Clube.


C/C da Ilustríssima Direcção do Vitória Sport Clube e Órgãos de Comunicação Social


Exmo. Sr. Dr. Pedro Carvalho,

Os meus respeitosos cumprimentos.

Tomei conhecimento, por e-mail, da sua carta aberta enviada à Direcção do Vitória Sport Clube.

Refiro, antes de mais, que não tenho qualquer relação com a actual Direcção do Vitória Sport Clube, a não ser o facto de a mesma liderar o UNICO clube de futebol do qual sou sócio, apoiante e simpatizante, nem me identifico, neste momento, com qualquer partido político, apesar de já ter pertencido à juventude do partido que V. Exa. agora lidera em Guimarães.

Por norma, alheio-me a estes mexericos, mas visto V. Exa. ter falado, não só em seu nome, como de todos os sócios (veleidade essa que não entendo como pode ter), venho por este meio, manifestar-lhe o meu desagrado por se ter referido em meu nome, sócio nº 3701, quando ninguém lhe solicitou tal coisa.

Assim, gostaria de lhe pedir e agradecer, que jamais tomasse a liberdade de o fazer.

Já agora, e em meu nome pessoal, gostaria de lhe fazer algumas perguntas, talvez para lhe avivar a memória, que obviamente só responderá se julgar necessário:

1. Quando era parte integrante da última direcção, como membro da mesa da Assembleia-Geral (relembro-lhe que segundo os estatutos do Vitória Sport Clube, o Presidente da referida mesa é indicado pela Direcção e depois sufragado pelos sócios), aí sim, representante legítimo de todos os sócios, não tentou, juntamente com os restantes membros da mesa e direcção, protelar e mesmo, não marcar uma Assembleia-Geral Extraordinária, pedida por um grupo de sócios, em que o assunto em discussão seria o pagamento das cadeiras no estádio? Ou será que o interesse de V. Exa. como associado só agora veio ao de cima?

2. Onde estaria V.Exa no dia da famosa “assembleia dos seguranças”? não estava, porque provavelmente ainda não era sócio do Vitória Sport Clube, logo não tinha esse direito? Ou estava, mas também não viu nada que lhe parecesse plausível de ser comentado?

3. Não acha que a herança deixada pela direcção anterior, da qual V. Exa. fez parte como membro da mesa da Assembleia-Geral, tal como, dividas ao fisco, à segurança social, a variadíssimos credores, salários em atraso, uma equipa desfeita, etc., deveria servir como uma “injecção” de paciência e serenidade, aos mais intempestivos sócios como parece ser o caso de V/Exa.? Ou acredita que a direcção da qual V. Exa fez parte dos órgãos sociais como membro da Mesa da Assembleia-Geral, deixou o Clube/Empresa numa situação tão favorável que qualquer gestor, por mais fraco que fosse, (que pelas provas dadas pelo Sr. Victor Magalhães em toda a sua vida profissional e empresarial não me parece ser o caso), ao fim de três meses já teria resolvido todos os seus problemas? É que eu, como gestor que sou, não acredito.

4. Não lhe parece a V. Exa., que pegar numa empresa/clube desfeita, e preparar uma equipa também desfeita num único mês, com atraso em relação aos rivais, não é fácil? E não lhe parecerá bem a V. Exa. que nessas alturas se recorram a soluções, que embora não sejam as melhores são as possíveis, para ter um plantel de enorme qualidade, como me parece ser o caso?

5. Não vê nas medidas tomadas por esta Direcção, tais como, campanha com êxito de angariação de novos sócios, aumento do número de cadeiras vendidas no estádio, fomento e criação de novas modalidades desportivas, criação de uma comissão de revisão de estatutos constituída por pessoas indiscutivelmente sérias e responsáveis, medidas válidas e proveitosas para o futuro que Todos queremos para o nosso Vitória Sport Clube?

6. Vê algum proveito para o clube, o facto de a direcção todos os dias, ou quando V. Exa. assim o desejar, transmitir e informar os actos de gestão corrente que efectua? A não ser o de alimentar polémicas e preencher tempo livre a alguns associados e media?

7. Acha que o grande defeito do Prof. Manuel Machado, e a possível explicação para os maus resultados, esta no facto de o mesmo acumular funções de Treinador e de Docente? Ou estará no facto de já termos defrontado 4 equipas que se qualificaram para as competições europeias no ano passado, e outra, o Moreirense, clube da minha terra pelo qual obviamente, e interpretando as suas palavras, não nutrimos o mesmo respeito, que também acabou a Super Liga à nossa frente, quando a direcção de que V. Exa fazia parte como membro da mesa da Assembleia-Geral, ainda desempenhava funções?

8. Como politico e cidadão de um país democrático, não lhe parece que as direcções eleitas têem um mandato (no caso do Vitória S.C. são 3 anos) para cumprir os objectivos propostos e mostrar o que valem, mais quando têem a legitimidade de cerca de 85% de votos?

9. A sua vontade de ver melhorias de resultados e classificação imperou no dia 25/09/2004, relembro-lhe dia de Vitória Sport Clube-F. C. Porto? Numa carta dirigida à direcção do Vitória S.C., não lhe parece exagerado referir-se tantas vezes a este clube, sim porque para mim duas são demais, e como "campeão europeu", segundo suas palavras, ou não sabe V. Exa. para que lado “cair”?

10. Serão as suas preocupações relatadas, dignas desse nome, ou será mais um “ressavianço” resultante da estrondosa derrota que também V. Exa. sofreu nas últimas eleições, quando finalmente os sócios do Vitoria Sport Clube na sua larguíssima maioria acreditaram num projecto válido e sério, em vez de acreditarem em nomes de jogadores esses sim totalmente incomportáveis para a realidade do clube?

Gostaria também de lhe dizer, que nunca e em situação alguma da minha vida, passaria um “cheque em branco” a alguém, mas dentro da cultura democrática em que sempre fui educado, “avalizo uma livrança de confiança” por 3 anos a esta Direcção, e a quaisquer outras anteriores e vindouras, e no momento próprio, leia-se eleições, ponderarei se prorrogo ou não o meu aval.

Antes de terminar, e a serem verdade, gostaria de me juntar a V. Exa., no pedido de tomada de posição publica por parte da direcção, acerca dos factos relatados nos órgãos de comunicação social, sobre as declarações do Prof. Manuel Machado a respeito dos sócios do Vitória Sport Clube e repudiar veemente as mesmas. Os tempos da “velha senhora” no Nosso Vitória finalmente terminaram, e eu como sócio, farei tudo o que estiver ao meu alcance, para não deixar que os que defendem e ganham a vida no Nosso Vitória, tenham sequer a veleidade de desrespeitar, quem no final de contas lhes paga o ordenado ao fim do mês, Os Sócios.


Sem mais de momento, e na expectativa de ver explicadas algumas duvidas aqui expostas, sou com elevada consideração.

De V.Exa.
Atenciosamente.

Carlos Filipe Teixeira de Matos Lage
Sócio nº 3701 do Vitória Sport Clube

publicada por Pedro Mendes @ 17:57  

2 Comentários:

  • Às 27 outubro, 2004 02:27 , Blogger tas-quase-la disse...

    Bem...

    Antes de mais, quero felicitar os três caramelos inovadores pelo primeiro Blogg do nosso Tórinha. Está muito bem!


    Comentando então...

    Apenas dizer o seguinte ao Carlos Filipe Teixira de Matos Lage: M U I T O B E M!!

    É uma carta com 100% de eficácia. Eu próprio não conseguiria escrever melhor. Gostei especialmente do “avalizo uma livrança de confiança”. Denota uma coerência enorme de valores e verdadeira paixão pelo VSC.

    É preciso mais comentários deste sócio!!



    Quanto ao incipiente advogado: Onde é que estavas no 25 de Abril?? Ahh.. Onde??

    (Vou escrever pouco e tentar dizer muito, coisa que o sócio 17 mil e tal do vitória e 30 mil e tal do FCP, não conseguiu fazer.)

    Na verdade, saber onde estavas no 25 de Abril, não tem nada a ver!!!
    O mesmo se aplica à tua infeliz carta aberta à Digníssima Direcção do VSC. Não teve nada a ver..
    E as razões pela qual digo isto, estão devidamente explanadas no comentário do Carlos F. T. M. Lage.

    Mais uma coisa óh incipiente... Tenta fazer alguma coisa bem, e aposta no Karaoke do Jett's.. pode ser que descubras a tua verdadeira vocação. Aliás, desejo-te muita sorte, pois não vai ser fácil competires com aquele senhor que canta Joe Dassin, na versão monocórdica!! (só de me lembrar, fico todo arrepiado..)

    PS: Espero não ter ferido susceptibilidades de ninguém, afinal de contas na vida, temos de andar de mãos dadas com o humor e boa disposição.

    PS2: Para que não me acusem de falar com a cara escondida, o meu nr de sócio é 3583. O nome para já, não interessa :-) e não vale a pena darem-se a esse trabalho.. Eu não o mereço, óh sr advogado!

    Saudações Vitorianas!!
    E boa sorte p a taça c o outro clube do sr advogado :-)

     
  • Às 27 outubro, 2004 02:39 , Blogger tas-quase-la disse...

    Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page