11.6.08

Ainda mexem....

Caros Vitorianos,

Recomendo vivamente a leitura do "direito de resposta" da proclamada ex-Direcção do Vitória em comunicado no Comércio de Guimarães desta semana.

Gostava de saber quem são os signatários, por uma razão de saber quem ainda anda a ressabiar, e também, de, já agora conhecer os pormenores da gravíssima acusação que é feita ao actual Presidente do Vitória e que terá eventualmente originado a sua saída do elenco directivo da altura, que como é afirmado no texto do qual retiro e seguinte excerto:

"Ao contrário do que afirma, Emílio Macedo não se demitiu por imperativo de consciência. Foi lhe facultada, em reunião de Direcção convocada de emergência para o efeito, a oportunidade de renunciar formalmente ao seu lugar para não ser sujeito à demissão compulsiva.
As razões do seu afastamento decorreram de comportamentos que tornaram impossível uma
indispensável relação de confiança com o Presidente Vítor Magalhães, razões que estão documentadas e que só ainda não foram tornadas públicas por recato deste a benefício do Vitória."

Eu chamo a isto levantar boatos e suspeitas, se há algo que não é para se saber, não se fala disso, certo? E "dizer coisas" é sempre mais fácil.
Levantar um boato sobre alguém e salvaguardar a sua divulgação com o motivo de não prejudicar o Vitória, é no mínimo ridículo e revelador de pouco carácter.
Se há ou houve algo na conduta do actual Presidente do Vitória, enquanto Director, que poderia ou pode vir a prejudicar o Vitória, porque não foi isso tornado público na altura devida, na altura em que os Vitorianos o sufragaram?
Teremos eleito alguém capaz de tomar atitudes que prejudiquem o Clube, como aqui, de forma soez, se quer fazer passar?
Esse recato de que se fala no comunicado não existe a partir do momento em que se disse o que se disse.
Mas enfim, é uma espécie de "vocês sabem do que eu estou a falar..."
Nada de novo para quem fez o que fez ao Vitória.

Mais. Prossegue o comunicado com as putativas bandeiras da contratação de jogadores e técnico:

"Quanto ao Futebol, mais do que contar jogadores em número, importa é avaliar a qualidade dos activos transmitidos à actual Direcção. Pelé, Geromel, Sereno, Desmarets, Targino, Momha, Raviola, Ghilas entre outros chegam e sobram para pagar todo o passivo que a Direcção de Vítor
Magalhães encontrou no Clube. É isso a má gestão?"

Só pergunto uma ou duas coisitas: quanto valiam esses activos quando o Sr. Magalhães abandonou a sua excelente gestão? Quem os valorizou? Quem é que geriu esses activos e lhe acrescentou valor? Quem pôs a máquina de facto a carburar?

Alguém acredita que essa saudosa extinta Direcção de tão subidos e firmados créditos e de tal sageza, alcançaria os resultados da presente?
A subida de divisão quando ninguém acreditava, e a impensável (à altura) classificação para a Liga dos Campeões?

A actual Direcção tem o mérito de ter pegado num barco a que metia agua por todos os lados e devolver-lhe o rumo, o prestigio e a grandeza que o Vitória merece.
Só por isso merece o meu elogio!

Não sou advogado de ninguém, mas é preciso ter lata para vir com este tipo de insinuações e capitalizar medalhas com o trabalho dos outros.
Com os tais "activos", e outros que aqui se esquecem mas que foram bem mais caros, o Sr. Magalhães e o "grupo de sábios" que o rodeavam, tiveram os resultados que a História do Clube regista.
Esta actual Direcção tem os resultados que a História regista também.
A comparação e fácil e evidente.
E meus amigos, contra factos não há argumentos, há, infelizmente, pessoas que não perdem uma boa ocasião para estarem caladas.

Agora que era bom saber a que é que se referem quando vem com insinuações, lá isso era, mas para isso é preciso "tomates"!!!

Abraços e,

VIVA O VITÓRIA!!!



publicada por ADEMIR ALCANTARA @ 11:26  

16 Comentários:

  • Às 11 junho, 2008 13:09 , Blogger N'Dinga disse...

    Como ainda não pude ler (o comunicado na íntegra), nem perceber uma série de coisas (resposta a quê?)... guardo o direito de comentar para mais tarde...

     
  • Às 11 junho, 2008 15:06 , Blogger Antonio disse...

    Continuo com o mesmo pensamento...o Vitor Magalhães era serio em demasia para o futebol que existe em Portugal...

     
  • Às 11 junho, 2008 15:45 , Blogger Jeremias disse...

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • Às 11 junho, 2008 15:46 , Blogger Jeremias disse...

    Eu vi o comunicado mas nem me referiria a ele não fora o comentário do Ademir.
    Pela simples razão de que dou tanta importância ao ex presidente como ao célebre vitinho.
    Para mim caracterizo o personagem como algo entre um lapso lamentável e o pior presidente da História do nosso clube !
    Claramente o mais fraco !
    Não sei,nem quero saber,a que se referem nesse comunicado.
    Se é que se referem a alguma coisa...
    O mandato de Emilio Macedo tem sido excelente,com titulos em várias modalidades,apuramento para a Champions e recuperação do clube a vários niveis.
    É o que me importa.
    Do ex presidente ficará a memória da descida á Liga Vitalis por pura incompetência na gestão desportiva.
    E essa nódoa nem daqui a 50 anos estará apagada.
    É o epitáfio dele enquando péssimo dirigente do Vitória.

     
  • Às 11 junho, 2008 16:06 , Blogger CASCAVEL disse...

    Eu não li nada.
    O que me parece é que, mais uma vez, quem sai devia ter mais respeito pelo clube o que, pelos vistos, não aconteceu.
    O problema é que já antes, em tempos não muito distantes, quem não estava no poder teve comportamentos semelhantes e isso é que, a meu ver, definitivamente, devia ser afastado do VITÓRIA.
    Apetece-me dizer que este é um problema que (todas) estas pessoas (que passaram pelo dirigismo Vitoriano) vão ter que resolver.
    Se assim não desejarem, podem continuar esta espécie de "guerra infantil" (do género de "o meu pai é melhor do que o teu") mas para isso, penso, não vão contar com o interesse da maioria dos associados.
    Pelo menos com o meu não contam.
    Saudações Vitorianas.

     
  • Às 11 junho, 2008 19:32 , Blogger Mestre Pedroto disse...

    Ainda não tive oportunidade de ler o comunicado na sua totalidade, mas este tipo "má língua" que já começa a ser hábito no seio do dirigismo Vitoriano, quanto a mim deveria apenas receber o silêncio e o desprezo, de todos nós incluindo comunicação social vimaranense!
    É inadmissível na minha opinião, um jornal semanário de Guimarães, dar ouvidos a esta escumalha que, infelizmente um dia ocupou a presidência do nosso Clube, sabendo de antemão, que isto apenas tem um claro objectivo, que é criar a desconfiança e o mau-estar e tentar abalar este clima de acalmia e de confiança, que esta Direcçao e que todos os vitorianos vivem nestes últimos tempos!
    È preciso manter esta escumalha no seu lugar, e para isso basta não lhe darem tempo de antena, é tão facil quanto isso!
    O Vitoria não precisa deles! E nunca me esqueço nem me hei-de esquecer, que foi essa escumalha que manchou um trajecto de 50 anos, a jogar no principal campeonato Português de futebol!
    Saudações Vitorianas.

     
  • Às 12 junho, 2008 11:57 , Anonymous Anónimo disse...

    O que é certo é que no tempo do Vítor Magalhães o Vitória estava cada vez pior, o presidente não dava a cara e ainda respondia mal aos sócios, e desde que Emílio Macedo foi eleito, o Vitória está cada vez melhor... só pode ser inveja. As eleições que levaram Emílio Macedo à presidência mostraram a vitalidade e a honestidade do nosso clube. Quem lá esteve antes devia ficar agradecidos pelos resultados desta época. Viva o Vitória!

     
  • Às 12 junho, 2008 12:58 , Blogger N'Dinga disse...

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • Às 12 junho, 2008 13:03 , Blogger N'Dinga disse...

    Lido o comunicado, mas ainda sem saber ao certo a que responde ele (uma vez que não li a tal entrevista a que se refere), quero só deixar aqui duas ou três ideias:
    a) Não faço ideia de que lado está a verdade nisto, mas sei que ambas as partes deviam estar caladas quanto ao passado, pois não é tempo de se falar nisso;
    b) Jeremias: VM não foi o único presidente a ver o clube descer de divisão, na época anterior tinha-o levado à europa... e, que se saiba, não se locupletou às suas custas, por tudo isto, foi fraquinho, mas não sei se foi "o pior";
    c) Mestre Pedroto: alguém que foi eleito com cerca de 80% dos votos dos sócios, merece, pelo menos, que não se lhe chame escumalha.

    Já que se lateralizou a questão (devia falar-se do comunicado, mas aproveita-se para falar de outras coisas), aqui vai:
    Factos:
    1. VM, como disse, foi eleito por cerca de 80% dos sócios do Vitória;
    2. VM e a sua direcção, levaram o VSC à UEFA no primeiro ano do mandato;
    3. O plantel do VSC, no ano em que desceu de divisão era dos melhores de sempre do clube;
    4. VM fez a vontade aos sócios e despediu um treinador que conseguiu o que conseguiu e trouxe outro que (à minha e poucas mais excepções, basta ir aos arquivos deste blog, para perceber que há mais de 3 anos, defendia a vinda do Cajuda), era o preferido dos sócios em todas as sondagens;
    5. Mesmo com esses jogadores e esse treinador, o VSC fez uma das piores épocas de sempre;
    6. Foi na sua presidência que o clube desceu de divisão, coisa que não sucedia há uns 50 anos;
    7. Toda a gente - que me lembre - esteve de acordo, no início da época, com a contratação de Norton de Matos;
    8. Toda a gente esteve de acordo, depois, coma sua substituição por Manuel Cajuda;
    9. O plantel base e a equipa técnica que protagonizaram a subida de divisão e, agora, a ida à LC foi construído, ainda, sob a presidência de VM;
    10. Soube interpretar a vontade dos sócios e foi-se embora, antes que a sua permanência prejudicasse mais o clube, não tendo abandonado em plena pré-época, como outros, mas dando tempo à nova direcção para fazer alguma coisa e preparar o que se seguia e soube, ainda, estar calado (pelo menos até agora).
    Por tudo isto, insisto, não merece ser apelidado de "escumalha", nem de "claramente o mais fraco" presidente da história do clube. Nem sequer é "um lapso", a menos que a maioria esmagadora dos sócios esteja desmemoriada, pois foram eles que o quiseram e assim mostraram, claramente, nas urnas.
    A PM, por exemplo, nunca ninguém me ouviu chamar nomes em público, apesar de ter a ideia que tenho dele - e a única negativa que tenho é que não soube sair e preparar a sua sucessão e, com isso prejudicou muito o clube. Esteve, do meu ponto de vista, 2 mandatos a mais, deixou de ser a solução e passou a ser, não parte do problema, mas o próprio problema. Para além disso, ao que parece - a justiça o confirmará ou não -, lesou patrimonialmente o clube, em proveito próprio o que, a ter de facto, sucedido, é demasiado mau.

    Todos, sem excepção, os actuais e antigos dirigentes do nosso enorme clube me merecem respeito porque tenho a certeza que o foram com as melhores intenções e que fizeram o melhor que sabiam e podiam, com defeitos e erros, claro, que ninguém é perfeito. Quando assim é, a mais não se é obrigado, diz o povo e assinto eu.
    Uns tiveram mais sorte, outros mais talento, mas acredito que todos se empenharam e empenham em fazer o que entendem melhor, no momento da tomada de decisões. Por isso é que nenhum deles é escumalha, porque são dos nossos e nós não somos escumalha, a não ser para certos palhaços da 2.ª Circular, da VCI, de um bairro chique e ali de Dume.

    Quanto ao momento presente e ao futuro, que é o que me interessa, Emilío Macedo da Silva está a fazer um grande mandato, mas ainda agora começou. Espero que, enquanto ele se sentir com força e capacidade para manter este registo, fique e lidere este projecto. Espero igualmente que, quando entender já não poder ou, mesmo não quiser mais fazê-lo, saiba preparar a sua sucessão, sem tumultos e sair pela porta grande.
    Do que conheço dele, sei que é um homem inteligente, íntegro, determinado e dotado da humildade suficiente para não pensar que sabe fazer tudo ou que domina todas as áreas. Não é prepotente, nem herdou nada. Sempre trabalhou e foi a trabalhar que conseguiu tudo o que tem. Talvez por isso saiba que é com trabalho, organização e boa gestão, que se chega ao sucesso, também no campo desportivo. É disso que tem vindo a dar provas. Espero que continue assim por muito tempo. E espero que (o Diabo seja surdo), se um dia as coisas não correrem tão bem, nunca ninguém lhe chame escumalha, embora adivinhe haver muitos - dos que, agora, lhe cantam loas - que o farão. Não será, mais uma vez, o meu caso.

     
  • Às 12 junho, 2008 17:23 , Blogger Jeremias disse...

    Caro NDINGA:
    Devo dizer-te que no segundo parágrafo sintetizas a grande verdade de toda esta questão.
    Deviam estar todos calados !
    Acho absolutamente disparatado numa altura em que as coisas estão a correr francamente bem andar a remexer no que correu menos bem num passado ainda muito vivo.
    Para mim a unidade da familia vitoriana é um valor bem mais importante do que saber as responsabilidades de cada um no que está para trás.
    Ressalvo,como é óbvio,o apuramento de eventuais facto que tenham provocado danos patrimoniais ou financeiros.
    Para isso existem,e vão continuar a existir,os tribunais !
    Segundo ponto para concordar que nenhum dirigente do Vitória merece ser insultado na praça pública.
    O termo escumalha é exageradissimo e acaba por nos desqualificar a todos.
    Mesmo aos que, como eu, nunca lhes passou pela cabeça votar em Vitor Magalhaes.
    O considerá-lo o pior de sempre não se pode entender como insultuoso.
    É a minha avaliação nada mais.
    Finalmente o seguinte:Subscrevo inteiramente as tuas palavras quanto á futura saida do actual Presidente.
    Espero que saia no tempo certo,carregado de sucessos,com a sucessão definida e a familia vitoriana completamente unida.
    Isso será o melhor para o Vitória.

     
  • Às 12 junho, 2008 18:27 , Blogger Saganowski disse...

    Não me apetece comentar aqui algo que não merece comentários...
    Sou da opinião de que se há coisas a serem ditas, elas deveriam ser ditas cara a cara com provas efectivas, em vez de lançar libelos acusatórios sem provar absolutamente nada! Parece que estão a "tentar deitar o barro à parede, a ver se cola"!!!

    Há que ver que VM ganhou as eleições com maioria absoluta, mas há também que ver que muitos votaram nele ou porque as outras alternativas não pareciam credíveis ou porque as outras listas pareciam ser uma espécie de "Pimentismo sem Pimenta", algo que os sócios não queriam ver repetido...

    Quanto ao resto, se VM tem alguma coisa a dizer, faça como nos casamentos...que diga, ou então que se cale para sempre!!!

    O VITÓRIA NÃO DEVE SER CLUBE UM DE PEIXEIRADAS NEM DE LAVAGENS DE ROUPA SUJA EM PÚBLICO!!!

     
  • Às 13 junho, 2008 12:50 , Blogger Frederik Soderstrom disse...

    Subscrevo na totalidade as palavras do N'dinga....sem tirar nem pôr.

     
  • Às 13 junho, 2008 17:34 , Blogger Rui Rodrigues disse...

    Parece-me que o que esta em causa é o facto de a direcçao de Vitor Magalhaes nao ter gostado das declarações do senhor Milo.
    Alias a saida deste dessa direcção nunca foi muito explicada e ficaram sempre duvidas a pairar.
    Agora claro que é indecente vir levantar suspeitas e falar de coisas do passado num momento em que os vitorianos tem é boas razões para estarem felizes.
    Perderam boa ocasiao para estarem calados.
    Claro que nao concordo com o termo escumalha nem com o facto de se dizer que vitor magalhaes foi o pior presidente da historia do clube.
    Acho que o Jeremias tem um bocado de pé atrás contra o ex presidente.
    Que não foi tão mau assim para sermos sinceros.
    Cumprimentos vitorianos

     
  • Às 13 junho, 2008 20:32 , Blogger vitoria disse...

    Jogo Falado com "Vasco Rodrigues"

    O vitoria-1922.blogspot.com passa a partir de agora a contar com a colaboração de Vasco Rodrigues na edição de artigos de opinião, Vasco Rodrigues advogado de profissão e vitoriano convicto vai todas as semanas escrever no nosso blog, numa rubrica denominada de “Jogo Falado, com Vasco Rodrigues”...

    vitoria-1922.blogspot.com

     
  • Às 13 junho, 2008 23:30 , Blogger Gregório Freixo disse...

    Também eu gosto muito pouco de "ressabianços". Não gosto agora como não gostei aquando do mandato da anterior Direcção a qual, recorde-se, teve de aturar ressabianços bem maiores dos que agora têm sido falados. Desde cartas abertas ao fim de pouquíssimos meses de mandato, passando por folhetos distribuídos pela calada da noite, até anúncios em jornais da terra que diziam qualquer coisa como "este é o jogador que, se eu tivesse sido eleito, teria vindo para o Vitória", valeu tudo. O ressabianço em todo o seu explendor.

    Pelos vistos, a Direcção anterior veio agora reagir a declarações atribuídas ao Presidente, as quais, de resto, também não conheço. Está no seu direito em fazê-lo, pois qualquer um tem o direito de se defender. O que não está certo é vir lançar suspeições sem ir até ao fim no que afirma. Se têm alguma coisa a dizer, digam-no de uma vez por todas. Agora, atirar lama aos outros sem denunciar um único facto concreto é algo de cobarde e de indecente.

    Quanto ao mais que o Ademir refere no seu post, e que passa pelo balanço da "era Magalhães", falta-me aqui espaço para escrever tudo o que penso.
    Talvez um dia seja oportuno voltar a esse assunto e nessa altura direi o que tenho a dizer.

    No mais, também eu penso que a Direcção actual está a fazer um trabalho excelente. Os resultados têm sido tão bons que penso mesmo que estes dirigentes não precisam de se afirmar por comparação seja com quem for. Os resultados estão à vista.
    Assim continuem.

     
  • Às 14 junho, 2008 12:47 , Blogger Mestre Pedroto disse...

    Penetencio-me realmente, pelo termo utilizado (escumalha) porque foi algo exagerado, mas nunca foi minha intenção insultar alguem com este termo que fique bem claro. Foi simplesmente o termo que encontrei para demonstrar a minha inconformação com este tipo de atitudes que nada abonam a tranquilidade que se vive de momento no nosso clube. E ainda mais revoltado fico, quando esta direcção que está ligada, quer queira quer não, ao pior momento dos últimos 50 anos do Vitoria, vem lançar insinuações com o unico intuito de criar um clima de suspeição e intranquilidade no excelente trabalho que esta direcção tem realizado.
    Começa infelizmente a tornar-se já um habito nos opositores ou ex-dirigentes, virem a público com este tipo de jogos de palavras, já que factos nem vê-los, o que demonstram uma enorme falta de sentido de oportunidade e acima de tudo muito pouco ou nenhum vitorianismo!
    Mas enfim... o que vale é que há assuntos de muito maior importância, e nos quais a direcção actual está concentrada e que são de verdadeiro interesse para a comunidade vimaranense, que este tipo de atitudes lhes passam completamente ao lado, suponho eu!
    Saudações Vitorianas!

     

Enviar um comentário

Efectuar comentários é absolutamente livre, neste blogue. Não serão, no entanto, admitidos insultos aos seus membros ou ao Vitória Sport Clube.

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

 

Locations of visitors to this page